Um stand no Meeting traz explicações sobre o trabalho realizado por uma associação na Terra Santa.

Entre as 400 mostras do meeting, uma tem se destacado: Trata-se de uma mostra sobre economia que oferece explicações sobre o que provocou a crise financeira em vários países do mundo.

Padre Romano Scalfi fala da importância do encontro histórico entre o Cardeal Peter Erdo e o Metropolita Filaret e Padre Stefano Alberto fala da importância do Meeting na vida dos participantes.

Mais mostras que retratam a busca humana em numerosos países da Terra acompanham os visitadores deste Meeting. Aqui,è possivel permanecer em silencio diante a reconstrução do pórtico do Gloria de São Tiago de Compostela. Ou ainda buscar o significado da obra do Mestre Matteo. Na faxada da Catedral, Cristo fundamento espera cada homem peregrino na terra. Da fè a economia as perguntas são as mesmas. Dentro da crise, alem da crise, chega o Tsunami financeiro contando quantos aceitaram o desafio de conceber o próprio trabalho acolhendo o desejo de cada homem.

As notas do Samba são as colunas sonoras que acompanham a vida nas favelas brasileiras, local de riquezas humanas e intensidade de experiência que se medem continuamente com a luta pela sobrevivência. Do Brasil para a católica Hungria. Rei Estevao criou o estado e ainda hoje a constituição húngara o venera como apostólico da fe e da nação. Em Rimini esta exposta uma copia de sua coroa. A domocracia é pocivel na Polonia graças ao Solidarnox. A historia destes homens e seus exemplos nos acompanham numa viagem que começa nos anos 60 e chega até nòs para questionar cada um sobre o sentido e a dignidade do trabalho. E existe para todos os gostos. De um ao infinito, nos leva ao beleza da matemática. Dante conta a respeito do desejo de seu personagem Ulisses. Desejo que o leva a superar as colunas de Hércules. O mesmo caminho seguido com outra modalidade da escritora americana O’Connor. O fio condutor das mostras deste ano é sempre o mesmo: O coração nos conduz a coisas grandes.

Sao aproximadamente 3100 voluntários que trabalham no Meeting. Estudantes de segundo grau, universitários, trabalhadores, pais e mães de família. Todos sabem que viverão sete dias de trabalho intenso e ao mesmo tempo gratuito. Muitos deles chegaram a pagar a hospedagem e a alimentação dos dias que permanecerao em Rimini. Este é o milagre do meeting: Sao pessoas que investem dinheiro e suas férias se colocando a serviço deste grande evento. Sem estes homens e mulheres o Meeting não seria o Meeting. São eles o espetáculo humano do Meeting. O encontro no encontro. Conscientes em viver o mesmo desejo de coisas grandes apresentado nas mostras ou ainda testemunhado nos encontros. Em Rimini, temos representantes de todos os países da Europa, além disso, muitos vem dos EUA, Brasil e Chile. Voluntarios do Egito, Uganda, Nigeria, Kenia, Taiwan, Cazaquistão, Rússia e Lituânia tambem marcam presença no evento.

Ementrevista, Emilia Guarnieri presidente do meeting nos conta   como  se forma o grupo de voluntários:

Emilia Guarnieri, quem compoe o Meeting deste ano?

Esperamos como sempre a graça de Deus através da voz e dos braços de todos aqueles que estão aqui, de modo especial, dos voluntários que trabalharam até hoje e continuarão a trabalhar até domingo.

Quantos são estes voluntarios e de onde eles provêem?

Os voluntários são mais de 3000 e durante a semana do Meeting foram aproximadamente 700. Durante estas semanas de preparação, eles vem de todo o mundo: da Africa, da Lituania, da Espanha, da Italia e naturalmente de todo o mundo.

E porque fazem isto?

Creio que porque verdadeiramente acreditam e sobretudo fazem uma experiência humana realmente positiva e por isto, sempre retornam.