Estabilizadores de humor

Entre 1885 e 1895 , dois irmãos dinamarqueses descobriram que o lítio era capaz de reduzir a recorrência de depressao e ate hoje vem sendo utilizado no tratamento do transtorno bipolar, como indicação inicial. O lítio nunca foi provado como um bom antidepressivo, principalmente no tratamento da primeiro episodio de depressao, mas é considerado excelente opção terapêutica para a prevenção de episódios recorrentes de depressao, especialmente dentro do padrão cíclico do transtorno bipolar. O lítio também é utilizado para aumentar ou estimular os efeitos de um antidepressivo que nao esta funcionando muito bem.No transtorno bipolar estudos revelam que o lítio reduz a probabilidade de episódios recorrentes de mania e de depressao, tornando-se medicamento de escolha para a prevenção dessas crises.O lítio tem um elevado numero de efeitos secundários como : tremores, ganho de peso, preguiça etc.
Apos o lítio, nos últimos anos surgiram outros estabilizadores de humor com efeitos adversos mais brandos e mais eficazes , vindos de um grupo farmalogico de anticonvulsivantes como :carbamazepina ou oxcarbaxeoina, acido valproico, gabapentina, lamotrigina e topiramato. Embora esses fármacos sejam originariamente anticonvulsivantes em pessoas com epilepsia, tem revelado importante efeito preventivo na recorrência dos ciclos de depressao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *