Como praticar a atividade física?

atividade fisica 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É imprescindível a avaliação  cardiológica  em todo individuo com mais de 50 anos que queira começar um programa de treinamento. Além do teste ergométrico convencional é importante o clinico analisar as condições ortopédicas do paciente para recomendar o exercício correto. O mesmo vale para os portadores de labirintopatias crônicas, patologia muito encontrada na velhice.

Na nova proposta internacional a atividade física deve ser feita na maioria dos dias da semana( cinco dias), de preferência diariamente , por pelo menos 30 minutos, de forma continua ou acumulada( em sessões de no minimo dez minutos) e de intensidade moderada. Devem ser evitadas altas intensidades de exercício e nunca com o propósito de atingir a exaustão física.

É recomendado aos indivíduos sedentários a prescrição de atividades de baixo impacto como a caminhada, pedalar na bicicleta, natação, hidroginástica, subida de escadas e a dança. Devem ser evitadas as atividades de alto impacto como corridas, esportes que envolvam saltos, como o vôlei, basquete, pular corda e a dança aeróbica que podem acarretar lesões osteo musculares, muito freqüentes nessa fase da vida.

A caminhada é a  atividade física ideal para os idosos, pois resulta em enormes benefícios para o organismo, por ser uma atividade que pode ser feita em qualquer local, a qualquer hora, contribui para o relacionamento social, envolve grandes grupos musculares e não custa absolutamente nada.

A hidroginástica é também de enorme valia,principalmente nas situações onde há limitação da mobilidade articular, dificuldade em sustentar o peso corporal , dor lombar ou osteoporose.

A perda de massa muscular tem sido relacionada a alguns riscos a saúde do idoso como : intolerância a glicose, baixa taxa metabólica de repouso, disfunção imune, diminuição da velocidade de andar e dependência funcional.Assim, o treinamento especifico da força muscular, com pesos, é a  principal  estratégia  para prevenir, controlar  ou reabilitar o individuo.

No meu livro “Envelhecer com Deus”da Edições Loyola você poderá encontrar detalhes sobre o assunto.

Adquira o seu clicando aqui: 

envelhecer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *