Não existe idade para se começar a praticar atividade física.

envelhecimento sauável

 

 

 

 

 

 

Toda a comunidade cientifica admite o efeito positivo da atividade física na prevenção e minimização dos efeitos deletérios do envelhecimento, os cientistas enfatizam cada vez mais que exercícios físicos façam parte nos programas mundiais  de promoção de saúde.

A relação exercícios físicos e longevidade tem sido objeto de muitas pesquisas em todo o mundo. Estudos feitos com alunos da Universidade de Harvard, onde foram acompanhados mais de 16000 ex alunos por mais de 22 anos demonstraram que os que começaram a praticar esportes experimentaram um índice 21% menor de morte do que aqueles que eram habitualmente sedentários. Nesse mesmo grupo foi verificado que quanto maior era a intensidade do exercício físico, menor a mortalidade.

Estudo similar  com 13.000 homens e mulheres , acompanhados por oito anos mostraram uma relação inversa , forte e consistente entre aptidão física e mortalidade. Uma revisão de 37 estudos revelou que mulheres envolvidas em atividade física moderada , de pelo menos 30 minutos diários, tem taxas de mortalidade  diminuída.

Em mais de 39000 mulheres profissionais de saúde que praticavam exercícios físicos leves e moderados havia menores taxas de mortalidade cardiovascular.Pelo menos uma hora de caminhada diária foi associada com risco menor, mesmo em mulheres que  tinham sobrepeso, colesterol elevado e fumantes.

Em estudo realizado com mais de 40.000 mulheres pós menopausa seguidas por sete anos, mostraram que aquelas que praticavam atividade física regular tinha 30% a menos de mortalidade do que as sedentárias.

Existem varias revisões na literatura medica demonstrando a associação entre inatividade física e risco de doenças cardiovasculares. Alguns estudos revelam que indivíduos sem atividade física tem o dobro de chance de desenvolver doenças cardiovasculares.

A possibilidade de ocorrência de acidente vascular cerebral( AVC) também diminui com a pratica regular de exercícios físicos.Existe um estudo com mais de 72000 enfermeiras de 40 a 65 anos , que foram acompanhadas por oito anos que comprova esse dado.

Com base nesses estudos é importante entender que tanto em homens como em mulheres  reduz as taxas de mortalidade, principalmente por doenças cardiovasculares. A pratica de atividade física regular durante o processo de envelhecimento, especialmente após os 50 anos de idade, mesmo que o individuo nunca tenha feito exercícios físicos produz impacto real na saúde e na longevidade.

No meu livro Envelhecer com Deus falo mais sobre esse assunto.

envelhecer

 

 

 

 

 

Adquira o seu clicando aqui

 

 

DOENÇAS CARDIOVASCULARES DR. ROQUE SAVIOLI

 

 

 

 

 

 

 

 

As doenças cardiovasculares são responsáveis por um terço dos 326.371 óbitos ocorridos em 2010 no Brasil. No ultimo relatório dos Indicadores de Desenvolvimento Brasileiro divulgado em 2013 observa-se uma redução de 32,6% do número de mortes por acidente vascular encefálico(AVE), que até então representava a principal causa de de óbitos no Brasil, cedendo a primeira posição para a doença coronariana.

Esse indicador parece apontar para um melhor conhecimento da Hipertensão Arterial no país , uma vez que a doença representa a mais importante causa do AVE.Uma vitória das campanhas de conscientização da população, do melhor tratamento e também a maior disponibilidade dos fármacos, oferecidos pelo governo federal gratuitamente e disponíveis nas farmácias populares.

A esperança de vida ao nascer do brasileiro passou de 70,7 anos em 2001 para 74 anos e 29 dias em 2011. Para as mulheres brasileiras, a expectativa de vida é de 77,7 anos enquanto para os homens ;e de 70,6 anos.No Japão a expectativa de vida para homens é de 86,3 anos.

corsaudavel

 

 

 

 

 

 

Adquira o livro Um coração saudável e saiba mais. Além disso, confira várias dicas de saúde. Clique aqui