Pedido da CNBB é que prece seja feita pelos fiéis nas paróquias e comunidades católicas em 15 de junho, na Solenidade de Corpus Christi.

CNBB

A presidência da CNBB, atendendo ao pedido de seu Conselho Episcopal de Pastoral (Consep), reunido em 30 a 31 de maio, elaborou uma sugestão de oração pelo Brasil, recomendando que seja na Solenidade de Corpus Christi, em 15 de junho, os fiéis se unam em prece nesta intenção.

“Como o Santo Padre pediu que rezássemos pela paz no mundo, poderíamos pedir às nossas comunidades que rezem pelo Brasil. Diante de tantas incertezas, corrupção, violência, injustiças, elevemos juntos a nossa oração. No dia em que celebramos a presença singela, próxima, alimentadora, esperançada de Jesus entre nós na Eucaristia, prestemos esse serviço ao nosso país”, expressou em carta aos bispos, enviada junto com a oração, Dom Leonardo Ulrich Steiner, secretário-geral da CNBB

Abaixo, segue a íntegra da oração:

 

Jornada de Oração pelo Brasil

Dia de “Corpus Christi”

15 de junho de 2017

A verdadeira paz começa no seu coração

 

Diante do grave momento vivido por nosso país, dirijamos nossa oração a Deus, para que dê a paz ao Brasil e ao mundo inteiro. “Reconhecemos a necessidade de rezar constantemente pela paz, porque a oração protege o mundo e o ilumina. A paz é o nome de Deus”. (Papa Francisco)

 

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vivemos um momento triste, marcado por injustiças e violência. Necessitamos muito do vosso amor misericordioso, que nunca se cansa de perdoar, para nos ajudar a construir a justiça e a paz, em nosso país.

 

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Estamos indignados, diante de tanta corrupção e violência que espalham morte e insegurança. Pedimos perdão e conversão. Cremos no vosso amor misericordioso que nos ajuda a vencer as causas dos graves problemas do País: injustiça e desigualdade, ambição de poder e ganância, exploração e desprezo pela vida humana.

 

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Ajudai-nos a construir um país justo e fraterno. Que todos estejam atentos às necessidades das pessoas mais fragilizadas e indefesas! Que o diálogo e o respeito vençam o ódio e os conflitos! Que as barreiras sejam superadas por meio do encontro e da reconciliação! Que a política esteja, de fato, a serviço da pessoa e da sociedade e não dos interesses pessoais, partidários e de grupos!

 

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vosso Filho, Jesus, nos ensinou: “Pedi e recebereis”. Por isso, nós vos pedimos confiantes: fazei que nós, brasileiros e brasileiras, sejamos artesãos da paz, iluminados pela Palavra e alimentados pela Eucaristia.

 

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vosso filho Jesus está no meio de nós, no Santíssimo Sacramento, trazendo-nos esperança e força para caminhar. A comunhão eucarística seja fonte de comunhão fraterna e de paz, em nossas comunidades, nas famílias e nas ruas. Seguindo o exemplo de Maria, queremos permanecer unidos a Jesus Cristo, que convosco vive, na unidade do Espírito Santo. Amém!

 

(Pai nosso! Ave, Maria! Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo!)

Papa Francisco concede o título de Monsenhor a dois sacerdotes da Arquidiocese de São Paulo.

Durante a celebração da Missa do Crisma na Quinta-feira Santa, todos os sacerdotes da Região Sé entre eles  o Cônego José Paine e o Padre Antônio Fussari  que receberam das mãos do Dom Odilo o reconhecimento da Santa Sé pelos serviços prestados à Igreja em São Paulo.

Dom Odilo destacou em sua homília:

Lembramos em primeiro lugar que na Igreja existe um único Sacerdote, existe Jesus Cristo Sacerdote, Ele é o verdadeiro Sumo Sacerdote.

O nosso sacerdócio está relacionado a Jesus Cristo e com à Igreja, por isso, se exerce em comunhão com à Igreja e na íntima e sintonia comunhão com Jesus Cristo, Ele é o Sacerdote que dá sentido, força e vigor. Esse sacerdócio que é vivido no meio do povo de Deus, por homens que Ele escolhe, chama, consagra e unge com os Dons do Espírito Santo. Jesus Cristo quer continuar a anunciar a Palavra com liberdade, credibilidade e serviço para todos que creem e para os não creem.

Por meio dos sacerdotes Jesus Cristo quer continuar a santificar e a congregar seu povo em torno da mesa do altar, na celebração da Eucaristia que é Sacramento Dele e da Igreja, Ele quer continuar exercer a sua Verdade e a sua Misericórdia para com povo.

Que poderei retribuir ao Senhor Deus, por tão grande Graça que de nossa parte não merecemos, mas, recebemos por pura bondade e Misericórdia? Nós somos levados a retribuir a tão grande dádiva a tão grande Dom através do nosso serviço Sacerdotal, dedicado, generoso e alegre, Dom feito para toda Igreja e humanidade. Peço a todos as orações pelas vocações para que na Igreja não faltem sacerdotes que no futuro despertem boas e santas vocações.

Transcrição e adaptação: Simone Nunes (missionária Canção Nova)