“É bom ficarmos aqui”: a Festa da Transfiguração do Senhor

“Jesus levou consigo Pedro, João e Tiago, e subiu à montanha para orar. Enquanto orava, seu rosto mudou de aparência e sua roupa ficou branca e brilhante”. MT 17,1-2

Cristãos locais participam da missa solene presidida por Frei Francesco Patton, ofm, Custódio da Terra Santa

Na noite anterior, um grupo se reuniu na porta da Basílica da Anunciação e subiu o monte, foram a pé até o Monte Tabor. 
Uma caminhada longa, mas vale a pena! Chegar lá no alto e poder exclamar como Pedro: “Mestre, é bom ficarmos aqui”.
Tradicionalmente, cristãos locais se dirigem à santa montanha a pé ou acampam, desde o dia anterior, no entorno da Basílica da Transfiguração. Na madrugada é um momento intenso de movimentação, orações e também de uma agradável convivência!
Às 5h da manhã eles participam da santa missa em árabe. 
Ao amanhcer, cristãos da Terra Santa, peregrinos e religiosos chegam para a missa solene. 

Após a celebração, todos prosseguem até a capela de estilo bizantino que recorda estas palavras:

“Ordenou-lhes que não contassem a ninguém o que tinham visto, até que o Filho do Homem ressuscitasse dos mortos” (Mc 9,9).

Agora, é levar a experiência da montanha, isto é, da intimidade para o cotidiano, em comunhão com a Igreja, a tenda de Deus em meio aos homens.

Que neste dia o Senhor possa te levar a uma profunda experiência e intimidade com Ele.

 

Cristãos na madrugada em direção ao Monte Tabor

 

Após a santa missa, procissão até a capela de estilo bizantino

 

 

 

 

Santa Missa