Sobre 3 pontos a Igreja Católica nunca vai abrir mão:

  1. A defesa da vida humana desde a concepção até a morte natural
  2. A manutenção do matrimônio formado por um homem e uma mulher
  3. O direito dos pais cristãos de educarem os  filhos segundo os próprios valores

Muito bem, quero falar sobre o direito nº 3, e que está sendo colocado em jogo  pela  famigerada “Lei da palmada”, que é o mais escancarado desrespeito do governo aos direitos individuais do cidadão e da liberdade dos pais em educarem seus filhos.

Se essa lei for sancionada estará inaugurado no Brasil o processo de tomada da guarda dos filhos pelo Estado, como já acontece, por exemplo, na Alemanha onde pais cristãos já foram, aos montes, condenados à prisão por não permitirem que seus filhos participassem de aulas sobre ”Educação sexual” do Governo. Já escrevi sobre isso; Veja matéria.

O problema quando se discute sobre essa lei é que sempre tem aqueles que não fazem a leitura de todo o contexto do que envolve o assunto e começam a confundir palmada com espancamento, cuja  punição já é prevista no Código Penal Brasileiro e precisa ser cada vez mais cumprida, totalmente diferente é a palmada. Continue Lendo…

A Lei que criminaliza a mãe e o pai, também conhecida como “Lei da Palmada” é papo sério, estão querendo aprovar uma lei que tornaria crime a palmada nos filhos.

Bom, a princípio pode-se pensar que existe uma causa nobre por trás disso, a proteção infantil.

Poderiamos achar que envolvidos nisso estão apenas os interessados que as criancinhas sejam preservadas dos pais malvados, seria inocência demais. Então você me diz: “Mas Tiba, entre os defensores do projeto está inclusive a Fundação Xuxa Meneghel”. Sim,  com anúncios publicitários, mostrando criancinhas sofridas, tristes e claro uma declaração xuxística da Maria Meneghel, com o jeitinho cuti-cuti próprio.

Porém, as ONGs e Fundações que estão por trás disso, tem posteriormente um segundo plano: Após a lei aprovada, divulgar o direito do filho de denunciar a mãe ou o pai que lhe derem uma palmada,um beliscão ou apenas ameaça-los, fomentando uma série de denúcias de filhos contra os pais; e é o que de fato vai acontecer se a lei for aprovada. Os pais então seriam enquadrados como criminosos e poderiam até perder a guarda de seus filhos, isso é o que a lei contempla.

Eu particularmente não defendo a palmada, não acho que seja a única opção ou a melhor para se educar, porém, a liberdade e a responsabilidade de cada família na educação dos filhos é radicalmente eliminada com essa lei; Não existe nesta lei, distinção entre agressão física e uma palmada, é tudo a mesma coisa. Não se pode enquadra uma mãe como criminosa porque ela deu uma palmada no seu filho, é disso que estamos tratando aqui.

Uma mãe que der uma palmada no filho mais velho que, por exemplo, enfiou um garfo nas costas do irmãozinho, será enquadrada como criminosa e passa a ter ficha na polícia.
Para a agressão física contra crianças existem leis para serem cumpridas, extranho as tais instituições não fazerem propagandas para que essas leis sejam cumpridas! não acha?

O caminho é inverso, precisamos fazer com que as leis que protegem  as criança sejam cumpridas e não cunfundir palmada com agressão física.

E o pior é que muitos não estão levando isso a sério. O pensamento: “seria ruim demais pra ser verdade”, ainda impera; Enquanto isso, tentam arrancar dos pais a outoridade, o dever e a liberdade de educar, com o pretexto de estar protegendo a criança.

Então pergunto:Esse grupo está interessado em proteger as crianças? Se assim fosse, por que a sanha em querer legalizar o aborto a todo custo? Que é assassinato contra os mais indefesos e inocentes seres humanos.

Tudo isso é o traço inconfundível de uma parte governista totalitária e ditatorial que quer tomar as rédias da educação dos nosso filhos, a exemplo de países que já adotaram essa postura.

Há quem duvide que parte do governo quer educar pra valer, alegando que pessoas burras são mais fáceis de manipular. E a questão está aberta, seria melhor não formar para que não pensem e por consequência não perube os projetos deles? Então começa a fazer sentido um bando de mau educados ocupando a nação.

E você pensa que isso vai acabar por aqui? Num futuro próximo, os pais que insistirem numa educação fora dos padrões do governo, poderão ser presos. Estou exagerando? veja o que já acontece na Alemanha: CLIQUE AQUI

.

.

.

.

_________________________________________________________________________________________________