Conheçamos quatro belíssimas orações de São Padre Pio a Virgem Maria e rezemos a ela com as palavras deste grande santo.

São Padre Pio de Pietrelcina era devoto fervorosíssimo da Virgem Maria, que chamava carinhosamente de Mamma (Mamãe). Padre Pio, como é mais conhecido, rezava continuamente a Nossa Senhora, pedindo as graças de que é dispensadora, suplicando a sua intercessão, o seu cuidado materno.

Conheçamos quatro belíssimas orações de São Padre Pio a Virgem Maria e rezemos a ela com as palavras deste grande santo.

São Padre Pio de Pietrelcina beija a imagem da Virgem de Fátima.

As orações deste grande Santo são frutos de uma profunda intimidade com Deus, como podemos perceber em suas palavras:

Assim que me ponho a rezar, logo sinto o coração como que invadido por uma chama de amor; essa chama não tem nada a ver com qualquer chama deste baixo mundo. É uma chama delicada e muito doce, que consome e não causa sofrimento algum. Ela é tão doce e tão deliciosa, que o espírito prova sua complacência e permanece saciado, mas sem perder o desejo – oh Deus! –, algo que me parece maravilhoso e que talvez jamais consiga compreender, a não ser na pátria celeste[1].

Depois de conhecer um pouco a vida de oração de São Pio de Pietrelcina, vejamos quatro de suas orações dirigidas a Virgem Maria, que providencialmente temos acesso graças ao seu Epistolário, ou seja, às suas cartas: Continue lendo…

Meditemos sobre as razões de a Virgem Maria glorificar a Deus com um trecho do comentário de São João Eudes ao Magnificat.

No final de sua vida, São João Eudes terminou sua obra sobre o Coração admirável da Santíssima Virgem Maria, na qual nos deixou seu comentário ao Magnificat, também conhecido como o Cântico de Maria, no qual ela glorifica a Deus, seu Senhor e Salvador.

Fundador da Congregação de Jesus e de Maria, atualmente conhecida pelo nome de Congregação dos Eudistas, São João Eudes consagrou sua vida a suscitar e desenvolver a devoção aos dois Corações que abraçava no mesmo amor, o do Filho de Deus e o de sua Bem-aventurada Mãe, tão estreitamente unidos no mistério da Encarnação.

Meditemos sobre as razões de a Virgem Maria glorificar a Deus com um trecho do comentário de São João Eudes ao Magnificat.

A visitação da Virgem Maria à sua prima Santa Isabel.

O comentário de São João Eudes ao Magnificat foi extraído do capítulo 10 da obra intitulada “O Coração admirável da sacratíssima Mãe de Deus”, que trata detalhadamente das razões de ser da devoção ao Coração de Maria. O capítulo em questão foi terminado algumas semanas antes de sua morte. “Hoje, vinte e cinco de julho de 1660, escreve ele, Deus me fez a graça de terminar o meu livro”, com sentimentos de uma paz profunda e de uma confiança sem limites na misericórdia de Jesus e de Maria. Continue lendo…

Meditemos sobre a obscuridade, a monotonia e as dificuldades na vida cotidiana da Sagrada Família de Nazaré.

Após a alegre e luminosa festa de Natal, após a festa da Epifania, em que a luz brilha ao longe, com a adoração dos Magos que mostra à Santíssima Virgem e a São José o que deve ser seu Filho; após também a festa da Apresentação no Templo, marcada pelas predições de Simeão e da profetisa Ana, eis que a Sagrada Família se lança na sombra.

Meditemos sobre a obscuridade, a monotonia e as dificuldades na vida cotidiana da Sagrada Família de Nazaré.

São José, o Menino Jesus e a Virgem Maria.

Maria e José estão agora munidos de uma luz suficiente para avançar no caminho traçado pela Providência, para realizar o desígnio de Deus. Ei-los a caminho de Nazaré, esta cidadezinha desprezada em que a Sagrada Família vai viver durante longos anos, uma vida inteiramente ordinária: eles desaparecem. Continue lendo…

Meditemos sobre o mistério da perda e do encontro de Jesus no templo de Jerusalém entre os doutores da Lei.

Na oração do Santo Rosário, no 5º mistério, meditamos sobre a perda e o encontro de Jesus Cristo no templo de Jerusalém entre os doutores da Lei. “Remansit puer Iesus in Ierusalem, et non cognoverunt parentes eius – O Menino Jesus ficou em Jerusalém, sem que seus pais se apercebessem” (Lc 2, 43).

Meditemos sobre o mistério da perda e do encontro de Jesus no templo de Jerusalém entre os doutores da Lei.

Jesus entre os doutores – Cima da Conegliano.

Conforme a tradição judaica, quando o Menino Jesus completou doze anos de idade, São José e a Virgem Maria levaram-No consigo à Jerusalém para participar da festa da Páscoa. No retorno para Nazaré, Jesus ficou no Templo, sem que seus pais se apercebessem, e só foi encontrado ao fim de três dias de procura e de muitas lágrimas de seus pais.

Com Jesus, aprendamos deste mistério que devemos deixar tudo, família, parentes e amigos, quando se trata de promover a glória de Deus. Continue lendo…

A devoção a Maria é, comprovadamente, o sinal mais claro de uma família unida e o meio mais eficaz de produzir famílias santas.

A graça, como todos sabemos, não destrói a natureza, mas a eleva e aperfeiçoa. Foi por isso que Deus, ao confiar seu Filho único aos cuidados de Maria e José, quis que Nossa Senhora, como toda boa mãe, fosse o centro e o coração da Sagrada Família. A Ela Jesus, com incrível humildade, e José, com castíssimo amor, dedicavam seus melhores afetos e atenções.

E é também por isso que Maria, ainda hoje, deve continuar sendo a alma e o coração dos lares cristãos: Ela é a Rainha, o modelo, a ajuda e o ânimo para todas as famílias que desejam permanecer unidas e ser santas como santa foi a casinha de Nazaré.

A devoção a Maria é, comprovadamente, o sinal mais claro de uma família unida e o meio mais eficaz de produzir famílias santas.

A Visitação da Virgem Maria à sua prima Santa Isabel.

A devoção a Maria é uma fonte viva de benefícios, não só para o indivíduo, mas também para toda a sociedade, seja doméstica, seja civil ou religiosa. No que diz respeito à sociedade doméstica em particular, quatro palavras sintetizam as relações que ligam Maria SS. com a família cristã: Rainha, modelo, ajuda e ânimo.

Vejamos de que maneira o culto de devoção a Nossa Senhora pode ajudar a promover, de modo muitíssimo eficaz, a unidade e a santidade dos nossos lares. Continue lendo…

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com