Os-Arcanjos

Hoje, dia 29 de setembro, a Igreja celebra a Festa dos Santos Arcanjos: São Miguel. São Rafael e São Gabriel.

Convido você para rezarmos juntos a Oração da Súplica Ardente aos Santos Anjos. É uma poderosa oração, que nos coloca em ordem de batalha:

Deus Uno e Trino, Onipotente e Eterno! Antes de recorrermos aos Vossos servos, os Santos Anjos, prostramo-nos na Vossa presença e Vos adoramos: PAI, FILHO e ESPÍRITO SANTO. Bendito e louvado sejais por toda a eternidade! Deus Santo, Deus forte, Deus Imortal: que todos os Anjos e homens, que por Vós foram criados, Vos adorem Vos amem e permaneçam no Vosso serviço!

E Vós, MARIA, Rainha de todos os Anjos, aceitai benignamente as súplicas que dirigimos aos Vossos servos; apresentai-as ao Altíssimo Vós que sois a Medianeira de todas as graças e a Onipotência suplicante a fim de obtermos graça, salvação e auxílio. Amém.

Poderosos Santos Anjos, que por Deus nos fostes concedidos para nossa proteção e auxílio, em nome da Santíssima Trindade nós vos suplicamos:

Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós suplicamos em nome de Preciosíssimo Sangue de nosso Senhor JESUS CRISTO:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pelo poderosíssimo nome de JESUS:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos por todas as chagas de nosso Senhor JESUS CRISTO:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos por todos os martírios de nosso Senhor JESUS CRISTO:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela Palavra Santa de DEUS:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pelo coração de nosso Senhor JESUS CRISTO:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome do amor de DEUS tem por nós pobres:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome da fidelidade de DEUS por nós pobres:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome da misericórdia de DEUS por nós pobres:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome de MARIA, Mãe de DEUS e nossa Mãe:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome de MARIA, Rainha do Céu e da terra:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome de MARIA, vossa Rainha e Senhora:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela vossa própria bem-aventurança:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela vossa própria fidelidade:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela vossa luta na defesa do Reino de DEUS:
Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos:
Protegei-nos com o vosso escudo!
Nós vos suplicamos:
Defendei-nos com a vossa espada!
Nós vos suplicamos:
Iluminai-nos com a vossa luz!
Nós vos suplicamos:
Salvai-nos sob o manto protetor de MARIA!
Nós vos suplicamos:
Guardai-nos no Coração de Maria!
Nós vos suplicamos:
Confiai-nos às mãos de MARIA!
Nós vos suplicamos:
Mostrai-nos o caminho que conduz à Porta da Vida: o Coração aberto de nosso Senhor!
Nós vos suplicamos: Guiai-nos com segurança à Casa do PAI Celestial!

 

Todos vós, nove coros dos Espíritos bem-aventurados:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nossos companheiros especiais e enviados por DEUS:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Insistentemente vos suplicamos:
Vinde depressa, socorrei-nos!

O Sangue Preciosíssimo de nosso Senhor e Rei foi derramado por nós pobres.
Insistentemente vos suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!
O Coração de nosso Senhor e Rei bate por amor de nós pobres.
Insistentemente vos suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!
Coração Imaculado de MARIA, Virgem puríssima e vossa Rainha bate por amor de nós pobres. Insistentemente vos suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!

SÃO MIGUEL ARCANJO: Vós, Príncipe dos exércitos celestes, Vencedor do dragão infernal, recebestes de DEUS força e poder para aniquilar, pela humildade, a soberba do príncipe das trevas. Insistentemente vos suplicamos que nos alcanceis de DEUS a verdadeira humildade de coração, uma fidelidade inabalável no comprimento contínuo da vontade de DEUS e uma grande fortaleza no sofrimento e na penúria. Ao comparecermos perante o tribunal de DEUS – Socorrei-nos para que não desfaleçamos!

SÃO GABRIEL ARCANJO: Vós, Anjo da Encarnação, Mensageiro fiel de DEUS, abri os nossos ouvidos para que possam captar até as mais suaves sugestões e apelos da graça emanados do Coração amabilíssimo de nosso Senhor. Nós Vos suplicamos que fiqueis sempre junto de nós, para que, compreendendo bem a Palavra de DEUS  e Suas santas inspirações, saibamos obedecer-lhe, cumprindo docilmente aquilo que Deus quer de nós. Fazei que estejamos sempre disponíveis e vigilantes – Que o Senhor, quando vier, não nos encontre dormindo!

SÃO RAFAEL ARCANJO: Vós que sois lança e bálsamo do amor divino, nós vos suplicamos, feri o nosso coração e depositai nele um amor ardente a DEUS. Que a ferida não se apague nele, para que nos faça perseverar todos os dias no caminho do amor – Que tudo vençamos pelo amor!

ANJOS PODEROSOS e nossos irmãos santos que servis diante do trono de DEUS, vinde em nosso auxílio.

– Defendei-nos de nós próprios, da nossa covardia e tibieza, do nosso egoísmo e ambição, da nossa inveja e falta de confiança, da nossa avidez na busca de abundância, do bem-estar e da estima pública.
– Desatai em nós as algemas do pecado e do apego às coisas terrenas. Tirai dos nossos olhos as vendas que nós mesmos lhes pusemos e que nos impedem de ver as necessidades do nosso próximo e a miséria do nosso ambiente, porque nos fechamos numa mórbida complacência de nós mesmos.
– Cravai no nosso coração o aguilhão da santa ansiedade por DEUS, para que não cessemos de procura-l’O, com ardor, contrição e amor.- Contemplai o Sangue do Senhor, derramado por nossa causa! Contemplai as lágrimas da vossa Rainha, choradas por nossa causa!
– Contemplai em nós a imagem de DEUS, desfigurada por nossos pecados, que Ele por amor imprimiu em nossa alma!- Auxiliai-nos a reconhecer a DEUS, adora-l’O, amá-l’O e servi-l’O! Auxiliai-nos na luta contra o poder das trevas que, disfarçadamente, nos envolve e aflige.
– Auxiliai-nos, para que nenhum de nós se perca permitindo assim que um dia nos reunamos todos, jubilosamente, na eterna Bem-aventurança. Amém.

SÃO MIGUEL assisti-nos com vossos Santos Anjos, ajudai-nos e rogai por nós!
SÃO GABRIEL assisti-nos com vossos Santos Anjos, ajudai-nos e rogai por nós!
SÀO RAFAEL assisti-nos com vossos Santos Anjos, ajudai-nos e rogai por nós!

Ó Deus, que organizais de modo admirável o serviço dos anjos e dos homens, fazei que sejamos protegidos na terra por aqueles que vos servem no céu. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém!

Saiba mais sobre a história dos Santos Arcanjos

Deus abençoe!

 

 

simplesservos

Somos simples servos?

Imagine a seguinte situação:

Um grande empresário, chefe de uma multinacional, elege um determinado funcionário para um cargo de confiança dentro da empresas e lhe manda realizar uma função importante. Este funcionário sente-se importante e motivado e vai, com todas as suas forças desempenhar o serviço que lhe foi confiado. Sendo um bom funcionário, e uma pessoa desejosa de acertar, realiza mais do que o que lhe cabe, exerce funções importantes, doa-se por inteiro neste trabalho, podendo-se dizer que é realmente um funcionário exemplar.

Diante desta pessoa que tanto bem fez a sua empresa, um funcionário digno e fiel que honrou seu serviço, qual não deve ser a atitude deste chefe, a não ser de agradecimento e satisfação? Ainda mais, sendo um bom chefe, deve não só elogiar como também valer este funcionário irrepreensível de privilégios. E se não o fizer, se revelará um mau chefe, um mau líder, que não sabe valorizar o quanto de bem seu funcionário fez à sua empresa!

Esta é a lógica deste mundo. Mas a lógica do Evangelho não é bem assim!

Disse Jesus: “Alguém de vós tem um servo que trabalha a terra ou cuida dos animais, quando ele volta da roça, lhe dirá: ‘Vem depressa para a mesa?’. Não dirá antes: ‘Prepara-me o jantar, arruma-te e serve-me, enquanto eu como e bebo. Depois disso, tu poderás comer e beber’? Será que o Senhor vai agradecer o servo porque fez o que lhe havia mandado? Assim também vós: quando tiverdes feito o que vos mandaram, dizei: ‘Somos simples servos; fizemos o que devíamos fazer’.” (Lc17,7-10)

Parece dura a postura de Jesus, ao dizer que somos simples servos, e que o que fizemos não passa da nossa obrigação. Será que o Senhor é como um chefe mau, que não reconhece o serviço de seus colaboradores?

Esta Palavra é um grande convite a humildade. É para nos colocar no nosso lugar. somos servos. Não precisamos de aplausos. Tudo o que venhamos a fazer de bom nesta vida, precisamos ter a clareza de que, não somos capacitados por nós mesmos, mas o Senhor, que é rico em Misericórdia é quem capacita os justos e, por isso, podemos fazer bem o que quer que façamos.

Diante dessa realidade, as glórias não são devidas a nós, mas a Deus! E se buscamos aplausos ou esperamos elogios, estamos roubando a glória de quem verdadeiramente a merece, o Senhor!

No Evangelho de João, capítulo 8, versículos 48 a 54, Jesus, ao ser interrogado pelos judeus disse: “Eu não procuro a minha glória.” e diante da pergunta que lhe fizeram: “Quem tens a pretensão de ser?” Jesus respondeu: “Se eu me gloriasse a mim mesmo, minha glória não valeria de nada”. Com esta resposta, confirma o salmista que exclama: “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso Nome dai glória!” (Sl 113,9)

São Paulo ainda nos ensina, na carta aos Gálatas: “É porventura, o favor dos homens que eu procuro, ou o de Deus? Por acaso, tenho interesse em agradar os homens? Se quisesse ainda agradar aos homens, não seria servo de Deus. “ (Gl 1,10)

O Senhor vem nos alertar sobre o perigo do orgulho, a vaidade que se esconde atrás do desejo de reconhecimento e autoafirmação.

São Leão Magno, papa e doutor da Igreja, no século V, garante: “Toda a vitória do Salvador dominando o demônio e o mundo, foi iniciada na humildade e consumada na humildade!”

Adão e Eva quiseram ser como deuses (Gn3,5) e o pecado entrou no mundo. Jesus, sendo Deus, fez-se homem, nascendo numa manjedoura, literalmente no meio de esterco, sem lugar para nascer. Sua vida se deu na pobreza e anonimato, viveu na humildade e morreu humilhado na cruz.

Somos servos do Senhor. Somos simples servos. Façamos o que nos cabe, na humildade e pobreza de coração e alegria!

E vamos juntos rezar:

Livra-nos Senhor, da glória deste mundo, e nos garanta a nossa recompensa no Reino dos Céus.

Cure o nosso coração de toda carência, da necessidade inconsciente de autoafirmação e do reconhecimento das pessoas. Que sejamos teus simples servos. Teus servos humildes. Amém!

“Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao seu Nome seja a Glória!”

Deus abençoe,

Marcelle Peres CN

primavera

Na Canção Nova vivenciamos um tempo muito especial a cada Primavera, e costumamos dizer que a “Primavera é tempo das surpresas de Deus!”

De fato, é uma estação do ano toda particular. Onde saímos do frio do inverno, e passamos para o calor agradável da primavera. Onde as árvores ressecadas passam a tomar vida, onde as flores se abrem, borboletas aparecem, as ruas tomam um colorido especial.

O que vivemos hoje na natureza, devido à má utilização de nossos recursos naturais e a falta de preservação do meio ambiente, tem gerado uma grande confusão em nosso clima e afetado as estações climáticas. Percebemos dias intensos de calor no inverno, e dias de geada no outono… dias de chuva na primavera e dias frios no verão.

Mas, apesar dessa imensa confusão, as flores estão aí, surgindo do que antes parecia morto, as árvores ganham novo vigor, os pássaros cantam com maior intensidade. É a natureza gritando, que independente do caos, o Criador cuida de tudo, e dispõe a criação com ordem e sabedoria.

Interessante que a cada Primavera, o Senhor me dá um novo olhar, de mim mesma, das situações. E aqui partilho com você este tempo.

Com esta comparação, reflito na minha vida e percebo como às vezes dentro de mim as coisas também se confundem… sentimentos, desejos e emoções que nem sei dar nome. Parece o frio em pleno verão e o deserto em plena primavera. Você já se sentiu assim?

O mais interessante é que mesmo em meio a um turbilhão de pensamentos, quando me volto para o Senhor, experimento a Paz!

É como o que acontece com a natureza. Mesmo sofrendo as consequências do descaso do homem, ela segue o seu curso vivendo o que é natural. É natural que a primavera seja a estação das flores. Deus dispôs assim. É a Natureza!

É natural que nossa alma encontre o repouso em Deus! Ele nos criou, Ele é nosso refúgio. Faz parte da nossa natureza. Como disse Santo Agostinho: Inquieto está o nosso coração enquanto não repousa em ti” .

Talvez o seu interior esteja um pouco bagunçado, talvez você só seja capaz de enxergar galhos secos, grama queimada do sol e do frio, ventos impetuosos, poeira levantada. Mas saiba, a Primavera chegou! E com ela um tempo novo. Tempo das surpresas de Deus.

Convido você, a junto comigo, voltarmos nosso coração inquieto para Aquele que pode nos dar repouso. Abramo-nos ao novo da Primavera! Olhemos a natureza e deixemo-nos contagiar pelo colorido das flores, pelo canto dos pássaros, pela brisa mansa em meio ao calor do sol.

Eu me abro! Eu quero experimentar as surpresas de Deus! Vamos juntos?

Que Deus nos abençoe e faça a nossa vida florescer!

Não esqueça, a Primavera chegou!

Sua irmã, Marcelle Peres CN