Regras de ouro para ler a Bíblia

1 – Leia a Bíblia todos os dias

É a regra de ouro por excelência: ler a Bíblia todos os dias. E todos os dias significa todos os dias. Não abra exceções. Leia quando tiver vontade e quando não tiver também. É como remédio: com vontade ou sem vontade, a gente toma porque é necessário. Com a Bíblia é a mesma coisa. E nos tempos em que estamos vivendo, isso é uma urgência.

Você não come todos os dias? Da mesma forma, alimente-se diariamente com a Palavra de Deus!

Assim como a gente toma banho todos os dias e, quando não podemos fazê-lo pela manhã, o corpo fica pedindo por um banho, da mesma forma acontece com a Bíblia. Se você não consegue ler durante o dia, mesmo que você não se aperceba, o seu espírito está pedindo um banho da Palavra de Deus. Não deixe de dar ao seu espírito o que você dá ao seu corpo! 

Tem gente que não consegue dormir sem ter tomado um bom banho: vira e revira na cama e não consegue dormir. Que eu e você sejamos um daqueles que não conseguem dormir sem ter lido a Palavra de Deus. 

2 – Tenha uma hora marcada para a leitura

Para grande parte das pessoas, a melhor hora é pela manhã. Levantam-se bem cedo para ler a Bíblia e fazer o seu trabalho com o Diário Espiritual logo nas primeiras horas, antes das outras ocupações e antes que comece a movimentação em casa. 

É um costume maravilhoso. Certamente é o que rende mais. Além disso, a gente tem a vantagem de começar o nosso dia com a Palavra de Deus. Assim, fazemos logo cedo uma “super-refeição” e começamos o dia com força total. 

Há pessoas porém que têm dificuldades de fazer isso de manhã. Sentem-se pesadas, sonolentas. Parece que a cabeça não funciona. Elas não conseguem se concentrar.  Esforçam-se, mas não adianta: gastam tempo e conseguem pouco.

Não estranhe. Há muitas pessoas que são assim. Talvez você seja uma delas. Essas pessoas, em geral, rendem mais no período noturno. Apesar do cansaço do dia, à noite a mente está desperta, ativa… Não tenha dúvidas, se a boa hora para você é a noite, trabalhe com a Bíblia nas horas noturnas. 

Fazer isso também tem suas vantagens: você prolonga a leitura o quanto quiser e vai dormir com todo aquele conteúdo na sua mente. E é certo que nas horas do sono o seu inconsciente vai trabalhar com todo aquele material.

Para muitas mães de família, a melhor hora é pelo meio da tarde, depois de terminar os trabalhos da casa. 

Nessa hora, elas estão sossegadas, sem barulho, sem movimentação em casa, o que lhes permite trabalhar com a Bíblia. O importante é descobrir a melhor hora e fazer dela a sua hora marcada. Ser fiel e não abrir exceções. 

3 – Marque a duração do tempo

Esta é outra regra de ouro: marque a duração do tempo da leitura e seja fiel. Seja sério consigo mesmo. É preferível dedicar 10 minutos todos os dias do que ser levado pelo entusiasmo inicial e não ir em frente. 

Se você quer fazer bem o trabalho que estamos propondo com esse método, comprometa-se com meia hora ou 40 minutos.

É claro que não é muito tempo! Veja: quanto tempo você gasta com as refeições? Com o banho? É mais do que justo gastar ao menos o mesmo tempo para cuidar do nosso espírito.  A pena é que a gente não tem esse hábito, por isso é preciso ser exigente consigo mesmo. Não é verdade que gastamos muito mais tempo com coisas bem menos necessárias? Jornais, revistas, espelho, televisão…

Muitas pessoas que, de início, foram muito exigentes consigo mesmas, para fazer com seriedade e constância esse trabalho, agora se confessam satisfeitas com o fato  de que, depois de um tempo, se sentiram de tal maneira envolvidas e motivadas que hoje a disciplina não é  mais exigência. 

Ao mesmo tempo, sendo rigorosas com a meia hora ou 40 minutos, hoje percebem que esse tempo tornou-se curto. Elas precisam de mais tempo; o 

trabalho tem gosto de quero mais… Pena que nem sempre seja possível.

>> Assista o Monsenhor Jonas ensinando a fazer o Diário Espiritual

4 – Escolha um bom lugar

Ter o cantinho da gente é muito bom. Não é preciso nada de muito especial: o que importa é que tenhamos um lugar tranqüilo, silencioso, que facilite a concentração e favoreça a criação de um ambiente de oração.  É bom todos os dias tomar o nosso cantinho e aí fazer o nosso trabalho com a Bíblia.

Lembre-se, todavia, de que o lugar é uma coisa secundária: ele é apenas um meio para a gente trabalhar melhor e com maior resultado. O importante mesmo é a gente, em qualquer lugar, em qualquer situação, fazer com dedicação o nosso trabalho com a Bíblia.

Se, num certo dia, não der para fazer o trabalho na hora marcada ou no lugar escolhido, não faz mal. Em qualquer lugar e em qualquer hora podemos trabalhar com a Bíblia. O essencial é não deixar de ler e fazer o Diário naquele dia. 

5 – Leia com caneta ou lápis na mão

Não se trata de simplesmente ler, mas fazer uma leitura ativa. Um meio simples, mas eficaz, é ler com a caneta ou lápis na mão. Sublinhe as passagens mais importantes, aquilo que lhe chamou a atenção, o que lhe falou e tocou de maneira especial. Eu até gosto de usar caneta de quatro cores: uso ora uma, ora outra cor. E isso ajuda, põe trechos em destaque e diferencia. Use sinais significativos para você. Faça anotações.

Não tenha medo de riscar sua Bíblia: ela é um instrumento de trabalho. Você vai ter a sua Bíblia bem marcada. Vai ser fácil você se lembrar e encontrar as passagens que procurar.  Além disso, vai ser mais fácil concentrar a atenção na leitura, entender a mensagem e gravar na mente e no coração.

6 – Faça tudo num ambiente de oração

Você não está simplesmente fazendo um estudo. Você está buscando um encontro com a Palavra de Deus. Você está à procura de um contato íntimo com a Palavra Viva do Deus Vivo, que lhe fala profundamente. 

É um contato de pessoas; trata-se de um diálogo: você escuta, você acolhe, você se toca, se sensibiliza, você responde. É um encontro vivo de pessoas vivas. Um encontro de pessoas que se amam. Muitos experimentaram essa relação. Experimente você também. 

Mais interessado do que você está em escutar, está Deus em lhe falar. Ele quer instruir você. Ele quer levá-lo ao conhecimento da verdade. Por isso, esteja atento, esteja alerta. Permaneça em atitude de expectativa. Deus tem algo bem concreto e pessoal para lhe dizer! 

 

Do livro “A Bíblia no meu dia-a-dia” de Monsenhor Jonas Abib.