25. junho 2012 · Write a comment · Categories: Diário · Tags:

A resposta é lógica e simples, o remédio para o cansaço, stress, esgotamento físico e mental é o DESCANSO.

Se até Deus descansou no sétimo dia na criação do mundo, muito mais nós, pobres seres humanos. Por isso, é bobagem trabalhar de domingo a domingo, pensando que isso me trará um retorno financeiro, espiritual ou psicólogico. É certo que hora ou outra, a nossa natureza vai cobrar, e isso irá se refletir no físico e na cabeça.

Meus amigos, principalmente para nós consagrados, trabalhar sem descanso é um grande risco. Vemos isto na vida de muitos irmãos. Chega o momento que o corpo e a cabeça não aguenta. A pessoa se desgata ao ponto de ficar tão cansada, esgotada, stressada, no qual muitos entram até em processos depressivos. Estas coisas não acontecem somente na vida das pessoas comuns, mas também com os padres, freiras, consagrados e consagradas…

Nós que estamos envolvidos com os vários serviços da Igreja temos que tomar muito cuidado com o ativismo. Principalmente àqueles que estão à frente dos serviços, que com o pretexto de que tudo é para evangelização, mergulham em um cego ativismo. Meu amigo (a) perceba se você não está se matando e matando os seus irmãos? O Ativismo mata!

Por isso, meus irmãos e irmãs, em meios aos nossos muitos trabalhos, também tenhamos um tempo para o nosso descanso, isto é de direito. Se até Deus descansou no sétimo dia, quanto mais nós para melhor servir o Senhor.

O melhor remédio para o cansaço é o descanso.

Forte abraço,

Ademir Costa

Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *