Papa Bento XVI e Fidel CastroEssas foram as palavras do nosso querido Papa Bento XVI ditas na homilia da Santa Missa celebrada na praça da Revolução José Martí da Havana.

Ele afirma que procurar a verdade supõe sempre um exercício de liberdade autêntica, mas que, infelizmente, muitos preferem os atalhos e procuram evitar essa tarefa.  Diz isso comparando esses com Pôncio Pilatos, que ironizam sobre a possibilidade de conhecer a verdade (cf. Jo18, 38), proclamando a incapacidade do homem de alcançá-la ou negando que exista uma verdade para todos. Demonstrando dessa forma, como no caso do ceticismo e do relativismo, uma transformação no coração, tornando as pessoas frias, vacilantes, distantes dos demais e fechadas em si mesmas. Como Pilatos ainda, diz o Papa, são pessoas que lavam as mãos e deixam correr o rio da história sem se comprometer. More »