Ontem fui ver um desenho no cinema, com a família: Como treinar o seu dragão 2. Um jovem que acreditava na Paz… Mais que acreditar, ele lutava para que ela existisse…

Nessa luta pela Paz, perdeu o pai, mas não se intimidou nem se deixou abalar… foi fiel naquilo que acreditava…

Venceu todos os medos que tinha, venceu todas as limitações que tinha, físicas inclusive, em virtude de sua crença na Paz.

Questionei-me se sou fiel o bastante ao Senhor… se sou fiel o bastante a ponto de dar minha vida por essa verdade em que acredito… se não me deixo vencer muitas vezes pelo meu medo ou forças que tentam me fazer acreditar no contrário… More »