Uma mensagem de boa noite

Boa noite, Buenas Noches, Good evening, Bonne nuit, Buona notte

Citei apenas 5 formas de dizer boa noite, as que mais se parecem familiares para nós, mas quantas mais existem por aí? Quantas mais trazem consigo a cultura de um povo que provavelmente não teremos a oportunidade de conhecer?

“Se você planeja para um ano, semeie milho. Se planeja para dez anos, plante uma árvore. Se planeja para cem anos, eduque as pessoas.” Imagem ilustrativa – fonte: canva.com

O que me liga a todos os outros seres humanos? Não teremos a oportunidade de conhecer todos que povoaram a terra, tempo e espaço nos separam. O que nos liga aos que dividem a terra conosco nesse momento? Penso que o amor. O amor, o sentimento que deveria resultar em gestos.

A empatia, que segundo o dicionário online significa a capacidade psicológica de sentir o que sentiria uma outra pessoa caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela. Consiste em tentar compreender sentimentos e emoções, procurando experimentar de forma objetiva e racional o que sente outro indivíduo.

É o que diz o dicionário online. Online a gente fica sabendo de tantas coisas. Diferente de antigamente é possível se conectar com mais pessoas que povoam a terra no mesmo momento que nós, outros países, outra cultura.

Envie seu artigo para o blog

Online também se fica sabendo de notícias que abalam sua fé na humanidade, fica-se sabendo da morte violenta de outras pessoas. Fatos que não deveriam ser considerados naturais, não deveriam acontecer, não fosse a ação dos maus. Morte, substantivo feminino. Interrupção definitiva da vida de um organismo. Fim da vida humana.

No sentido religioso, a morte é vista como uma passagem de um plano para outro, de uma vida para outra e outras coisas mais. Porém a morte não interrompe somente a vida de um organismo, interrompe sonhos, pensamentos, palavras e atitudes. Na mesma semana em que é lembrado aos cristãos católicos de que “és pó e ao pó voltarás”, lembrando como a vida é frágil e efêmera, dois casos nos pegaram de surpresa nos noticiários, além da situação que vive a cidade do Rio de Janeiro, que é um caso que requer extrema atenção, a morte de uma menina que sonhava em ser jornalista, Isabelly Cristine, youtuber dona do canal IsaTopShow em que fazia entrevistas, com perguntas muito bem elaboradas por uma menina de 14 anos. Isa era sorridente e meiga, apesar da aparência de um pouco mais velha, era só uma menina.

Uma menina que sonhava em ser jornalista. Uma menina que teve a vida interrompida por um tiro. Já no nosso conhecido Estados Unidos, um garoto de 19 anos entrou armado em uma escola e tirou a vida de 17 pessoas, entre eles, a maioria eram adolescentes. Esses fatos trazem à tona a questão da posse e uso de armas. Trazem a questão da violência, a mesma violência tratada no tema da Campanha da Fraternidade desse ano “Fraternidade e Superação da Violência” e o lema “Vós sois todos irmãos (Mt 23,8)”. Nós, os mesmos humanos que povoam a terra neste momento.

O objetivo desse texto é externalizar a dor, a indignação, tornar real o desejo de amor e de paz, acretido que é possível fazendo as pessoas refletirem, sem uso de armas ou qualquer tipo de violência, não é à toa que somos seres racionais. Há um ditado chinês da época de Confúcio que diz: “Se você planeja para um ano, semeie milho. Se planeja para dez anos, plante uma árvore. Se planeja para cem anos, eduque as pessoas.”

Catarina Gonzaga é aluna do 5º período de jornalismo na Faculdade Canção Nova.

PS: texto escrito como mensagem de "boa noite" uma prática Salesiana.

Comments

comments