Tema: Dons Carismáticos – Dom de Línguas 

Programação

1- Animação – Se o Espirito Santo de Deus se move

2 – Oração ao Espírito Santo

3 – Estudo Bíblico – Vinda do Espirito Santo – Atos 2,1-4 (Bíblia Infantil – Cancão Nova)

4-Atividade I – Explicar o dom de Linguás e Interpretação das Linguás

5-Exercício do dom de línguas
5 – Atividade – Colorir a chavinha e colar no caderno de estudo

LEITURA BÍBLICA – Atos 2, 1-4 – A Vinda do Espirito Santo

Em Jerusalém, os discípulos e outros seguidores de Jesus – entre eles Maria, Sua Mãe – permaneciam juntos em uma casa, rezando e esperando a vinda do Espírito Santo, que Jesus prometera. Escolheram esse lugar fechado porque tinham medo de serem perseguidos por serem amigos de Jesus.

Cinquenta dias depois da ressurreição de Jesus, de manhã bem cedo, quando estavam todos reunidos, algo extraordinário aconteceu: um vento muito forte veio do céu e encheu a casa toda com seu barulho. Pequenas línguas de fogo repousaram sobre aqueles que estavam no lu- gar, e eles explodiram de alegria, proclamando em voz alta sua gratidão e seu louvor a Deus e falando em outras línguas.

Enquanto isso, uma grande multidão tinha se juntado do lado de fora. As pessoas haviam visto e ouvido alguns dos estranhos acontecimentos e estavam curiosas para saber o que significava tudo aquilo. Quando os discípulos saíram, as pessoas ficaram ainda mais espantadas, pois todos os que estavam ali – mesmo aqueles que tinham vindo de outros países e falavam uma língua diferente – entendiam o que eles falavam.

O que teria acontecido a eles?”, perguntavam as pessoas umas às ou- tras. Chegaram até a pensar que estavam bêbados! Pedro, cheio de alegria, explicou: – Ouçam, todos vocês, não estamos bêbados! Foi o Espírito Santo que nos deu poder para falar na língua de cada um de vocês.

E todos começaram a falar, a curar e a fazer o bem em Nome de JESUS! O Espírito Santo veio como um fogo e trouxe alegria para todos. Ele ajudou os discípulos a fazer milagres como Jesus, e faz isso até hoje. Por isso, todos os dias, chame esse Amigo especial:

Vem, Espírito Santo!

1- O que aprendi com essa história?

2- O que posso fazer por amor a Deus?

O que é a Oração em Línguas?

A oração em línguas é um dom do Espirito Santo (1 Cor 12,10)

É o próprio Espírito Santo quem louva, adora, intercede por nós ao Pai e ao Filho, pois não sabemos orar como convém. Damos a matéria-prima (ar, voz, língua) e o Espírito ora poderosamente. O dom de línguas está descrito em Romanos 8, 26: “Outrossim, o Espírito vem em auxílio à nossa fraqueza; porque não sabemos o que devemos pedir, nem orar como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inefáveis” (“resmungos” agradáveis). Esta é uma oração que não compreendemos, mas que devemos vivê-la e acreditar na sua eficácia.

O que é a Interpretação das línguas?

Interpretação das Línguas – Trata-se de uma moção, uma unção do Espírito Santo.

Quando oramos em línguas, Deus coloca no coração de uma pessoa uma mensagem para o grupo reunido. Essa mensagem pode vir em línguas e uma pessoa no grupo a interpreta. Não é tradução, mas sim uma moção do Espirito Santo. A pessoa que recebe a interpretação comunica ao grupo de forma compreensível.

Exercício do dom de línguas e interpretação

Agora é hora de exercitar. Em grupo rezar em línguas, se houver alguma criança que ainda não reza em línguas, reze primeiro por essa criança pedindo o dom de línguas.

Motivar para que eles escutem a Deus e se houver algum canto inspirado, motivá-los a trazer a interpretação.

ATIVIDADE: Colorir a chavinha e colar no caderno de estudo

ESTUDO BÍBLICO 2 – Bíblia Infantil Cancão Nova

Segunda-feira – Vinda do Espirito Santo – Atos 2,1-4 – PG 420

Terça-feira – Jesus sobe para o céu – Atos 1, 8-11 – PG 419

Quarta-feira – Discurso de Pedro – Atos 2, 5-41 – PG 423

Quinta-feira – O Crescimento da Igreja – Atos 8,1-17 – PG 436-437

Sexta-feira – O Batismo de Saulo – Atos 9,10-19 – PG 441-442

PALAVRA DE SABEDORIA

Objetivo – Conhecer e exercitar o dom

Animação

ENSINAMENTO – PALAVRA DE SABEDORIA

O QUE É ESSE DOM?

A Palavra de Sabedoria diz respeito a melhor maneira de viver. É a orientação de Deus sobre como viver de forma cristã. Ex. Jovem rico (Mc 10,20). Jesus deu um conselho a ele de vender todos os seus bens e segui-lo, deu-lhe uma palavra de sabedoria.

A palavra de sabedoria é um dom espiritual que age através do entendimento. O Espirito inspira uma pessoa a entender uma verdade, a entender coisas da maneira como Deus a entende.

Não é um entendimento adquirido por estudar, mas um entendimento espiritual, vai além das suas capacidades intelectuais, é uma manifestação da presença do Espirito Santo na pessoa.

A um é dada pelo Espírito uma palavra de sabedoria” ( I Cor 12,8).


A palavra de sabedoria conduz o procedimento humano em cada situação:

Como agir (I Rs 3,16-28);

Como falar ( Mt 22,21);

Como fonte de discernimento espiritual;

Prepara o nosso coração para receber o ensinamento divino ( Lc 12,13-21);

Como fonte de ensinamento segundo a sabedoria de Deus (Mt 6,1-21);

Nos faz testemunhar com sabedoria (Paulo diante do rei Agripa – At 26,28);

Este dom deve ser amplamente exercitado pelo cristão na oração pessoal e comunitária para que ele tenha encontros transformadores em sua vida. A manifestação desse dom pode acontecer através de palavras da própria Escritura, por uma palavra, por uma visão, por um sentimento, por um sonho.

PALAVRA: Mateus 18.21-35 – Perdoar 70 X 7

Mateus 22, 1-22 – O imposto pago a César

DINÂMICA: Exercitar o dom com as crianças. Reuni-las em círculo, pedir a elas que orem em línguas, motivá-las a rezar pelo grupo e depois partilhar as imagens e palavras que o Espirito Santo inspirar.

O coordenador fique atento para ilustrar o dom com essas próprias imagens, palavras trazida pelas crianças.

TAREFA DE CASA:

Estudo Bíblico – Dom de Palavra de Ciência e Palavra de Sabedoria

Lucas 7, 44-47(Palavra de Ciência sobre a vida da pecadora perdoada)

Marcos 5, 27-34 (Palavra de Ciência sobre a força que saía dele)

João 11, 11-15 (Palavra de Ciência sobre a morte de Lázaro)

João 1, 47-51 (Palavra de Ciência de Jesus a Natanael)

Lucas 13, 18-19 (Palavra de Sabedoria ao comparar o Reino dos céus com o grão de mostarda)

1 Pedro 1, 13-16 (Palavra de Sabedoria exortando à santidade)

Filipenses 2, 14-16 (Palavra de Sabedoria exortando a perseverar no esforço pela perfeição)

Perguntas para meditar e escrever, no seu Estudo Bíblico de cada dia:

1- O que Deus falou para mim?

2- Como colocar em prática o que Deus me falou?

DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS

ObjetivoEnsinar as crianças a importância do dom do discernimento. Discernir a voz de Deus nas situações. É a voz de Deus que nos diz o que é certo e o que é errado.

PROGRAMAÇÃO:

Dezena do Terço

Animação

Oração pedindo o Espirito Santo e seus dons

ENSINAMENTO – DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS

O QUE É ESSE DOM?

Este dom, como todos os outros, é muito importante para a vida cristã, pois nos levará a distinguir a voz de Deus das outras vozes, que tentam nos confundir. É muito importante que cada cristão se abra inteiramente a este dom para não se deixar arrastar pelas suas paixões e pelas tentações do inimigo e, assim, livremente fazer a vontade de Deus. Talvez, momentaneamente, uma atitude ou palavra, como também um sentimento, ou ainda um pensamento, traga ao cristão realização, alegria, mas se não for da parte de Deus, logo perceberá quão vazia ficou sua alma, pois só a vontade de Deus pode levar o homem à verdadeira alegria e realização.

Por isso é muito salutar o exercício cotidiano desse dom para que cresça em si um discernimento apurado com relação a todas as coisas. Algo pode aparentemente parecer bom, mas só Deus sabe o que é verdadeiramente bom.

O discernimento dos espíritos protege o exercício dos dons carismáticos. Por ele o cristão reconhece se os dons que estão sendo exercidos são impulsionados pelo Espírito de Deus ou se é uma ação humana ou diabólica.

PALAVRA: A pecadora perdoada (quem não tiver pecado, atire a primeira pedra)

A outro é dado pelo Espírito o discernimento dos espíritos” ( I Cor 12,10).
Este dom nos permite discernir, examinar, perceber e identificar em nós mesmos, nas outras pessoas, nas comunidades, nos ambientes e nos objetos o que é de Deus ou o que é da natureza humana, ou ainda, o que é do maligno.

REZAR: Pedindo o dom do discernimento

EXERCITAR: Dinâmica: Atividade – Caminho de Obstáculos

Desenvolvimento – Uma criança ficará com os olhos vendados. Três crianças serão escolhidas para auxiliá-la numa caminha de obstáculos. A primeira será Jesus que lhe indicará o caminho sem tropeços, ela só terá que obedecer. A segunda será o inimigo que fará tudo para que ela tropece por isso ela deverá fazer o contrário que ela disser. A terceira será a voz humana que será uma voz banal, ela escolherá se obedece ou não. O objetivo é chegar ao final do percurso.

TAREFA DE CASA: Estudo Bíblico

Estudo Bíblico – Dom de discernimento e Profecia

João 9, 1-3 (Discernimento: A cegueira foi para manifestar a Glória de Deus)

Mateus 4, 1-4 (Discernimento: Como vencer o maligno, com a Palavra de Deus)

I Coríntios 2, 11-12 ( Discernimento: O Espírito Santo nos dá a conhecer aquilo que é de Deus)

I Coríntios 14, 3-4 (Profecia: dom para edificação, exortação e consolação)

I Coríntios 14, 31 (Profecia: todos podem profetizar)

Tessalonicenses 5, 19-21 (Profecia: não desprezar as profecias, ficar com o que é bom)

Atos 2, 17-18 (Profecia: derramarei o meu Espírito e profetizarão)

Perguntas para meditar e escrever, no seu Estudo Bíblico de cada dia:

1- O que Deus falou para mim?

2- Como colocar em prática o que Deus me falou?

 

DOM DA PROFECIA

Objetivo – Levar as crianças a conhecer e exercitar os dons carismáticos.

 Dezena do terço

 Oração pedindo o Espirito Santo e seus dons

 ENSINAMENTO – DOM DA PROFECIA

O QUE É ESSE DOM?

São Paulo considera o dom da profecia superior a todos os outros dons, pois reconhece que através deste dom, Deus fala claramente e de forma simples, mas direta, com o homem (I Cor 14,5).

O dom da profecia é para todos os homens de boa vontade e de fé que querem recebê-lo (I Cor 14,30). Também é importante que haja confirmação da profecia através de moções dadas a outros.

A palavra de profecia deve passar pelo “crivo” do discernimento dos espíritos. É importante que as examinemos se são divinas, humanas ou diabólicas ( I Tes 5,21; Mt 7,15).

Geralmente as profecias são ditas na primeira ou segunda pessoa, pois o Senhor é um deus pessoal e nos falará diretamente: “Não temas, tu és o meu povo”, “Eu sou o teu Deus”. O centro de todas profecias é Jesus Cristo e o seu evangelho, portanto as palavras proféticas têm que estar de acordo com a palavra de Deus, com a palavra da Igreja e dirigida à glória de Deus e a salvação dos homens (Dt 13,2-4).

PALAVRA: Mateus 16,21-23 / ou Lucas 2 (Ana e Simeão no templo)

Deus se manifesta aos homens também através do dom da profecia. Este dom pode se manifestar através de uma palavra, de um sentimento, em línguas, que requer a interpretação, de um canto, de uma visão (At 10,9-48), com entendimento espiritual de um sonho (Num 12,6).

Exercício do Dom da Profecia:

Dinâmica: Formar um circulo, cantar uma musica do Espirito Santo, motivar a oração em línguas, deixar as crianças transmitirem a mensagem que Deus envia. 

TAREFA DE CASA : Estudo Bíblico

Estudo Bíblico – Dom de discernimento e Profecia

João 9, 1-3 (Discernimento: A cegueira foi para manifestar a Glória de Deus)

Mateus 4, 1-4 (Discernimento: Como vencer o maligno, com a Palavra de Deus)

I Coríntios 2, 11-12 ( Discernimento: O Espírito Santo nos dá a conhecer aquilo que é de Deus)

I Coríntios 14, 3-4 (Profecia: dom para edificação, exortação e consolação)

I Coríntios 14, 31 (Profecia: todos podem profetizar)

Tessalonicenses 5, 19-21 (Profecia: não desprezar as profecias, ficar com o que é bom)

Atos 2, 17-18 (Profecia: derramarei o meu Espírito e profetizarão)

Perguntas para meditar e escrever, no seu Estudo Bíblico de cada dia:

1- O que Deus falou para mim?

2- Como colocar em prática o que Deus me falou?

INTERPRETAÇÃO DAS LÍNGUAS

Objetivo – Conhecer o dom da Interpretação e exercita-lo.

Dezena do terço

Animação /Oração

ENSINAMENTO – INTERPRETAÇÃO DAS LÍNGUAS

O QUE É ESSE DOM?

“…a outros, por fim, a interpretação das línguas” (I Cor 12,10).

Ao proclamarmos uma mensagem de Deus em línguas é necessário suplicarmos o dom de as interpretar, pois toda mensagem de Deus para o seu povo tem o objetivo de edificá-lo. E ao proferirmos palavras ininteligíveis, como se compreenderá o que dizemos? Seremos como quem fala ao vento (cf. I Cor 14,9). O Espírito Santo concede que se compreenda o que está sendo dito em línguas. Esta compreensão se dá com o “coração”, e não através de uma tradução conceitual e gramatical das palavras.

Este carisma pode ser dado tanto à pessoa que está orando ou falando em línguas, quanto a outra pessoa que está participando do grupo de oração. O dom de profetizar em línguas e o de as interpretar são dons que se complementam reciprocamente: “aquele que tem o dom de falar em línguas reze para ter o dom de interpretá-las ( I Cor 14,13).

Quando o Espirito impele alguém a falar alto em linguas para toda a Comunidade ouvir, ele também escolhe alguem para interpretar a mensagem.

PALAVRA: I Cor. 14,2 e 14

Por isso, quem fala em línguas ore para poder interpretar.

Dinâmica: Motivar a oração em linguas no grupo. Depois pedir as crianças que partilhem as mensagens.

TAREFA DE CASA – Estudo Biblico

Estudo Bíblico – Dom de Línguas e Interpretação das Línguas

Romanos 8, 26-27 (O Espírito vem em auxílio da nossa fraqueza)

I Coríntios 14, 13-15 (Falar em línguas e interpretar)

Efésios 6, 18 ( Orar no Espírito em toda a circunstância)

Judas, versículo 20 ( Orar no Espírito para edificação mútua)

Atos 2, 4-6 (Cheios do Espírito falavam outras línguas)

Marcos 16, 17-18 (falar em línguas; milagre que acompanhará os que crerem)

Atos 10, 44-46 (O dom do Espírito Santo era derramado também sobre os pagãos)

Perguntas para meditar e escrever, no seu Estudo Bíblico de cada dia:

1- O que Deus falou para mim?

2- Como colocar em prática o que Deus me falou?

 

 

 

 

DOM DE LÍNGUAS

Objetivo – O primeiro dom que se manifestou foi o dom de línguas, o Espirito Santo ora, fala e canta em nós. Saber que o Dom Línguas é a linguagem do céu e que só quem é do céu entende. Quando demos a oportunidade do Espírito Santo Falar através de nós na linguagem do céu, Jesus entende muito bem! Trabalhar a moção que vem de Deus ao nosso coração, treinar a interpretação com as crianças. Ex. Levar as crianças a orar em línguas, cada criança tem que partilhar a primeira coisa que vem a mente, uma imagem, uma palavra, etc.

PROGRAMAÇÃO

 

Dinâmica – 1 frasco de perfume (o animador mostra o frasco de perfume fechado e pergunta: Vocês estão sentindo o cheiro de perfume? (deixar as crianças responderem).

Depois o animador abre o frasco e borrifa sobre o ar e pergunta as crianças se eles sentiram o perfume.

O dom de línguas é o primeiro do dons, ele é o primeiro que nós recebemos e ele também é a porta para todos os outros. Quando nos abrimos para ele todos os outros dons se manifestam.

ENSINAMENTO – DOM DE LÍNGUAS

* Pedir as crianças para abrir a Bíblia em Romanos 8,26 (Escolher uma pessoa para ler)

Outrossim, o Espírito vem em auxílio à nossa fraqueza, porque não sabemos pedir, nem orar como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inefáveis” (Rm 8,26).

O que é o dom de línguas?

– É um dom de oração. Ele nos ajuda a rezar melhor

– É o próprio Espirito Santo que ora em nós

ex: Muitas vezes nós não sabemos como rezar, as palavras acabam então Deus nos dá o dom da oração em línguas para que possamos rezar segundo a vontade de Deus.

– Nós não entendemos com a nossa cabeça o dom de línguas.

– Quando nós rezamos em línguas ficamos consciente, começamos a rezar e paramos quando quisermos.

– O dom de línguas não tem tradução como o inglês, o espanhol.

– O dom de línguas nos une como irmãos.

Existe três formas de rezar em línguas:

Cantar em línguas: O Espirito Santo, nos dá o dom de cantar em língua. Através do canto em línguas fazemos um louvor a Deus. Quando cantamos em línguas nos unimos aos anjos e santos adorando a Deus

Rezar em línguas: Podemos rezar em línguas sozinho ou em grupo

Dom de falar em línguas: Ele é chamado de Profecia, vamos aprender mais sobre esse dom com outro grupo. Uma pessoa proclama uma mensagem em línguas. E alguém interpreta.

VAMOS EXERCITAR:

1- Quem ainda não ora em línguas e gostaria de receber esse dom? (Chamar para frente e os outros rezam por eles pedindo esse dom).

2- Vamos exercitar o cantar em línguas.

3- Vamos exercitar o dom de rezar em línguas.

4- Vamos todos orar em línguas e ficar um momento em silencio para ouvir a Deus.

5- Abir para partilhas

Estudo Bíblico – Dom de Línguas e Interpretação das Línguas

Romanos 8, 26-27 (O Espírito vem em auxílio da nossa fraqueza)

I Coríntios 14, 13-15 (Falar em línguas e interpretar)

Efésios 6, 18 ( Orar no Espírito em toda a circunstância)

Judas, versículo 20 ( Orar no Espírito para edificação mútua)

Atos 2, 4-6 (Cheios do Espírito falavam outras línguas)

Marcos 16, 17-18 (falar em línguas; milagre que acompanhará os que crerem)

Atos 10, 44-46 (O dom do Espírito Santo era derramado também sobre os pagãos)

Perguntas para meditar e escrever, no seu Estudo Bíblico de cada dia:

1- O que Deus falou para mim?
2- Como colocar em prática o que Deus me falou?

DOM DE MILAGRES

Objetivo – Conhecer, pedir e exercitar os dons

 

O QUE É ESSE DOM?

a um é dado pelo Espírito o dom de milagres” (I Cor 12,10).

O dom de milagres é a ação do Espírito Santo que, para o bem de alguém, modifica o curso normal da natureza. O milagre é uma intervenção clara, sensível e visível de Deus no decurso “ordinário” ou “normal” dos acontecimentos: curas instantâneas de doenças incuráveis, ressurreição dos mortos, fenômenos extraordinários da natureza ( cf. At 3,4-11; 4,30-31).

O mundo atual necessita do exercício do dom de milagres, pois Deus deseja e continua a realizar suas obras extraordinárias no meio do seu povo.


Devemos fazer distinção entre milagre e cura. O primeiro, quando se manifesta através de uma cura que nenhuma ciência médica poderia conseguir, e que Deus realiza. No segundo caso, a cura pode acontecer através de um medicamento, de uma cirurgia, etc.

PALAVRA BIBLICA

PALAVRA: RESSURREIÇÃO DE LAZARO – / João 11:1-46

A FILHA DE JAIRO – Marcos 5:21-43

DINÂMICA: ATIVIDADE – Caixinhas de Pedidos

DESENVOLVIMENTO – Cada criança ganhará um papel onde poderá escrever ou desenhar pedidos que para nós e para impossível de acontecer, reconciliação de pais, como por exemplo. Preparar uma caixinha onde todos colocarão seus pedidos. Depois motivá-los a rezarem pelos pedidos.

OBJETIVOSaber que Jesus tem o poder que realizar o impossível o impossível. Ressaltar que Jesus só fará o que for para o nosso bem! Se o que pedimos não for realizado não ficar frustrado, pois esta não foi a vontade de nosso Deus!

EXERCICIO: Fazer tendas e rezar em línguas pedindo o dom de milagres.

TAREFA DE CASA: Estudo Bíblico

João 2,1-12

Marcos 1,40-45

Marcos 2,1-12

Lucas 7,11-17

Marcos 5, 21-43

João 5,2-9

João 9,1-41

1- O que Deus falou para mim?

2- Como colocar em prática o que Deus me falou?

DOM CARISMÁTICO DA FÉ

Objetivo – Conhecer, pedir e exercitar os dons

DINAMICA: Guia de Cego

Desenvolvimento – Formar duplas onde uma estará vendada. Seguir por um percurso com vários obstáculos. A Criança vendada terá que obedecer ao que lhe transmitido pelo seu guia para não tropeçar!

Objetivo – Reconhecer Jesus como seu guia e colocar Nele toda a sua fé. Saber o Jesus que realizou todos os milagres e curas é o mesmo hoje e sempre, por isso devemos confiar.


O QUE É ESSE DOM?

a outros é dado pelo Espírito, a fé” ( I Cor 12,9).

O dom da fé é um dom especial de oração, é o dom de rezar com uma confiança dada por Deus, com resultados extraordinários.

O dom da fé é uma graça especial que nos dá a certeza de que Deus agirá, de que o poder de Deus intervirá em alguma situação da vida do homem confirmando nossa ação e oração com o sinal que lhe pedimos. É uma graça à qual devemos nos abrir e pedir a Deus. Pela fé carismática cremos que Deus opera hoje maravilhas em favor do seu povo. A fé move a manifestação do poder de Deus.

Em verdade vos declaro: Todo o que disser a este monte: levanta-te e lança-te ao mar, se ele não duvidar em seu coração, mas acreditar que sucederá tudo o que disser, ele obterá esse milagre”. Marcos 11,23.

PALAVRA: O CEGO BARTIMEU – LUCAS 18,35-45

TAREFA DE CASA: Estudo Bíblico

Hebreus 11, 1-2 (Dom da Fé)

Mateus 17, 20 (Dom da Fé)

Atos 3, 6 (Dom da Fé)