De Magdala, lugar do encontro de Maria Madalena com Jesus, padre Arlon Cristian da comunidade Canção Nova aqui na Terra Santa, reza em especial por todas as mulheres.

 

Por 12 vezes o Novo Testamento cita o nome “Maria Madalena”; este nome Maria era um nome muito comum naquela época inclusive este era o nome da Mãe de Jesus. Maria Madalena, ou Maria de Magdala, recebe este nome ou sobrenome, para alguns, apelido, exatamente por causa deste lugar, Magdala, lugar onde ela nasceu. 

 

Apesar de nos evangelhos não encontramos uma referência direta sobre Maria Madalena como sendo uma prostituta é, se não provável ao menos “possível” que ela tenha tido seus muitos e graves pecados… pecados que os evangelhos preferiram deixar ocultos e velados, como quando fazemos uma confissão sacramental `a um sacerdote…
Maria, chamada Madalena, da qual haviam saído sete demônios”, estes sete demônios segundo a interpretação de São Gregório Magno, Doutor da Igreja, são também os sete pecados capitais: Avareza, gula, luxuria, inveja, preguiça, ira e orgulho (soberba).
Podemos ver na foto o que talvez seja o mais lindo mosaico em relação ao momento em que Jesus expulsava os sete (07) demônios de Maria Madalena.

Seis (06) demônios representados por seis (06) espíritos negros e uma grande serpente, referência a antiga serpente do Jardim do Éden…

 

 

 

Sua roupa, vestes femininas, que outrora, foram vestes de sedução, vão pouco a pouco dando lugar as vestes de salvação, referencia a veste nupcial de Mateus 22, 11 são vestes do homem novo, Efésios 4,24 “e no seu caso das vestes da mulher nova”… 

 

   

Encontra nele “o rosto da misericórdia”(MV). Seu olhar misericordioso, era um olhar facinante , um olhar diferente. Seus olhos não eram como os dos outros homens, que enxergavam somente o lado de fora, ele, a enxergava por dentro… não era um olhar condenador, e muito menos sedutor, era o olhar de um Amor… um amor que ela ainda não conhecia, e agora, apaixonada estava. Não era uma paixão qualquer, era uma paixão com P maiúsculo, paixão com P de pureza, e de paraíso.

Maria Madalena encontra também “as mãos da misericórdia”, mão que apontava de forma diferente para ela, não como aqueles que a escolhiam para suas aventuras ou mesmo os que a condenavam. Aqui, a mão, o dedo de Cristo indicava quatro dimensões do amor de Deus. 

 

A primeira que o amor cria
Segundo, que o amor cura.
Terceira dimensão que o amor liberta.
A quarta dimensão é que o amor, chama.

Esse mal foi expulso da vida de Maria Madalena, e a Salvação de Jesus a transformou em uma mulher livre, feliz e restaurada…

Assim, o Senhor quer fazer com você hoje!

 

 

Cristãos maronitas da Terra Santa se reuniram no sábado, dia 14 de julho, em Isyfia, no Monte Carmelo, para celebrar o dia de São Charbel. Eles estão em cerca de 11 mil na Terra Santa e presentes em diversas cidades.

Além da Igreja Católica de rito latino, estão presentes na Terra Santa as de rito oriental, como a Igreja Maronita. Um santo muito popular entre os maronitas é São Charbel, celebrado na cidade de Isyfia neste final de semana.

Vamos conhecer um pouco mais sobre este santo e a realidade dos fiéis maronitas na terra de Jesus.

Na Terra Santa, os católicos maronitas estão em cerca de 11 mil e presentes também em cidades como Acre, Jaffa, Nazaré, Haifa e Ramleh. A maioria vive na fronteira com Líbano.

A Missa foi presidida pelo exarca patriarcal maronita, Dom Moussa El-Hage.

Além do árabe, o rito maronita prevê a celebração da missa em siro-aramaico, sendo o aramaico a língua que Jesus Cristo falava.

 

 No dia 16 de julho comemoramos o dia de Nossa Senhora do Carmo.

 

        

 

 

Em Haifa onde fica o Monte Carmelo que está situado no norte de Israel, nasceu a Comunidade dos Carmelitas, que significa, A Vinha do Senhor.

Todos os anos milhares de pessoas sobem ao Monte Carmelo para entregar a Virgem do Carmo suas necessidades e trazem em seus corações uma grande devoção a Maria e ao uso do escapulário. O escapulário é um sacramental, não dispensa os Sacramentos.

Nossa Senhora revelou o escapulário ao superior geral da ordem Simão Stock, um homem de muita fé, oração e devoto a Maria, hoje, um grande santo da Igreja, São Simão Stock. A revelação aconteceu quando Simão rezava em seu convento de Cambridge, na Inglaterra, no dia 16 de julho de 1251, ele pediu a Nossa Senhora um sinal de sua proteção que fosse visível não só para os devotos, mas também para os seus adversários. Foi aí que teve a visão em que Nossa Senhora lhe entrega o escapulário, com a promessa:

“Recebe, filho amado, este escapulário. Todo o que com ele morrer, não padecerá a perdição no fogo eterno. Ele é sinal de salvação, defesa nos perigos, aliança de paz e pacto sempiterno”.

Foi no Monte Carmelo que o profeta Elias venceu os falsos profetas dos deuses de baau e foi precedido por Eliseu. “ O desafio foi feito num lugar chamado Muhraka, lugar do sacrificio, ha 30 km de Stela Maris. Os 450 profetas de Baal, foram derrotados por este fogo que veio do céu somente quando Elias invocou, e assim ele pode mostrar, tanto ao povo de Israel quanto aos inimigos que o verdadeiro Deus é o Deus de Israel”. -Pe.Sergio Olmedo, ofm

O Monte Carmelo é um lugar da presença de Nossa Senhora, onde pelo seu carinho e cuidado de mãe nos aproxima de Deus.

 

 

Gruta de Santo Elias

 

Cúpula da Igreja

 

Santa missa hoje

      

 

 

Tel Aviv, uma cidade que traz uma história que se mistura com o tempo e com a beleza.

Muitos episódios bíblicos aconteceram aqui, na antiga cidade de Jaffa que hoje de Tel Aviv.

Yafo em hebraico e Jope em português, são nomes em diferentes idiomas da antiga cidade de Jaffa, onde possui o porto marítimo que é considerado o mais antigo do mundo. 

Esse local também é citado no livro de Josué a Tribo de Dã, uma das tribos de Israel e muitas outras histórias que se passaram por aqui. Em Atos dos Apóstolos encontramos que existia uma comunidade de hebreus que acreditam que Jesus era o messias. Aqui, Pedro ressuscita a jovem Tabita, temos também a casa de Simão o curtidor, local onde Pedro teve uma visão de animais e de uma toalha vindos do céu.

Encontramos a linda Igreja de São Pedro, dedicada aos acontecimentos daquele local.

Peregrinos do mundo inteiro passam diariamente por aqui e ficam surpresos com tamanha beleza e história retratadas em cada canto deste lugar.  

Uma cidade linda e acolhedora, que guarda uma preciosidade que podemos encontrar na Palavra de Deus.

 

Porto 

 

 

Casa de Simão

 

Igreja de São Pedro

 

 

Peregrinos que visitam a Igreja de São Pedro