Confira 3 observações que nos ajudam a entender a importância da participação do cristão na política brasileira

Pra muita gente, política e religião não devem ser assunto de cristão! Contudo, sabemos que a crise política e econômica no Brasil tem efeito direto na qualidade de vida e especialmente no bolso do brasileiro! A quantidade de participantes que foram às manifestações nas principais cidades do país mostra que cada vez mais pessoas têm se empenhado em acompanhar com mais detalhes a política no Brasil.

1- Fazemos política o tempo todo

Dentro de casa, costumamos absorver política no dia a dia, no sentido de aprendermos nossos direitos, deveres e o que podemos fazer para melhorar o local onde estamos. Obviamente que não tratamos, neste primeiro momento, de ciência política, mas sim de um entendimento prático do que é cidadania. page1

 

2- A igreja está inserida na política

A igreja católica busca a promoção do ser humano em todos os aspectos. Seria impossível atingir este objetivo sem passar pelos caminhos da consciência política.

A Igreja sempre manifestou o interesse nos assuntos políticos. É um dos objetivos da Igreja, seguindo o Evangelho, contribuir para a promoção de uma sociedade mais justa e solidária, onde os pobres e esquecidos também têm vez. Para isso, é preciso considerar passar pelo o viés da política.

Por fim, a história da humanidade, em determinados momentos teve e, tem a Igreja Católica geográfica e politicamente posicionada. O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, enfatiza que a vivência e o testemunho da fé têm page2muito a contribuir para a transformação da vida, com incidências próprias no âmbito político e partidário.*

 

O Padre Paulo Ricardo complementa afirmando que a Igreja tem um papel no mundo político*: “O fato de o Estado ser laico não impede esse trabalho profético da Igreja. O termo “Estado laico” significa, simplesmente, que quem deve mandar e decidir as coisas na sociedade civil são os cidadãos, não os Papas e bispos. Mesmo os membros da sociedade civil podem ser evangelizados e, uma vez convertidos, oferecer a sua contribuição para o bem comum e para a política.”

 

Muito tem sido feito, podemos citar o exemplo das Campanhas da Fraternidade, que incentivam o engajamento com diversas causas públicas; Há inúmeros parlamentares católicos que lutam para atuar em prol do bem comum; A CNBB e outras representações católicas costumam manifestar-se sobre posicionamentos políticos para um melhor discernimento por parte do cristão. Porém, ainda há muito a fazer, progressos podem acontecer a partir da união e engajamento dos cristãos.

page3

3- Sua participação na política vai além do voto

Um país é o resultado do voto de cada cidadão. Uma pessoa comum pode e deve contribuir para uma política mais justa e eficaz. Atualmente, a internet é um recurso que faz toda diferença na hora de buscar informação. Por meio da grande rede é possível desenvolver consciência crítica e dar força à mobilização social.

 

page4

Rezemos pelo Brasil! Engajemo-nos aos interesses comuns da sociedade! Tomemos posse, a cada dia, das bênçãos reservadas para a Terra de Santa Cruz!

 

* Veja a íntegra das referências: formacao.cancaonova.com/atualidade/politica/podemos-mudar-os-rumos-da-politica    e padrepauloricardo.org/episodios/o-papel-da-igreja-no-mundo-politico
**Você pode obter mais informações sobre este assunto no site http://formacao.cancaonova.com/atualidade/politica/

Identificamos trechos, na homilia do Papa Francisco na Vigília Pascal do Sábado Santo, que nos ajudarão a tomar posse da força da ressurreição de Cristo em nossas vidas.*

vigilia-pascal1edt

Papa Francisco na Vigília Pascal

 

A alegria da vitória frente ao Ressuscitado

O Evangelho do Sábado Santo, (Lc 24, 12), diz que o coração de Pedro estava tomado de tristeza pela morte do Senhor e de decepção por tê-lo renegado. Como acreditar na ressurreição? Como ter esperança depois de ter perdido o que lhe era mais precioso?

S pedro

São Pedro

Contudo, Papa Francisco explica, conforme as Escrituras, que Pedro “pôs-se a caminho”:  “Não ficou sentado a pensar, não ficou fechado em casa como os outros; Não se deixou enredar pela atmosfera pesada daqueles dias, nem aliciar pelas suas dúvidas; não se deixou absorver pelos remorsos, o medo e as maledicências sem fim que não levam a nada.  Procurou Jesus; não a si mesmo”, disse o Pontífice.

O que fez a diferença na atitude de Pedro foi deixar que a luz de Cristo reconstruísse sua esperança.

Os sepulcros pessoais aos pés do Ressuscitado

Papa Francisco afirma que a vida em abundância se desenvolve através da renovação constante da esperança. Jesus quer nos tirar da angústia.

Devemos nos esforçar para nos abrir ao Senhor e entregar a Ele nossos sepulcros: “Para que Jesus entre e dê vida; Levemos-Lhe as pedras dos ressentimentos e os penedos do passado, as rochas pesadas das fraquezas e das quedas.”

Evangelizar os problemas à luz do Ressuscitado

Problemas sempre existirão, contudo, Papa Francisco pede para iluminarmos os problemas na luz de Cristo. Evangelizar os problemas é evitar que os medos se apoderem do coração.

Escutemos a palavra do Anjo: “o Senhor não está aqui; ressuscitou!”

O papa complementa que crer não é otimismo, nem atitude psicológica. A esperança cristã é um dom de Deus e não decepciona. “O Consolador não faz com que tudo apareça bonito, não elimina o mal com a varinha mágica, mas infunde a verdadeira força da vida, que não é a ausência de problemas, mas a certeza de sermos sempre amados e perdoados por Cristo, que por nós venceu o pecado, venceu a morte, venceu o medo.”

                                                                                                                           Chamados a anunciar o Ressuscitado

vigilia-pascal3edtO pontífice afirma que somos chamados a anunciar o Ressuscitado com a vida e através do amor. Devemos recordar as obras de Deus. Ele explica sobre a Santa Palavra, que narra a fidelidade e o amor de Deus por nós.

Ele pede para que não esqueçamos a Palavra e suas obras, para não nos tornarmos cristãos sem esperança; “por isso façamos memória do Senhor” – para sermos sentinelas da manhã que sabem vislumbrar os sinais do Ressuscitado”.

Conservar a esperança pelo ressuscitado

Papa Francisco encerra a homilia encorajando a cada um de nós a nos  abrirmos para recebermos o dom de esperança.

“Abramo-nos à esperança e ponhamo-nos a caminho; a memória das suas obras e das suas palavras seja a luz resplandecente, que orienta os nossos passos na confiança, rumo àquela Páscoa que não terá fim.”

*Fonte: site do Vaticano

pagesemjozepagespftx casalultimso1317

Estação I2 Estação IIEstação IIIEstação 4estação 567891011111314

Confira os principais momentos do evento

12814025_1215204875173979_4361916789392735219_n

 

 

 

 

 

 

 

 

Oração, unção, combate! Os dois dias do evento “NO COMBATE DA ORAÇÃO” foram marcados por momentos fortes de oração e anúncio da Palavra. Os pregadores, missionários da Canção Nova, Antonieta e padre João Marcos, vieram de Cachoeira Paulista, sede da Canção Nova em São Paulo. Em meio a pregações e muita oração, eles destacaram elementos importantes para quem deseja ser um combatente na oração. “Precisamos ter consciência de que não combatemos contra as pessoas, mas contra as forças espirituais do mal”, disse Antonieta.

No sábado, primeiro dia do evento, Antonieta explicou sobre a importância de tomar posse da “Armadura do cristão”, passagem da Bíblia em Efésios 6*.

10004060_1215205095173957_4990244545262173544_n

Antonieta

 

10441176_1215203988507401_6455041900500011527_n

Padre João Marcos e Antonieta

De oração também falou padre João Marcos, ele convidou a todos a rezar com ele a oração de São Patrício. Foi um forte momento de libertação para quem estava presente.

 

Entre as centenas de participantes, encontramos Daniela Soares. Católica fervorosa, ela contou que se sentiu revigorada para encarar as batalhas do dia a dia. “Aprendi muito sobre ser uma combatente na oração, como mudar meu comportamento cotidiano para ser inteiramente de Deus. Hoje já comecei um novo dia com uma nova mentalidade e principalmente com disciplina para uma vida de oração em meio à correria do dia a dia.”

 

Na Santa missa, no encerramento do evento, padre João Marcos contou seu testemunho de vida e enfatizou sobre a importância da oração no cotidiano, como arma poderosa para o combate.

1797625_1214753671885766_7500340428513792510_n

Nos dois dias do evento houve adoração ao Santíssimo Sacramento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* Você pode encomendar um cd com as pregações do acampamento na Loja da Canção Nova em Vitória da Conquista.

A Canção Nova de Conquista realiza, no próximo fim de semana, o primeiro evento neste ano. Quer saber o que tá rolando nos  preparativos finais? Clica no vídeo!

 

Pelo Dia Internacional da mulher vamos contar o testemunho de mulheres de três gerações de uma família, que representam a virtude feminina na igreja!

 

Essas são Maria Inês, Rita e Dona Florinda IMG-20160304-WA0001

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Filha, mãe e avó. Três mulheres de fé, assíduas e fervorosas na igreja. Através da história delas, identificamos cinco virtudes que todas mulheres de fé têm aptidão para desenvolver. O mundo agradece, a família agradece e a Igreja Católica exulta!

“Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor em muito ultrapassa os das mais finas jóias.”

Provérbios: 31

1 – Colocar Deus no centro da família

Essas mulheres de fé assumiram o compromisso com Deus de colocá-lo no centro de suas vidas. “È Ele que norteia as nossas ações, a Ele entregamos as nossas dificuldades, planos e é Nele que nos fortalecemos através da comunhão. Somos muito agradecidas por todas as bênçãos que são derramadas sobre a nossa família e diante de momentos difíceis vemos a importância de perserveramos na fé, confiando e entendendo que tudo que nos acontece é vontade de Deus. Sentimos constantemente a presença dele que é o centro da família e a fonte verdadeira de paz e alegria”, explica Inês.

2- Inserir os filhos desde pequenos nos valores da Igreja

Rita conta que desde criança Dona Florinda a ensinou a procurar a igreja e participar. Rita cresceu participando da catequese, depois dos grupos de jovens e movimentos. “Foi muito bom pra mim e por isso eu passo hoje pra Maria Inês tudo o que eu aprendi porque Jesus é o nosso alimento, alimento da alma, sem Ele nada somos.”

2- Devoção à Nossa Senhora e aos santos:

A família de Rita é devota da Virgem Maria. O nome de Maria Inês é homenagem à mãe de Jesus. “Tive uma experiência muito forte com nossa Senhora na gravidez, então é uma homenagem”. Já o nome “Inês” veio da devoção a Santa Inês. Rita transmite aos filhos o que recebeu e este é o equilíbrio de sua família.

3- Manter viva a chama do Espírito Santo

É o que Dona Florinda, Rita e Maria Inês precisam para ser felizes: o Espírito Santo! “Aprendemos de Deus a importância de sermos fiéis a Ele e a não permitir que a chama do Espírito Santo se apague em nossa vida, pois é o que necessitamos para sermos felizes e virtuosas.”

4- Colocar as virtudes femininas a serviço de Deus

Inês afirma que ao ouvir a voz de Deus, ela, sua mãe e avó buscaram ser firmes na fé e pedem ao Senhor a graça da sabedoria e da humildade. Elas vêm na obediência da Virgem Maria um exemplo: “Por isso, nos esforçamos diariamente em pôr nossas virtudes a serviço de Deus para agradá-lo e consequentemente encher-nos de alegria”.

5- Ser sinal de Deus para a família e a sociedade

Maria Inês, Rita e Dona Florinda acreditam que a mulher cristã tem como talento especial o saber cultivar constantemente a presença de Cristo no lar, sendo também alimento espiritual para todos. Para elas, a mulher de fé tem grandes missões no dia a dia: “Demonstrar com a própria vida o amor a Deus e transmitir à geração futura a mensagem da fidelidade ao Pai na criação de seus filhos”.

E assim, com o exemplo dessas três gerações de fé, prestamos a todas as mulheres nossa homenagem, orando para que cada uma possa irradiar o amor de Deus, assim como fez nossa grande referência feminina, a Virgem Maria, serva obediente e humilde, exultemos com ela neste dia!

“A minha alma glorifica o Senhor.
Meu espirito se alegra em Deus, meu Salvador.
Porque pôs os olhos na humildade da sua serva.
Doravante todas as gerações me proclamarão Bem-aventurada.
Porque o Todo-poderoso fez em mim maravilhas.
Santo é o seu nome.
A sua misericórdia se estende de geração em geração
sobre aqueles que o temem.
Ele manifesta maravilhas com o seu braço:
Dispersa corações orgulhosos.
Derruba o trono dos poderosos,
e exalta os humildes.
Aos famintos ele enche de bens
despede os ricos de mãos vazias.
Socorre seu povo, seu servo,
lembrando sua própria misericórdia,
como havia prometido aos nossos Pais,
em favor de Abraão e de sua descendência
para sempre.”

                                            Magnificat

                                          Lucas 1: 46-55

Dois missionários da Igreja: Elias – servindo a Deus na sua vocação de esposo, pai e profissional; Wanda – esposa, mãe e consagrada à Canção Nova. Um sendo o suporte do outro na missão a qual lhes foi confiada.

Wanda e Elias vivem um momento especial. Assim como eles, quem chega às bodas de prata nos tempos atuais pode até ser visto como herói, pois não é verdade que cada vez mais os casamentos duram cada vez menos? Mas o que fazem as pessoas que chegam lá? O que fizeram Wanda e Elias para permanecerem juntos já tantos anos? Uma coisa eles garantem: um casamento feliz e duradouro requer mais simplicidade do que atos heróicos!

vanda e elias

Esse casal tem um relacionamento maduro! Eles afirmam, neste momento de celebração, que se amam mais do que no início! Foi uma conquista diária, sem fantasias e com pé no chão! “Hoje é muito fácil dizer que acabou o amor porque as pessoas não querem viver de renúncia, se eu não faço o que ele quer na hora que ele quer ele não pode pensar: “Ah então já não me ama mais!”, disse Wanda.

 

wanda e elias 1Wanda e Elias viram que o diferencial é o compromisso para fazer o outro feliz. Eles afirmam que é preciso ceder, em determinados momentos, para que o seu cônjuge se sinta bem. E quanto à rotina? Wanda acrescenta que é preciso sempre criar algo em Deus para que o amor não morra. “Se eu não cultivar, cuidar, vai virar rotina, não posso esperar só por ele, vai depender também de mim para que nosso casamento não se torne rotina.”

Então é simples assim? Sem rotina, ceder, cuidar, pronto? Mais ou menos! O casal esclarece que é preciso um algo a mais, que só Deus pode dar. Desde o namoro eles buscam a Deus. Elias disse que a presença de Wanda melhorou a espiritualidade dele. E Wanda enfatizou que o casamento ficou melhor quando colocaram Deus no centro. Ela percebe que isso acontece com muitos casais, de colocar o esposo ou a esposa em primeiro lugar, mas o primeiro tem que ser sempre o Senhor, “a Canção Nova me fez entender isso”! “Hoje eu amo mais meu esposo, minha família, mas em primeiro lugar está Deus.”

O casal conta, entre risos, que se fosse para se escolherem não teriam se escolhido! Mas como Deus gosta muito de romance, Ele mesmo os separou, pois foi o Senhor quem os quis primeiro como casal!

O casal Wanda e Elias com os filhos Wanderson e Matheus

 

 

Leia outros posts relacionados:

Problemas no casamento – Professor Felipe Aquino

Traga Deus para o seu namoro e terá um casamento feliz

Comunicamos a você que nossos grupos de Oração voltarão a sua programação normal a partir do dia 18 de janeiro.

Dia 18 – Retorno do Grupo São Miguel Arcanjo às 19:30h
Local: Lar Santa Catarina de Sena – Av. Frei Benjamim, 1347 – Bairro: Brasil.

Dia 19 – Retorno do Grupo São Rafael Arcanjo às 19:30h
Local: Comunidade Sagrado Coração de Jesus às 19:30h – Rua Nilo Peçanha, s/n – Bairro: Sumaré.

Dia 21 – Retorno da Missa do Clube da Evangelizaçãoàs 19:30h
Local: Comunidade Sagrado Coração de Jesus às 19:30h – Rua Nilo Peçanha, s/n – Bairro: Sumaré.

programacao missao 2015

 

 

 

Vigilia de ano novo 2015

 

Vigília de Ano Novo 2015 é na Canção Nova
Com Padre Ivan Paixão e toda Comunidade Canção Nova de Conquista

Dia 31 de dezembro a partir das 22h
Local: Lar Santa Catarina de Sena
Av. Frei Benjamim, 1347 – Bairro Brasil – Vitória da Conquista

Informações: 77-3201-9015
email: promocaoconquista@cancaonova.com

Vamos celebrar os 7 anos da Loja Canção Nova em Vitória da Conquista, evangelizando através dos produtos Canção Nova.

Tema: CORAÇÕES CURADOS, A CHAVE PARA A FELICIDADE
Dias 21 e 22 de novembro/2015
Local: Lar Santa Catarina de Sena
Av. Frei Benjamim, 1347 – Bairro Brasil.
Entrada 1Kg de alimento
Horarios: sabado a partir das 14h e domingo às 08h
Sábado às 20h – Noite Oracional com Ana Lucia Lançando seu CD Jesus, nome sobre todo Nome
informações: 77-3201-9015

aniver loja 2015

Convidamos você para estar conosco no Evento da Canção Nova na Cidade de Jequié-BA.

Nos dia 23 a 25 de outubro
Local: C.E.U -Centro de Evangelização e Unidade
Entrada 1Kg de alimento
Informações: 73-8862-8130 / 77-3201-9015

Presenças dos missionários da Canção Nova:
Padre Euzebio Muniz / Padre João Marcos / Ana Lucia / Juliana de Paula

Restaura Jequié 2015

Estamos preparando para você um Encontro para Famílias

No dia 20 de setembro a partir das 08h no Lar Santa catarina de Sena – Av. Frei Benjamim, 1347, Bairro Brasil.
Teremos as presenças dos missionários:
Cleto Coelho e Carla Astuti
Ana Lucia e Carlos Biajoni
Lenadro Gavioli e Fabia
Padre Euzebio Muniz

Contamos com você e sua família!

kairos para familias

Venha participar conosco deste momento forte de experiência com os dons do Espírito Santo.
De 1º de setembro a 27 de outubro às 19:30h – Todas as terças-feiras na Comunidade Sagrado Coração de Jesus, estará acontecendo o Seminário de Vida no Espírito Santo, serão nove semanas com temas que farão você ter uma nova experiência com o Senhor.
Mais informações pelo telefone: 77-3201-9015 

seminario prog 2015

 

Programe-se para nossos próximos eventos:

Canção Nova de Vitória da Conquista

 

aniver da radio 2015

Network-wide options by YD - Freelance Wordpress Developer