A Igreja Católica do Paraná se prepara para a 2º edição do Muticom – Multirão de Comunicação. A capital paranaense será a sede deste grande e importante evento que acontecerá entre os dias 7 e 9 de julho de 2017.

Reserve esta data, acesse o site do evento e fique por dentro de tudo o que vai rolar- Clique Aqui

 

II Muticom PR - Folder Frente - Final

II Muticom PR - Folder Verso - Final

 

Apoio: Canção Nova em Curitiba – Lugar de Encontro com Deus!

Whats (41) 9 9882-1370

Tarde de Louvor

“Nossa Força está no Nome do Senhor Nosso Deus” Sl 20,8

Domingo 26 de março

15h – Animação

15h30 – Terço da Misericórdia – Eliete

16h- Pregação – Márcio Todeschini

17h – Oração- Sílvia Novadzki

17h20- Avisos

17h30 – Intervalo

18h – Animação

18h – Translado do Santíssimo para o rincão- adoração ( Márcio T. Claúdia/Sílvia)

19h – Intervalo

19h30 – Missa – Pe Gevanildo Torres

OBS: programação sufeita a alteração sem aviso prévio

Cerco de Jericó

Cerco de Jericó

CERCO DE JERICÓ – Sábado para Domingo

VIGÍLIA – Dia 25 para dia 26/03

22h – Animação

22h30 – Pregação – Márcio Todeschini ( Nossa força está Nome do Senhor Deus Sl20,8)

23h30 – Oração – Fernando Fantini/ Paulinho Lemes

00h – Intervalo

00h30 – Santo Terço- Claúdia Brito

01h – Animação

01h30 – Adoração / Passeio do Santíssimo

Condução: Márcio Todeschini

03h – Intervalo

03h30 – Terço da Misericórdia: Aline Mendes e Valéria Mendes

04h– Santa Missa: Pe Gevanildo

Programação sujeita a alteração sem aviso prévio

Cresci numa paróquia dedicada a São José, e esse crescimento não foi somente na idade mas também em minha devoção por ele e mais ainda, na minha filiação.

Me recordo de uma das festas de 19 de março, tinha uns 12 anos, olhando para seu quadro, refletia com certo pesar ele ser chamado como “pai adotivo de Jesus”, até que senti muito forte em meu coração : “Como pai adotivo de Jesus, eu também te adotei e assumi Eu mesmo a tua paternidade”, e isso foi um divisor de água na minha vida, principalmente pelo fato de não conhecer meu pai biológico.

Já se passaram mais de 15 anos e essa voz continua latente em mim, é uma honra poder testemunhar ao longo da minha história os cuidados de São José, digo com toda convicção de que Ele realmente me assumiu, Ele é meu pai.

Sua presença é ainda mais discreta que Nossa Senhora, mas como Ela também é real!

E isso eu testemunho com o coração extremamente grato, sou missionária da Comunidade Canção Nova e hoje moro em nossa casa de missão em Toulon na França, justamente ao lado de uma cidade chamada Cotignac, local aonde Ele apareceu.

O que descrever desse local ?

Ainda não encontro palavras … apenas a felicidade de saber e assim me sentir “filha”.

Tem um pai que cuida de mim! Tem um pai que cuida de nós!

Não quero simplesmente contar a minha experiência, mas quero motivá-los a fazer a sua.

Que nesse mês seu coração se aproxime das virtudes desse homem e que 19 de março seja um dia marcado pela Sua Presença tão concreta como foi comigo.

Vá visitar seu pai! Ele te espera!

E se você quiser escrever um bilhete ou um pedido de oração para São José, deixe aqui nos comentários, eu faço questão de entregar em mãos a vida dos meus irmãos.

E assim façamos das palavras de Santa Teresa D’Ávila a nossa :

” Assim, tomei por advogado e senhor o glorioso São José, encomendando-me muito a ele. Vi com clareza que esse pai e senhor meu me salvou, fazendo mais do que eu podia pedir, tanto dessa necessidade como de outras maiores, referentes à honra e à perda da alma. Não me lembro até hoje de ter-lhe suplicado algo que ele não tenha feito. Espantam-me muito os muitos favores que Deus me concedeu através desse bem-aventurado Santo, e os perigos, tanto do corpo como da alma, de que me livrou. Se a outros santos o Senhor parece ter concedido a graça de socorrer numa dada necessidade, a esse Santo glorioso, a minha experiência mostra que Deus permite socorrer em todas, querendo dar a entender, que São José, por ter-Lhe sido submisso na terra, na qualidade de pai adotivo, tem no céu todos os seus pedidos atendidos. “

Meu pai São José

 Edna Carvalho – Canção Nova França

Homilia Pe Gevanildo Torres – Encontro de Oração “Mulheres que oram”

Encerramos nosso encontro de oração com a Santa Missa, presidida pelo Pe Gevanildo Torres, que nos instiga dizendo que  Deus nos da a graça de viver a transfiguração, porém precisamos passar pela cruz. Jesus realiza o discurso sobre a cruz e o sofrimento e 6 dias após leva seus discípulos ao Monte Tabor onde uma brisa os encontra acalmando os corações.

Deus nos oferece  esses momentos para refrigerarmos nossa alma. Quantas vezes nós escolhemos ficar acomodados no comodismo do que agir de forma contrária e realizar a vontade de Deus?  Muitas vezes por preferirmos o fácil a não querer viver o desafio de Deus, tirando de nós a capacidade de lutar e de seguir em frente.

Na primeira leitura, Abraão foi chamado por Deus para sair da sua terra e evangelizar, foi necessário que ele saísse de seu seu comodismo para que Deus o levasse a  terras novas em busca da vontade de Deus.

Levantai-vos, não tenhais medo! É no sofrimento e na angustia que amadurecemos a nossa fé. Deus nos chama a experimentar a vontade de Deus, mesmo com o sofrimento, pois este se torna uma preparação para a gloria eterna.

Padre Geva 2

Deus nos chamou para uma vocação santa pois, o que Deus te pede, ninguém mais pode fazer por você! Se não assumimos a cruz de cada dia o jugo pode ficar cada vez pior, não por que Deus é ruim mas por que fugimos do nosso treinamento de carregar a cruz.Deus é o nosso consolo de cada dia, o folego necessário para respirarmos.

Deus nos da a graça de viver uma transfiguração diariamente, porém precisamos viver a cruz.

Avance na vontade de Deus e realize os sonhos de Deus a sua vida

Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado.

 

Nosso encontro terminou!

Você pode acompanhar todas as fotos e videos desse encontro pelo facebook

Acesse: https://www.facebook.com/cancaonovacuritiba/

 

Mês de março temos cerco de Jericó, dias 20 a 26 de março!

Se programe e venha passar uma hora com o Senhor! Ele te espera!

Deus abençoe.

Homilia – Encontro de Oração “Mulheres que oram”

Padre Gevanildo Torres nos traz nesta homilia da Santa Missa do Encontro de Oração para Mulheres a palavra de Deus nesta tarde sobre o pacto de amor imensurável a nós e a capacidade feminina de amar.

Nos fica a pergunta, Como nós estamos relacionando com Deus e como estamos nos relacionando com nossos irmãos? Superficial seria se relacionarmos somente com Deus sem colocar em atitudes concretas os pedidos de Deus para o mundo.

17191059_1235132836582468_225124629092688899247_n

Na primeira leitura Deus nos ordena a cumprir suas ordens. O Senhor nos escolheu para se sejamos um povo particular, realizando o pacto entre Deus e a cada um de nós por isso precisamos ser fieis a Ele e honrar seus mandamentos. Não há pacto quando uma das partes não estiver de acordo. O nosso relacionamento com Deus precisa ser da mesma forma, Deus é fiel em sua parte mesmo que sejamos infiéis a Ele.

O Evangelho de hoje (Mt 5 43-48) nos mostra uma comparação do amor de Deus com o amor de uma mãe ao seu filho. As mulheres possuem uma capacidade maior de viver o amor devido a essência da maternidade. O amor de uma mulher não se esfria, é sempre vivo, porém nossa realidade de mundo tem tentado tirar o amor verdadeiro de uma mulher e tem colocado ódio, rancor e discórdia, retirado de nós o cuidado, o amor e a entrega. Num relacionamento de mãe e filho, por mais que o filho seja infiel a mãe nunca o deixará de amar. Esse é o amor de Deus a nós!

O Amor de uma mulher tem a capacidade de trazer a paz ao seu lar, ressuscitando as realidades do mal que nos cercam, porém a linguagem do mundo nos eleva ao ponto de destruir a nossa essência de amar. Precisamos voltar a amar de verdade e nos capacitar em perdoar e a amar nossos inimigos vivendo o bem pois a recompensa de Deus sera muito maior. É doloroso porém a alegria supera todas as dores. Você não será vencedora se não amar.

Peçamos a Deus a capacidade de amar de verdade!

 

Logo mais as 20 horas, Noite de louvor e adoração para as Mulheres

Casa de Evangelização Canção Nova em Curitiba

Avenida Marechal Floriano Peixoto 4809 – Vila Hauer

 

Segunda pregação – Encontro de Oração “Mulheres que oram”

Rogerinha nos traz nessa tarde sobre a realidade da mulher nos primeiros tempos e a importância da ousadia de Jesus em reconhecê-las como imagem e semelhança de Cristo para torná-las testemunho para nós.

A mulher na época de Jesus era muito desvalorizada. Jesus veio romper o jugo da vida delas. Naquela época a mulher tinha que se esconder cobrindo seu rosto e sempre discreta. As mulheres deveriam seguir todos os gostos dos homens por que se não fosse dessa forma o casamento se desfazia, se a mulher fosse estéril poderia ser trocada, como exemplo Isabel precisou se esconder quando soube que engravidou com idade avançada. Jesus veio ao mundo também para mudar essa concepção e decidiu passar pela vida de algumas mulheres trazendo valores a ela sendo necessário intervir na vida dessas mulheres para nos dar chances de viver essa experiencia com ele.

17264885_1235002979928787_4155369030597408356_n

Hoje as mulheres estão se desfigurando pois estão assumindo tantas responsabilidades e esquecem de viver a essência de ser mulher. Temos vários tipos de mulheres, a mulher materna é aquela que cuida de tudo e de todos os afazeres da casa, a mulher amazônica é aquela aventureira e cheia de responsabilidades. mulher sedutora é aquela que se move pela sexualidade e a mulher mistica é aquela mulher de oração.

Dentro da sagrada escritura temos várias mulheres como Marta, aquela mulher materna que deixa a melhor parte para cuidar da casa, a mulher samaritana é aquela mulher sedutora que jesus encontrou para curá-la desse pecado e que se escondia de si para que as pessoas não a julgassem.

Precisamos ser uma mulher completa e não parcial pois não adianta nada ser aquela mulher orante que não dá atenção ao filho, a melhor profissional que não sabe agradar o seu marido. Precisamos ser mulheres equilibradas. Jesus veio quebrando todos os preconceitos daquela época por que ele precisava formar aquelas mulheres para Deus, precisava formar mulheres equilibradas.

17264460_1235003343262084_8747596190395090374_n

Precisamos também nós sermos mulheres completas, trabalhadoras, responsáveis com sua família, marido, filhos e também mulheres de oração.

 

Logo mais as 18 horas, santa missa com Pe Gevanildo Torres aqui na Casa de Missão Cancão Nova em Curitiba

 

Primeira pregação – Encontro para Mulheres

Iniciamos nosso encontro de oração para mulheres com o tema “Mulheres que oram” . Antonieta Sales nos convida a rezar e nos alerta que o Senhor nesta tarde vai levantar mulheres orantes!

17201059_1234926846603067_9053798652278395168_n

O desejo de Deus é primeiramente moldar e trabalhar em seu coração, para que assim tenhas força para entrar nesse combate e clamar a Deus pelas gracas!

Não há justificativa de Deus quando o homem realiza uma traição, sim é pecado e precisa ser haver arrependimento e confissão, porém Deus vê e confirma também que é pecado quando não o perdoamos, por esse motivo precisamos reconhecer nosso pecado e pedir perdão.

Quando nos reconhecemos e observamos o que precisamos mudar em nós podemos viver a liberdade em Deus. Deus é exigente e nos exige transformação, nem que seja necessário a humilhação!

Peça primeiro que Deus te perdoe e te transforme, insista também em pedir o perdão constantemente. Precisamos quebrar nossas reservas para viver um relacionamento límpido com Deus.

Quando estamos no Espirito Santo, Deus age em nós e em nossa família! Temos que buscar nossa conversão pessoal, buscar vencer o pecado pela misericórdia.

Devo transformar a minha casa em um lar, num lugar de paz, alegria, descanso e amor. Cuidar da nossa saúde a da saúde de todos da casa.

Por que sou mulher, a força me encontra. Prepara-te fisicamente, espiritualmente e profissionalmente se você quer ser sua mulher de oração. O desespero é o pecado da fata de esperança, por esse motivo, não se desespere!

Já ouvimos muitas vezes que o homem é a cabeça e a mulher é o coração do casal. A mulher orante permite que o marido seja a cabeça por que ela sabe, tem certeza e se garante que é o coração e se o coração parar o corpo morre! Nos saímos da costela por que esses ossos protegem todos os órgãos vitais e tudo o que Deus nos da de mais sagrado para que nós protejamos é nossa família. Nenhum homem é melhor do que a mulher e nem a mulher é melhor do que o homem por que ambos foram criados por Deus.

17202726_1234928526602899_2798577695329697352222_n

A mulher orante alegra-se com o sucesso do seu negócio. Te torna sempre vigilante e em oração! Vive conforme a vontade de Deus! Mulher sorri para o futuro, profetiza!

Ser firme e reconhecer o que somos, buscar a graça e a transformação em Deus e começar a orar são os passos para a mudança de nosso lar. Mulher forte não tem medo de olhar para o céu e saber que Deus quer transformar primeiro o seu coração!

Deus te convida: experimente rezar novamente. Você verá o que a força da oração fara na sua vida!

Logo mais as 16 horas pregação com Rogerinha Moreira!
Participe conosco!

 

Realidade Carcerária

Este ano de 2017 demarca duas décadas da realização da Campanha da Fraternidade (CF) de 1997, que teve como tema “A Fraternidade e os Encarcerados” e lema “Cristo liberta de todas as prisões”.

O propósito daquela edição da CF foi despertar a sensibilidade e a solidariedade dos cristãos, para com as vítimas e para com os encarcerados, fazendo com que toda a sociedade percebesse a realidade das mazelas carcerárias no Brasil.

E a Rádio Canção Nova Curitiba, traz um programa especial que abordará está situação dos presídios no Estado e a luta da Igreja pela preservação da dignidade humana.

Representantes da Pastoral Carcerária, serão nossos convidados para falarem sobre essa realidade.

O Especial CN com o tema: Realidade Carcerária e desafios da Igreja, será exibido dia 15 de março a partir das 09h30 aqui na sua Rádio Canção Nova Curitiba.

 

Mande sua pergunta sobre o assunto para o amctba@cancaonova.com ou radiocuritiba@cancaonova.com, que ela será respondida durante o programa.

Como Sintonizar a Rádio Canção Nova Curitiba

 

A Rádio Canção Nova Nossa Senhora da Luz foi inaugurada no ano de 2004, na capital paranaense. Ela pode ser sintonizada na frequência 1370 AM, através do blog da missão de Curitiba e pelo aplicativo para smartphones “Rádio CN Ctba”:

Com programação local e ao vivo, pode-se acompanhar ainda toda a programação da Rede Canção Nova de Rádio.

 

Se você possui um smartphone, veja como baixar:

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.cancaonova.radios

 

Rádio Canção Nova Curitiba, espalhando o Amor pelo ar!

 

Veja os nossos contatos:

Endereço: Av. Marechal Floriano Peixoto, 4809 – Hauer – Curitiba – PR

E-mail: amctba@cancaonova.com / radiocuritiba@cancaonova.com

Telefone: (41) 3091 1370

WhatsApp: (41) 9882 1370

Facebook: radioCncuritiba

Twitter: @ radiocncuritiba

Frequência: 1370 AM

Algumas sábias mulheres, sem dúvida, passaram em nossa vida. Talvez, aquela professora da primeira série que, se pudéssemos, repetiríamos de ano só pra ter ela como nossa professora novamente. Tão doce, prestativa, tão amável, que quando segurava naquelas mãozinhas, tão pequenas para ensinar a escrever, nos sentíamos capazes de tudo, descobríamos um mundo! A catequista, tão sorridente, terna, que sabia explicar quase tudo sobre Deus e, mesmo na complexidade do assunto, conseguia fazer um Ser tão grande tornar-se tão acessível a “pequenos” corações. Deus podia ficar bem ali, do nosso ladinho, tão próximo que era possível sentí-Lo.  Tinha também a nossa avó, tão forte e destemida, com tantos dons. Aaah! Ela parecia possuir todas as virtudes: sabia cozinhar como ninguém, lavava, passava, cuidava da casa, cuidava da gente, dava banho, passava um perfuminho e, depois, fazia aquele leitinho com chocolate tão gostoso que o mundo poderia acabar em chocolate… e em avós, rs! Elas eram os ideais de mulher que admirávamos e desejávamos parecer.

 É certo que algumas dessas figuras marcaram as nossas primeiras experiências de vida, na escola, na igreja, em casa, e continuarão, para sempre, em nossa história. Mas, talvez, elas não sejam mais os modelos da mulher que almejamos ser. O perfil da mulher admirada mudou um pouco. Estão em alta as mulheres bem sucedidas em seus relacionamentos, na profissão, de uma beleza, cabelo, pele e roupas impecáveis, que viajam pelo mundo, que compram o que desejam e são financeiramente estáveis, as que ostentam uma vida, aparentemente, sem muitos problemas. Parece que a felicidade é reservada a essas poucas “merecedoras” de tal sorte.

E, pra falar a verdade, nós, mulheres, desejamos ser simpáticas, generosas, destemidas, inteligentes, decididas, cuidadosas, amáveis, trabalhadoras, organizadas, realizadas na profissão, queremos nos sentir lindas! Até nos sentimos um pouco “especialistas” em tudo: em casa, nos trabalhos e relacionamentos. Mas, no fundo, o que nós desejamos mesmo é apenas uma coisa: viver uma vida que faça sentido. E a vida, para nós, só faz sentido quando podemos amar e ser amadas, quando somos capazes de transformar o mundo de alguém. Queremos nos sentir importantes para alguém. Queremos ser tuuuuudo isso mesmo (simpáticas, generosas, destemidas, etc…), mas, o sentido é que muda tudo: desejamos ser PARA alguém. A nossa razão de ser – feliz – é existir PARA o outro. Nos realizamos com a realização de quem amamos, nos alegramos com a alegria daqueles que amamos, mesmo que, para isso, seja necessário o sacrifício de nós mesmas. E o contrário, também é verdadeiro; fazemos nossa a dor e a tristeza de quem amamos.

É bem próprio da mulher gerar vida, dar a sua própria vida para que outro possa viver. A mulher – assim como o homem – é imagem e semelhança de Deus. E é característica de Deus dar de Si, da Sua própria vida. Basta lembrar do sacrifício do Seu Filho Jesus Cristo na Cruz: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo. 3,16). Deus fez a mulher com essa capacidade: dar a vida. Por causa da sua maternidade, ela gera vida, mas também, em toda a sua forma de viver, no seu jeito de ser, de doar-se, de cuidar, ela expressa a própria vida de Deus, um Deus que ama e que, por isso, se entrega, dá de Si: “ninguém me tira a vida; Eu a dou livremente” (Jo. 10,18).

Podemos nos fazer uma pergunta: eu me tornei a mulher que sempre quis ser? Pode ser que estejamos bem longe de tudo o que desejamos ser um dia e aquele modelo de mulher que sonhávamos nos tornar, já tenha ficado para trás. Talvez, até já nos distanciamos bastante daquelas mulheres que admirávamos: a professora, a catequista, a avó… Mas, o que não podemos permitir é que deixemos de lado o que é próprio da nossa essência: somos chamadas a revelar Deus – que é invisível – através do nosso jeito de amar: dando a vida.

Contudo, se a fé é pequena, se o amor é inconstante; se a esperança está perdida ou se a dor é grande, fazemos muito bem em pedir, muitas vezes, a ajuda de Maria, a mãe de Jesus, nosso Salvador. Maria, certamente, é o modelo de mulher mais bonito que podemos imitar porque ela, sim, soube amar dando a sua vida, com todo o significado do que é dar a VIDA, porque a sua VIDA era DEUS. Quando nós mulheres damos a nossa vida, amando, damos ao outro o próprio Deus, que é Amor, e, assim, nos tornamos a mulher que Deus sempre quis.

Feliz dia das mulheres que são capazes de amar dando a vida!

Por Maria Pinheiro

Comunidade Canção Nova

Maria de Fátima Blog

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com