Namoro tempo de escolha, não de celebrar a sexualidade

As coisas da vida somente são boas e nos fazem felizes se são usadas dentro de sua finalidade. Você não pode, por exemplo, usar o seu celular como um martelo!… Desvirtuando a sua finalidade, você provoca dano. Com o sexo se dá o mesmo; se for vivido fora do seu sentido, estraga tudo. Qual o sentido do sexo? O sexo, no plano de Deus,  tem duas dimensões, finalidades: “unitiva” e “procriativa”; elas se completam. Deus fez do casal humano “a nascente da vida” (Paulo VI); e assim deu ao homem a honra, a glória e a missão de gerar e educar os filhos.  Nenhuma outra missão é mais nobre do que esta.

Se é belo construir casas, carros, aviões…, mais belo ainda é gerar é educar um ser humano, imagem e semelhança de Deus. Nada se compara à missão de ser pai e mãe.  Na aurora da humanidade Deus disse ao casal: “multiplicai-vos”. “A dualidade dos sexos foi querida por Deus, para que o homem e a mulher, juntos, fossem a imagem de Deus” ( Paulo VI). 

É através da atividade sexual que o casal se multiplica e se une profundamente; isto é um desígnio de Deus. O ato sexual é o ato “fundante” da geração do filho, porque é por ele que a doação amorosa do casal acontece.  É por isso que a Igreja não aceita outra maneira de gerar a vida humana. A geração de um filho tem de ser um ato de amor dos pais; por isso a fecundação não pode ser passada para as mãos dos médicos e bioquímicos.

Por outro lado, a relação sexual une o casal. Há muitas maneiras de se manifestar o amor: um gesto atencioso, uma palavra carinhosa, um presente, uma flor, um telefonema…, mas a mais forte manifestação de amor entre o casal, é o ato sexual. É a “liturgia” do amor conjugal. Ali cada um não apenas dá presentes ao outro, nem só palavras, mas “se dá” ao outro física e espiritualmente. É a expressão da “entrega da vida”.

Ora, você só pode entregar a sua intimidade profunda a alguém que o ama e que tem um “compromisso de vida” com você para sempre!

Qual é a diferença entre o sexo no casamento, realizado com amor e por amor, e a prostituição? É o amor baseado num compromisso de vida para sempre. Se você tirar o amor, o sexo se transforma em prostituição, comércio.

No plano de Deus o sexo é diferente, é manifestação do amor conjugal; é a “marca” na alma, de duas pessoas que se uniram para sempre, na dor e na alegria, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza; é uma verdadeira liturgia desse amor, cujo fruto será o filho do casal. Cada um é “responsável pelo outro”  até a morte, em todas as circunstâncias fáceis e difíceis da vida. Sem este “compromisso de vida” o ato sexual não tem sentido, e se torna vazio e perigoso.

Na fusão dos corpos se celebra profundamente o amor de um pelo outro: a compreensão recíproca, a paciência exercida, o perdão dado, o diálogo mantido, as vitórias conquistadas, as lágrimas derramadas… é a “festa do amor conjugal”.  Por isso é o ato fundante da vida.

O ato sexual vai muito além de um mero ato físico; a união dos corpos sinaliza a “união dos corações” e dos espíritos pelo amor. Por isso não pode ser um ato improvisado, um mero momento de prazer ou de celebração emotiva; é muito mais, é a celebração de uma vida vivida a dois para sempre, na renúncia e na alegria.

Nesta “festa” do amor conjugal, o casal se une fortemente, e no ápice do seu prazer, Deus quis que o filho fosse gerado. Assim, ele não é apenas carne e sangue dos seus pais, mas “amor do seu amor”.

É por isso que a Igreja ensina que o ato sexual, para não ser desvirtuado, deve sempre estar aberto à geração da vida, sem que isto seja impedido por meios artificiais.

Ora, se o ato sexual gera a vida de um novo ser humano, ele precisa ser acolhido em um lar pelos seus pais. É um direito da criança que vem a este mundo. Nem o namoro, nem o noivado oferece ainda uma família sólida e estável para o filho. Não existe ainda um compromisso “ até que a morte os separe”.

Quantos rapazes engravidaram a namorada, e tiveram de mudar totalmente o rumo de suas vidas!  Às vezes são obrigados a deixar os estudos para trabalhar; vão morar na casa dos pais … sem poderem constituir uma família como convém.

É por isso que o sexo não deve ser vivido no namoro e no noivado. Ao contrário do que acontece hoje comumente, a última entrega ao outro deveria ser a do próprio corpo, só depois que os corações e as vidas estivessem unidas e compromissadas por uma “aliança”  definitiva. Isto está longe de acontecer ainda no namoro que é apenas um tempo de escolha.

Se você apanhar e comer uma maçã ainda verde, ela vai fazer mal a você, e se estragará. Se você viver a vida sexual antes do casamento, você terá problemas e não alegrias. E poderá ferir a outra pessoa. Além do mais, quando o namoro termina, as marcas que o sexo deixou ficam no corpo da mulher para sempre.  Para o rapaz tudo é mais fácil.

Então, como é que você quer exigir da sua namorada o seu corpo, se você não têm um compromisso de vida assumido com ela, para sempre? Não é justo e nem lícito exigir o corpo de uma mulher antes de colocar uma aliança – prova de amor e de fidelidade – na sua mão esquerda.

São Paulo há dois mil anos já ensinava aos Coríntios: “A mulher não pode dispor do seu corpo: ele pertence ao seu marido. E também o marido não pode dispor do seu corpo: ele pertence à sua esposa”  (1 Cor 7,4). O Apóstolo não diz que o corpo da namorada pertence ao namorado, e nem que o corpo da noiva pertence ao noivo.

As conseqüências do sexo vivido fora do casamento são terríveis: mães e pais solteiros, despreparados; filhos abandonados, ou criados pelos avós, ou em orfanatos. Muitos desses se tornam ás vezes abandonados e delinquentes que cada vez mais enchem as nossas ruas, buscando nas drogas e no crime a compensação de suas dores. Quantos abortos são cometidos porque busca-se apenas egoisticamente o prazer do sexo, e depois elimina-se o fruto, a criança! Só no Brasil são 4 milhões por ano. Quatro milhões de crianças assassinadas pelos próprios pais!

As doenças venéreas são outro flagelo do sexo fora do casamento. Ainda hoje convivemos com os horrores da sífilis, blenorragia, cancro, sem falar do flagelo da AIDS. Por causa dessa desvalorização da vida sexual, e da sua vivência de modo irresponsável e sem compromisso, assistimos hoje esse triste espetáculo de milhões de meninas adolescentes de 12 a 15 anos, grávidas.

A nossa sociedade é perversa e irresponsável. Incita o jovem a viver o sexo de maneira precoce e sem compromissos, e depois fica apavorada com a tristeza das meninas grávidas. Isto é fruto da destruição da família, do chamado “amor livre”, e do comércio vergonhoso que se faz do sexo através da televisão, dos filmes eróticos, das revistas pornográficas e, agora, até através do telefone e da internet.

E o que se oferece agora, a essas pobres meninas, é o veneno da Pílula do Dia Seguinte, uma bomba hormonal abortiva, com uma carga 10 vezes maior que a pílula anticoncepcional comum. É a promoção pública da depravação sexual e destruição da família. Veja jovem, quanta tristeza causa o sexo fora e antes do casamento. Além disso, a jovem, na sua psicologia feminina, não esquece os menores detalhes da sua vida amorosa. Ela guarda a data do primeiro encontro, o primeiro presente, etc…; será que ela vai esquecer a primeira relação sexual? Esta primeira relação deve acontecer num ambiente preparado, na lua de mel, onde a segurança do casamento a sustenta.

O namoro é o tempo de conhecer o coração do outro, e não o seu corpo; é o momento de explorar a sua alma, e não o seu físico.

Um casal de namorados que souber aguardar a hora do casamento para viver a vida sexual, é um casal que exercitou o autocontrole das paixões e saberá ser fiel um ao outro na vida conjugal. Eu sei que o mundo lhe diz exatamente o contrário, pois ele não quer “entrar pela porta estreita” (Mt 7,14), mas que conduz à vida.

Peço que você faça esta experiência: veja quais são as famílias bem constituídas que você conhece; veja quais são os casamentos que estão estáveis, e verifique sob que bases eles foram construídos. Você verá que nasceram de casais de namorados que se respeitaram e não brincaram com a vida do outro.

Eu vivi assim; não tivemos vida sexual até o nosso casamento; somos casados há 40 anos e felizes, com os nossos cinco filhos e 10 netos.

Professor Felipe Aquino

Trecho retirado deste livro

30 Comentários

  1. Agoa diga você como pode um casal não querer ter filhos?
    Como pode uma mãe desfazer deum filho como se fosse apenas um animalzinho?
    Como pode haver prostituição e estrupos?
    O que se passa na cabeça de um ser humando quando espanca e judia de uma criança por simples prazer?

    EU DIGO HÀ VOCÊS:

    É a simples falta que Deus faz nas nossas vidas; e eu digo nas nossas por que muitas vezes vemos coisas erradas e as julgamos corretas por não querer “magoar” a pessoa com quem falamos; fazemos coisas erradas porque todos fazem e o pior de tudos aceitamos calados quando sabemos a verdadeira palavra: a de Deus.

    Será que minhas palavras são corretas de tal que eu possa afirma-las?

  2. maria josé

    boa tarde!
    Gostaria de saber como estabelecer um namoro de 5 anos sem relação sexual? tenho vencido os 5 anos mas agora tudo complicou, meu namorado está muito confuso e pediu tempo.Apesar dele ter uma vida de oração acho que ele tem medo de não conseguir mais.Não sei o que faço meu orgulho é grande dei o tempo mais definitivo e arrependi.A intabilidade de não saber quando nos vamos marcar o casamento leva a dúvida, eu sou jovem e quero estudar.Peço oração para aceitar a vontade de DEUS em nossas vidas.Só a força de DEUS pode nos restaurar.

  3. É muito complicado isso pq, eu por exemplo estou sozinha há quatro anos depois do meu ultimo namoro nunca mais namorei e é inevitavel na nossa idade nao sentir desejos carnais, mais dificl ainda é aquele casal q ja está há tanto tempo namorando como o exemplo da nossa irmã ai de cima..ouvi muitas pregações a respeito disso e aprendi q “a ocasião faz o ladrão” então muitas vezes nós nos deparamos com situações em q o sangue ferve, a solução é evitar isso e consagrar mesmo o seu namoro, seu corpo, seus desejos, seus pensamentos à Nossa Senhora!!!

  4. ola prof. louvado seja deus
    tenho 19 anos e meu namorado também,somos servos do senhor…cordenamos um grupo de oração e eu canto ele prega…
    posso dizer que somos virgems e castos…
    mas tem sido muito difícil,por isso peço que reze por nós!!!!
    tenho certeza que vamos consequir…por que deus é por nós…
    e se deus permitir esse ano teremos algu mais sério nesse ano!!!!

  5. Claudia Niemeyer

    Fui criada no catolicismo, hoje não sou tão praticante. Mas acredito antes de tudo em ter Deus no coração. Interessante que o livro “Namoro” me foi apresentado por um ex-namorado. Ele me pediu em casamento e na semana seguinte desfez o pedido. Acho incrível pessoas que se colocam como católicos ou crentes em Deus, agirem desta maneira. Eu acredito que Deus deve estar em nós em nossos comportamentos e não da boca prá fora. O livro faz com que vejamos isso realmente. Está de parabéns!

  6. Eduardo Freitas

    Olá, Professor! A paz de Cristo!
    Gostaria de tirar uma dúvida com o senhor, se for possível. Comprei o livro do senhor que fala sobre namoro e emprestei pra minha namorada. Ela começou a ler e logo surgiu uma dúvida. Ela disse: “Já que Deus criou o homem e a mulher, e também Ele falou: -Frutificai e multiplicái-vos, enchei a terra e submeteia – por que expulsou Adão e Eva do Paraíso depois que “comeram o fruto proibido” ou de cometerem o ato?”
    Não soube responder a ela. O senhor poderia me ajudar.
    Grande abraço! Eduardo Freitas.

    • Eduardo, muita gente pensa que “comer o fruto proibido” se refere à relação sexual, mas isto está errado! O pecado cometido por Adão e Eva foi o da desobediência e da ambição de querer se igualar a Deus e não de terem tido relações sexuais. Abraço fraterno.

  7. katia Martins

    Ola prof.filipe

    Queria agradecer-te por essas palavras…e muito bom ouvir palavras assim que vem nos dar forcas para viver a castidade porque num mundo la fora os incentivos sao outros.principalmente quando uma pessoa que nao conhece Deus e o namorado vira e fala vamos viver a castidade.isso aconteceu comigo ufa foi e esta sendo deficil mas nao impossivel gracas a Deus porque atravez dele conheci o meu Senhor e o nosso amor e a coisa mas linda de se ver e de se contar temos uma historia linda de amor gracas a DEUS porque ele e o dono de amor…aprendi que quando se faz a vontade de Deus nao tem como uma pessoa nao ser feliz.agora sou uma noiva feliz e daqui a 7 meses vou ver a mulher mais feliz do mundo…ahhhhh agora sou serva no grupo de oracao e canto e ele toca teclado ele e Brasileiro e eu portuguesa e estamos no estados unidos no grupo de oracao de worcester MA…OBRIGADO Senhor por ungir esse homen dando palavras que serven de conforto forca e esperanca para as nossas vida…feliz natal que o senhor nasca cada dia no seu coracao

  8. Saber que existe bons comentários na internet é muito bom,principalmente de vc Felipe Aquino sou sua fã e quando crescer quero ter um pouco de sua sabedoria espiriotual.Terminei um namoro que ainda nem tinha começado,sou católica praticante e conheci um rapaz no encontro da igreja,ele tb católico praticante ele era cinco anos mas novo do que eu,ele tinha 21a e eu 26,eramos de estados diferentes mas próxmosn,enquanto ele estava no encontro fazia planos de continuar o namoro quando chegou em casa mudou de ideia e trminou tudo.Isso me maguou muito acho q ele terminou p dif de idade.o que faço gosto muito dele.Mas silenciei e estou achando dificil até ser amiga dele mas sei q p DEUS nada é impossível.Quando li seu texto vejo que devo me conformar com as decisões de DEUS.Mas ainda tenho tanta dúvida pq gosto dele e não quero fechar os olhos para a realidade.Se me responder agradecerei…peço tb a DEUS que me ilumine nas minhas decisões. bjs

  9. Ola prof.

    Viver a castidade não é facil, mais não é impossivel. eu e mina namorada estamos tentando e conseguindo viver conforme a vontade de Deus, primeiro por que a gente começou a namorar por obra dele, e desde entao nós resolvemos que a vontade de Deus deve reinar em nossa vida, e com certeza ele nos ajuda a manter um relacionameno verdadeiro q eu tenho certeza vai durar para sempre. Obrigado Deus pelas MAravilhas que você realizou em minha vida TE AMO

  10. Obrigada pelas palavras!

    Muito bom ler algo assim. Nos encoraja mais. Vou completar um ano e um mês de namoro. Sou noiva dele já faz uns cinco meses, por aí. Sou virgem e, graças a Deus, estou conseguindo seguir esta vontade de Deus. Meu noivo não é mais virgem, mas ele compreende agora a vontade de Deus e também segue o desejo de nosso Pai de que tenhamos o corpo e alma puros para o casamento.

    Ele, meu noivo, disse-me que quando namorava a segunda namorada dele (eu sou a terceira) um amigo dele o avisou que a vontade de Deus é que o sexo seja após o casamento. Ele disse que não sabia, só soube neste momento. Mas, infelizmente, mesmo assim, ele continuou sua vida sexual fora do casamento. Hoje, namorando comigo, ele disse a mim, chorando muito, que se arrepende profundamente e que teremos nossa vida sexual quando nos casarmos. Somos muito felizes. Conversamos muito, temos muitos diálogos, brincadeiras, alegrias e amor em nossas vidas. Todos que nos veem, dizem logo. ( – Ah, vocês não brigam não? Vivem felizes, sorrindo, juntinhos). Nossas diferenças são resolvidas na conversa. E o nosso amor abençoado por Deus, Deus queira.

    UM CONSELHO QUE EU DOU:

    Conheço duas pessoas (meu noivo e meu catecista que prestou um depoimento sobre ele na crisma) que não são virgens, mas depois de entenderem, realmente, a vontade de Deus, com força de vontade, eles viveram a vida que Deus quer para nós. Por isto, eu aconselho para as pessoas que não são mais virgens: Não se preocupem. Deus perdoa quando nos arrependemos. Siga a palavra do Pai. Como Jesus Cristo disse para a prostituta que o povo quis apedrejar: Vá e não peques mais.

  11. Peço oração pela minha vida sentimental, já vivi muito sofrido nessa área, consagrei a Deus a minha afetividade e estou esperando Nele a pessoa e a hora certa, mas confesso que não tem sido nada fácil viver a castidade, pela carência estou sendo muito tentada, até mesmo por homens casados, me pego muitas vezes me deixando envolver com palavras bonitas, elogios, galanteios, enfim, nesse momento volto o meu coração para Deus e renuncio a tudo isso, para viver o projeto de amor que eu creio que Deus tem para mim. Peço que vocês orem para Deus me abençoar, me preparar para receber a pessoa que ele reservou para mim, e nos unir.

  12. Boa noite!Eu namoro há 2 anos,gostaria de saber oque eu posso fazer durante o namoro e oque eu não posso fazer pois,não fazemos sexo mais gostamos de nos tocar nas partes intimas para nos controlar para não fazermos o sexo,isso é pecado ?e oque eu posso fazer ou não fazer a esse respeito?
    Grato desde já fiquem com Deus!!!!!!!!!!!

  13. Gostaria de saber, se na Nova Terra existirá namoro e casamento.

    Abraços, Igor

  14. maria jose

    ola profºFelipe hoje assisti uma palestra sua pela cnçao nova foi muito boa sobre namoro, eu tenho 20 anos e sou noiva meu noivo se chama Everton e tem 19 anos, errei em ter relaçao antes do casamento e achu q por isso nosso relacionamento mudou muito, agente briga mais deve ser por isso, pelo menos eu penso q seja por isso. Qria alguns conselhos. Bjos e fik com Deus!

  15. A paz meus queridos irmãos;

    Sou Católico praticante, ha 4 (quatro anos) conheci uma garota também católica que mudou a minha, começamos a namorar e em menos de 3 (tres) meses de namoro fizemos a bobagem de termos relações sexuais, algo que me arrependo até hoje, pois havia me consagrado a Deus ate os meus 27 (Vinte e sete) anos, o pior irmãos é que não paramos mais de brigar e nosso relacionamento acabou, certamente por que começou errado. Se eu podesse teria feito tudo diferente, mas nao é mais possivel.
    Quanto a voce querida L.C.S, nao faça nenhuma bobagem, espera no senhor e ele te ajudara.

  16. prof eu tnho 14 anos namoro com um de 23, eu so qria pedir ao senhor pra me falar como posso evitar as maozinhas dele ao meu corpo para q dps ele nao queira ter relaçoes comigo…. ja li seu livro namoro ele é otimo com esse livro ja evangelizei 6 meninas e agora esta emprestado para a setima….. q Deus te abençoe abençoe sua familia abençoe o seu trabalho…. fik com Deus
    BRENNA. 14 FORTALEZA-CE
    AGUARDO RESPOSTAS

  17. Pingback: Bruno Oliveira

  18. Gabriela Farias

    Prof; Lí seu livro NAMORO e PROBLEMAS NO NAMORO… e eu e meu namorado só andamos brigando, por qualquer besteira é fora do normal. Quero entrar em contato com o senhor pelo msn, se poder… Por favor presciso muito da sua ajuda! Sou católica ele não mais me acompanha todos os domingos e quintas na missa e adoração, e fala que gosta muito. É um namoro casto namoramos à 6 meses.
    Sou sócia da Canção Nova gosto e admiro o trabalho de vocês. Dechei de ir a 2 domingos à missa para ficar assistindo filmes com ele então os conflitos entre enós almentaram mais ainda E TENHO CERTEZA QUE FOI POR FALTA DE DEUS. Eu o amo muito e quero muito o seu bem.

    Que Deus abençoi o senhor e sua família!!!

  19. Olá namoro a 1 ano e 10 meses a gente briga muito e separamos umas 2 vezes e voltamos , ele e muito ciumento e me priva de muitas coisas , já ele pode fazer o que quiser e eu não posso dizer nada o que devo fazer ? e eu me inscrevi pra uma prova de vestibular em minas que é meu sonho , e ele disse que se eu for ele me larga o que devo fazer ?

  20. Clésio Santos

    é uma grande prova de amor esperar ate após o casamento

    O amor tudo espera, tudo suporta pra quem tem duvida leia I cor 13

    sem falar que esses pecados contra a castidade é os que mais levam ao inferno.

  21. boa noite!sou uma jovem que caminha hà muito tempo e participa da carismatica graças a Deus,tava passando um momento muito dificil na vida, aparti da ai comecei a ler um de seus livros e mudei completament´, ja liguei uma vez para cançao nova procurando vc pois queria tira uma duvida mas um moço me atendeu e falou so estava sua esposa,sou do tocantins da cidade d araguatins recomendo au meus amigos a ler seus livros…Parabens pois todos sao otimos!

  22. Pingback: @gabzicka

  23. boa noite prof. li o seu livro problemas no namoro ,achei muito bom .tenho um relacionameto de cinco anos mas não vivemos a castidade desde um ano e meio, brigamos muito ,ele tem muito ciume de mim,passamos mas tempo destantes um do outro do que juntos,ele trabalha fara e so vejo ele depois de seis meses. ele me traia e eu so de pensar que isso poderia acontecer fazia o mesmo. faz um ano que conversamos e vamos continuando o namoro. sei que ñ devia ter praido ele ,sei tambem que ñ deveria ter tido relação fora do casamento acho que e por isso que ele sente tanto ciume. amo muito ele ,o meu desejo e de ver ele sempre bem,ja o perduei ele ,mas sinto que ele ainda esta maguado mas quer ficar comigo . estamos fazesdo planos para casar. QUERO MUITO A SUA OPINIÃO PROF.

  24. O LINDO DE DEUS É SUA MISERICÓRDIA, MESMO OS CASAIS DE NAMORADOS QUE ATÉ HOJE TEM UMA VIDA SEXUAL ATIVA POR NÃO CONHECER A DOUTRINA DA IGREJA PODE COMEÇAR HOJE COM ARREPENDIMENTO DESSE PECADO E UMA BOA CONFISSÃO E VIVER O NAMORO SANTO POIS O SACRIFÍCIO DE FICAR SEM ATO SEXUAL ATÉ A LUA DE MEL COM CERTEZA VAI SANTIFICAR ESSE CASAL, O SEGREDO É MUITA ORAÇÃO E EUCARISTIA JUNTOS PEDINDO SEMPRE A FORÇA DO ESPIRITO SANTO NOS MOMENTOS DE FRAQUEZAS POIS É UMA BATALHA DURA LIBERTAR DE UM VÍCIO E CONFESSO QUE OS SEXUAIS SÃO PIORES. MAS PARA DEUS TUDO É POSSÍVEL.

  25. O LINDO DE DEUS É A SUA MISERICÓRDIA POIS MESMO UM CASAL QUE TEM UMA VIDA
    SEXUAL ATIVA PODE COMEÇAR HOJE UM NAMORO SANTO POR NÃO CONHECER A DOUTRINA DA IGREJA E A PALAVRA DE DEUS BASTA ARREPENDER DO SEU PECADO E FAZER UMA BOA CONFISSÃO E ABSTER DO ATO SEXUAL ATÉ O SACRAMENTO DO MATRIMONIO ESSE SACRIFÍCIO COM CERTEZA VAI SANTIFICAR ESSE CASAL. MAS ISSO SÓ SERA POSSÍVEL COM MUITA ORAÇÃO E EUCARISTIA JUNTOS E NOS MOMENTO DE FRAQUEZA PEDIR AJUDA DO ESPÍRITO SANTO OU REZAR O TERÇO POIS DIGO QUE SERA UMA BATALHA DURA, TEM QUE CRER QUE DEUS ESTA LUTANDO COM O CASAL.

  26. Olá, tenho 23 anos, sou católica vivo minha fé, mais tem sido muinto difissil superar as tentações.
    Até hje só tive um namorado era uma pessoa de Deus q sonhava com a familia de Nazaré. Infelismente não deu certo, Deus tinha outros planos pra nós.Vivo rodiada de tentações, busco sempre força em Deus.Espero anciosamente a pessoa de Deus em minha vida, e peço a voces queridos irmãos oração para que o Senhor ilumine minha vocação.

  27. Helcirléia

    Muito o livro! Sempre fui uma menina de comunidade tenho 20 anos, penso e sonho com meu matrimonio todos os dias.
    Acho que o maior desafio hoje e vc buscar viver a castidade onde tudo para ser natural e normal, onde moral, ética e respeito com o proximo tem ficado de lado.
    Sempre quiz um namorado mas sempre tive medo de ne relacionar com eles porque sabia que eles não estavam disposto a viver isso. Sinto muita falta de alguem que sai comigo que va a igreja comigo entra na fila da comunhão toda semana comigo e irmos ao shopping. As vezes eu acho que Deus tem esquecido de mim, mas ele não esqueçeu de mim estar preparando o melhor pra mim. As suas palavras tem sido SOFRE AS DEMORAS DE DEUS POIS ELE VAI VIR EM MEU AUXILIO TUDO SERA DO JEITO QUE TENHES SONHADO. Namoro Santo*_*na cabeça!

  28. Boa tarde!

    Acredito no plano de AMOR que DEUS tem para vida de cada um de nós. Tenho 32 anos e sou virgem, já tive alguns namoros e atualmente estou esperando no Senhor. Sei que na minha vida tudo virá no tempo de Deus e conforme a sua vontade, não é nada fácil este tempo de espera mais DEUS tem cuidado muito bem de mim.

    Paz e bem!

  29. jozelma Emiliano

    Li e recomendo a leitura do livro ”Namoro” ele nos ensina como vivenciar uma relação solida.Tudo na vida é preciso disponibilidade e na vida afetiva n seria difernte,portanto é fundamental que tenhamos fé e estejamos sempre dispostos a lutar contra tudo o que nos desvia do caminho de Deus. Prof.Felipe aquino…Parabéns pelo seu trabalho sou sua admiradora que Deus o fortaleça ainda mais e o torne cada vez mais sábio para nos transmitir seus ensinamentos. Amém!!

  30. Nossa muitas palavras . em fim muitas coisas interessantes.
    Que Deus te abençoe ….

  31. Prof. Felipe Aquino, fui criada dentro da Igreja Católica e eu e meu marido, com quem estou casada há 26 anos, nos mantemos castos até o casamento, apesar de nosso tempo de namoro e noivado ter durado 5 anos. Aproveitamos nosso tempo de namoro para conversarmos muito a respeito de, absolutamente, tudo! Convivência homem-mulher, sexualidade no casamento, educação dos filhos, relacionamento com familiares e amigos, etc… Tudo foi minuciosamente esmiuçado. Não era fácil nos resguardarmos, pois nos amávamos e nos desejávamos muito!!!! Mas nunca nos arrependemos de termos nos mantidos fiéis aos nossos princípios e aos princípios da Igreja. Eu confio, plenamente, nele e ele confia em mim, pois sabemos da nossa capacidade de renunciar ao que é errado, apesar das forças contrárias. Valeu e está valendo muito à pena, pois nos amamos cada dia mais!!!!!! Só tenho a agradecer a Deus e à minha Igreja por tudo! O Matrimônio vivido da maneira certa, é a melhor coisa do mundo!!!!!! Fique na Paz do Senhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>