A palavra de Deus fala que realmente somos loucos. Isto mesmo conferi aí: ….

” O que é loucura para mundo, Deus escolheu para confundir os sábios…(ICor.1,18)  Nós somos loucos por causa do Cristo…”(ICor.4,10)

A linguagem da cruz é loucura para os que se perdem…para nós ela é poder de Deus (ICor.1,18).

Experimentamos este amor de Deus e ninguém pode tirar esta loucura de nosso coração, que na realidade é a verdadeira sabedoria celeste revelada ao nosso coração.

Por isso eu digo como os DDDs – Doidim de Deus: “Eu sou doido, maluco, pirado por Jesus…”

Deus não nos tira as provas, pois elas nos amadurece, dá-nos têmpera e nos caleja na luta pela santidade.

Assim, não tem como fugir das cruzes do cotidiano, porém das tentações devemos fugir a todo momento, o inimigo conhece muito bem nossas fraquezas.

Devemos lutar contra o homem velho, porque o Espírito é forte, mas a carne é fraca…


Muitas vezes, em nosso dia a dia, sentimo-nos o bagaço da cana, não adianta espremer, porque não sai mais nada.

O que fazer quando não tenho mais nada para dar?

Em um primeiro momento devo respeitar meu momento e minha humanidade. É o momento de descansar o corpo e a cabeça. Abandono -me nos braços de Deus, reconheço os meus limites, tento não se achar o Super Homem, capaz de tudo.

Mas se por acaso tiver algo incancelável a fazer na comunidade ou na Igreja, simplesmente me abandono no Espírito e digo:  “Senhor é contigo, porque só estou o bagaço da cana, ajuda aí…”