Peçamos a intercessão de Santa Rosa de Lima para que nossas almas sejam fortalecidas por Deus

Santa Rosa de Lima, pequena rosa do Peru, tu que soubestes amar verdadeiramente a Jesus com um coração generoso e depreciastes as vaidades deste mundo para abraçar-te a sua cruz desde a tua mais terna infância.

Tu que entendestes que em meio às tribulações vem as graças concedidas por Nosso Senhor e que são a verdadeira escada ao Céu.

Faz com que amemos como tu, a Jesus e Maria, e a Santa Cruz, brindando este grande amor aos mais desvalidos, aos que necessitam de nossa misericórdia, de consolo, servindo-os como se fosse ao mesmíssimo Jesus.

Intercede por nossas pobres almas para que, pela graça de Deus, levemos nossa cruz com alegria.

Ensina-nos a imitar tuas virtudes para que, seguindo teu exemplo, possamos gozar de tua amorosa proteção junto a Nossa Mãe Maria em todo nosso caminhar até o Céu, para ali dar glória a Deus pelos séculos dos séculos. Amém.

Leia também: As duas faces da fortaleza

Santa Teresinha e o dom da Fortaleza

Catequese do Papa: Dom da Fortaleza

23/08 – Santa Rosa de Lima

Alguns conselhos de Santa Rosa de Lima

Conheça alguns ensinamentos de Santa Rosa de Lima, a primeira santa da América do Sul, Padroeira do Peru, das Ilhas Filipinas e de toda a América Latina:

1. “O amor é duro, mas é nossa essência. Isso é o que nos eleva acima do resto das outras criaturas”.

2. “Quando servimos aos pobres e aos enfermos, servimos a Jesus. Não devemos deixar de ajudar a nossos vizinhos porque neles servimos a Jesus”.

3. “Não quero, esposo meu, mais riquezas, quero adorar-te, não tenho outro desejo que a não ser servir-te. Mas, como o farei sem Teu amparo?”

4. “A graça vem acompanhada da Cruz”.

5. “Oh, que daria eu por anunciar o Evangelho! Atravessaria cidades pregando a penitência, com os pés descalços, o crucifixo na mão e o corpo envolvido num cilício espantoso. Caminharia durante a noite gritando: deixai as vossas iniquidades. Até quando sereis como rebanhos aturdidos diante dos demônios? Fugi dos castigos eternos; pensai que há só um instante entre a vida e o inferno”.

6. “Saibam todos que à tribulação, se segue a graça; reconheçam que, sem o peso das aflições, não se pode chegar à plenitude da graça; compreendam que com o aumento dos trabalhos cresce simultaneamente a medida dos carismas. Não se deixem enganar: esta é a única escada verdadeira do paraíso, e sem a cruz não há caminho por onde se possa subir ao céu”.

7. “Ó, se os mortais conhecessem o que é a graça divina, como é bela, nobre e preciosa, quantas riquezas encerra, quantos tesouros, quantas alegrias e delícias em si contêm!”

8. “Se os homens soubessem o que é viver em graça, não se assustariam com nenhum sofrimento e padeceriam de bom grado qualquer pena, porque a graça é fruto da paciência”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *