São Pedro escreveu uma grande obra sobre a Eucaristia; era devotíssimo de Jesus Sacramentado. Eis alguns de seus ensinamentos:

1. Na Sagrada Hóstia Jesus não está escondido, mas apenas velado. Uma coisa escondida não se sabe onde está.

2. Legiões de anjos adoram o Verbo reduzido a um estado tão próximo do nada. More »

No 17° domingo do tempo comum (29/7/2018), a Igreja nos faz meditar no Evangelho de São João (6,1-15), onde Jesus faz o Milagre da multiplicação dos pães, como prefiguração da Eucaristia que Ele ia anunciar na manhã do dia seguinte na sinagoga de Cafarnaum. Antes do Evangelho a primeira leitura mostra o milagre do profeta Eliseu que multiplica os pães para matar a fome do povo, e ainda sobram pães. A diferença é que Eliseu com 20 pães saciou 100 pessoas e Jesus, com 5 pães saciou 5.000, sem contar mulheres e crianças.

Para ajudar a fraqueza do povo em aceitar a Eucaristia, Jesus fez antes dois grandes milagres: multiplicou os pães, mostrando o seu poder sobre o pão; e andou sobre as águas do mar da Galileia, para mostrar o poder sobre o seu corpo. Assim, Ele pode transformar o pão no seu corpo, porque é Senhor de ambos. More »

Uma bela meditação do século VIII sobre os avós de Jesus

Estava determinado que a Virgem Mãe de Deus iria nascer de Ana. Por isso, a natureza não ousou antecipar o germe da graça, mas permaneceu sem dar o próprio fruto até que a graça produzisse o seu. De fato, convinha que fosse primogênita aquela de quem nasceria o primogênito de toda a criação, no qual todas as coisas têm a sua consistência (cf. Cl 1,17). More »

Agir pela fé é lutar contra o medo que nos paralisa e nos tira da luta!

A palavra de Deus diz que “o justo viverá pela fé” (Hab 2,4; Rom 1,17); e que “sem fé é impossível agradar a Deus” (Hb 11,6). Jesus repreendeu seus apóstolos várias vezes pela falta de fé deles. Ora, se eles, com Jesus presente, tiveram falta de fé, então, para nós também não é fácil; por isso precisamos pedir sempre: “Senhor, eu creio, mas aumenta minha fé!”. More »

Alguns discípulos não reconheceram Jesus ressuscitado. Isso aconteceu, por exemplo, com Maria Madalena (João 20,15), com os discípulos quando estavam pescando (João 21,4) e com os dois discípulos no caminho de Emaús (Lucas 24,13-35).

Neste vídeo, Dom Henrique Soares explica o motivo de Jesus não ter sido reconhecido, e fala ainda sobre outras aparições. More »