O Agir segue o SerO título desse artigo é um axioma de Aristóteles: o AGIR segue o SER. Mostra claramente que nossas atitudes são consequências daquilo que somos e não consequência do meio onde vivemos. Podemos morar no meio de bandidos, mas só teremos atitudes de bandidos se verdadeiramente o formos. A grande questão é o quanto nos deixamos abrir para sermos alguém se estivermos no meio desses…

Veja que se estamos no meio de pessoas que estão fumando, ficamos com cheiro de cigarro, tanto nós quanto nossas roupas, a ponto de talvez nos perguntarem, caso encontremos alguém, se fumamos cigarro… More »