“Vinde todos, com alegres cantos”

José era da descendência de Davi e por causa do recenseamento foi a Belém, para registrar-se com Maria, sua esposa que estava grávida.

Enquanto estavam ali, chegou o tempo do parto. Ela deu a luz o seu filho primogênito, envolveu-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria. Lc 2,4-7

José e Maria estavam diante do menino Deus, o enviado do Pai. Naquele estábulo onde encontraram abrigo para o seu nascimento.

No local do nascimento de Jesus foi construída a Igreja da Natividade. Nela encontramos o altar da Natividade e em baixo está a Estrela de Prata que marca o lugar do nascimento de Jesus.

Nós podemos tocar na simplicidade do nascimento do menino Jesus e dizer: “Entra Jesus, em meu coração e transforma-o em um coração simples e humilde”.

A Estrela de Prata marca o local do nascimento de Jesus. Sobre ela está escrito e latim, “Neste ponto, Jesus Cristo nasceu da Virgem Maria”.

Ao observarem a estrela, os magos sentiram uma alegria muito grande. Quando entraram na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Ajoelharam-se diante dele e o adoraram. Mt 2,10-11a

Próxima a Estrela de Prata está a Capela do Berço, onde Jesus recém nascido ficou deitado na manjedoura.

Naquele tempo, o significado de manjedoura era o local onde se guardavam as rações para o gado e muitas vezes onde ficavam os utensílios domésticos. Uma cave (pavimento inferior de uma casa, destinado a arrumações) que são mais quentes no intenso inverno ou mais frescas no calor sufocante.

Esta cave teria sido a escolha perfeita para aquecer o menino Deus.

Capela do Berço local onde foi colocado o menino Jesus. Uma cave que está sob a Igreja da Natividade.

Maria e José adoravam o menino Jesus na manjedoura, enquanto meditavam as palavras do Anjo Gabriel: Conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus. Ele será grande: será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai. Ele reinará para sempre sobre a descendência de Jacó, e o seu reino não terá fim. Lc 1,31-33

Em Belém todos os dias é Natal! Alegramo-nos com o nascimento do menino Jesus.