O filme “Rede Social” apresenta a biografia do fundador do Facebook, um dos homens mais ricos e mais bem sucedidos do mundo. Ele mesmo se apresenta em sua biografia como pessoa sozinha e sem amigos. Perdeu sua namorada e também seu melhor amigo para alcançar seu sucesso pessoal. Um homem que tem tudo materialmente, mas que relata que não tem o essencial, a felicidade.

Não estou aqui detonando a inteligência e a capacidade deste cara, que é um “gênio” e nem dizendo que não devemos correr atrás de nossos sonhos ou projetos de vida. Este jovem conquistou tudo isto com muita luta e capacidade intelectual, apesar de desprezar muitos valores morais de amizade.

Nós como cristãos não podemos nos deter somente na materialidade. De conquistar tudo a qualquer custo. Nós temos consciência que existe uma dimensão espiritual que nos envolve e que isso é o que dá razão para nossa existência, independente de ser ricos ou pobres.

Em Deus colocamos nossa confiança, não no dinheiro. Devemos trabalhar para pagar nossas contas, algo que não é simples nem fácil. Mas devemos ter a consciência que nossa felicidade não estar no dinheiro, mas em Cristo Jesus nossa verdadeira razão de viver.

“De fato, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro, mas perder a sua vida? O que poderá alguém dar em troca de sua vida?” (Mt.16,26-27)

Be Sociable, Share!

Nenhum comentário

  1. Pingback: Ademir Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *