1ª Carta aos Tessalonicenses > Leitura #242

Felizes por testemunhar a fé

Somos felizes por testemunhar a fé. A mesma fé dos primeiros cristãos, pois a promessa é de uma grande recompensa no céu. Eis a nossa esperança.

“… vós a recebestes não como palavra humana, mas como o que ele de fato é: palavra de Deus.”

Esperança! É a palavra que resume este trecho que estamos estudando… Mas porque esperança? Sim, esperança porque o que estamos celebrando nestas linhas é a fidelidade e a fé de uma comunidade à palavra que lhe foi anunciada e a qual estes souberam bem discernir a sua origem: vem de Deus! E por isso mesmo estes foram capazes de suportar as perseguições dos próprios compatriotas por causa desta fé, por causa desta palavra. De tal forma o apóstolo reconhece esta fé dos Tessalonicenses, que a compara a dos irmãos da Judeia, o berço da Igreja, onde tudo começou… É ou não é sinônimo de esperança? Pois se eu reconheço em uma comunidade fora Israel uma fé assim, tenho motivos para crer firmemente que o tempo e a distância não impedirão o avanço da palavra de Deus e que a palavra de Deus, se bem transmitida, é capaz de realizar a mesma obra de salvação em qualquer um que crer.

Leia o trecho em I Ts 2, 13-16

Na Bíblia cnbb página 1454

Título: A recepção da palavra pela comunidade

Promessas

I Ts 2, 16

“Impedem-nos de pregar aos pagãos para que sejam salvos, e, assim, vão sempre contemplando a medida dos seus pecados. Mas a ira de Deus está prestes a cair sobre eles.”

Qual a mensagem de Deus para mim hoje?

A esperança da Igreja é a perpetuação da Palavra de Deus na vida dos Cristãos. É assim que os santos são gerados.

Como posso pôr isso em prática?

Eu mesmo preciso ser fiel a esta palavra, para ser parte desta esperança, parte da esperança da Igreja e do mundo, parte dos santos que estão sendo gerados por ela.