2ª Carta a Timóteo > Leitura #278

Reinflama o carisma

Reinflama o carisma que está em ti, pois ele é a força que te levará ao final de sua jornada. Só com o coração possuído por ele serás o que nasceu para ser.

“Pois Deus não nos deu um espírito de covardia, mas de força, de amor e de moderação.”

A perseguição estava aumentando e Paulo sabia bem que a sua hora estava próxima. Portanto, confirmar a fé do Jovem Bispo Timóteo era fundamental para o crescimento de muitas comunidades e a formação de muitos novos bispos e sacerdotes para a Igreja. Era vital, fundamental que Timóteo permanecesse firme na fé! Por isso, neste segunda carta, o apóstolo Paulo vai apelar para a vocação, o chamado de Timóteo, para que ele reencontre forças nas raízes da sua vocação; mas também vai apelar para a sua paternidade. Sim, porque na fé Timóteo tem um pai amado que é Paulo, e este pai precisa deixar sua herança de forma honrosa e santa com um testemunho de martírio que não deixa dúvidas sobre o caminho a seguir.

Coragem, força, amor e moderação são as características do espírito que move o coração de Timóteo.

Agora, o que resta é reavivar o carisma de Deus em seu coração! É pedir, clamar o Espírito Santo com todos os seus dons e com toda sua força!

Vem, vem, vem Espírito Santo!

Leia o trecho em II Tm 1, 6 -14

Na Bíblia cnbb página 1466-1467

Título: Exortação

Ordens

II Tm 1, 6.8.13-14

“Por isso quero exortar-te a reavivar o carisma que Deus te concedeu pela imposição de minhas mãos.”

“Portanto, não te envergonhes de testemunhar em favor de nosso Senhor, nem te envergonhes de mim, seu prisioneiro; mas sustentado pela força de Deus, sofre comigo pelo evangelho.”

“Toma como norma as palavras salutares que de mim ouvistes na fé e no amor do Cristo Jesus. Guarda o precioso bem a ti confiado com a ajuda do Espírito Santo que habita em vós.”

Princípios Eternos

II Tm 1, 7.9-11

“Pois Deus não nos deu um espírito de covardia, mas de força, de amor e de moderação.”

“Deus nos salvou e nos chamou com uma vocação santa, não em atenção as nossas obras, mas por causa do seu plano salvífico e da sua graça, que nos foi dada no Cristo Jesus antes de todos os tempos. Esta graça foi agora manifestada pela aparição de nosso salvador, Cristo Jesus, o qual destruiu a morte e fez brilhar a vida e a imortalidade por meio do evangelho, do qual fui constituído pregador, apóstolo e mestre.”

Qual a mensagem de Deus para mim hoje?

Reaviva o dom de Deus que está em ti!

Como posso pôr isso em prática?

Clamando o Espírito Santo e realizando com todo o empenho tudo o que me cabe realizar. Tenho um chamado, uma vocação e vou honrá-la.