Carta aos Gálatas > Leitura #188

Uma saudação familiar

Uma saudação familiar a todas as comunidades assistidas pelo apóstolo Paulo e que marca nossas vidas até hoje na Santa Missa.

A vós, graça e paz da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.”

Esta saudação que Paulo dirige aos gálatas lhe parece familiar? Sim! É isso mesmo! É a mesma saudação que o sacerdote profere quando a missa se inicia, é assim que ele acolhe a comunidade dos Cristãos que vão à missa.

Paulo se intitula apóstolo porque, como ele mesmo explica: quem o chamou e enviou não foram homens mas o próprio Jesus. A experiencia de conversão que Paulo viveu foi fortíssima, a tal ponto que nada e ninguém teria o poder de arrancar dele tal missão. Paulo seria apóstolo de um jeito ou de outro depois da experiencia com Jesus. É esta experiencia que lhe dá tanta firmeza em sua pregação. Logo após saudar os Gálatas, Paulo vai começar a sua exortação que vai ser o foco de toda esta carta, mas que para nós será um verdadeiro renovar da nossa fé e da nossa conversão.

Leia o trecho em Gl 1, 1-5

Na Bíblia cnbb página 1430

Título: Saudação

Princípios Eternos

Gl 1, 4-5

“Ele se entregou por nossos pecados, para nos libertar do presente mundo mau, segundo a vontade de nosso Deus e Pai. A Ele a glória pelos séculos dos séculos. Amém!”

Qual a mensagem de Deus para mim hoje?

O apostolado de Paulo é para a glória de Deus. Assim como o meu apostolado dado pela igreja, é para a glória de Deus.

Como posso pôr isso em prática?

A começar pelas intenções, dar glória a Deus com a minha vida, com as coisas que eu faço, com o meu testemunho.