Todas as pessoas que realizaram uma peregrinação, é porque foram atraídas pelos lugares santos e principalmente por aqueles que Jesus realizou os milagres.

Em especial, o primeiro milagre em Caná da Galiléia, onde Jesus transformou a água em vinho.

Após 30 anos em uma vida de escondimento, na cidade de Nazaré. No silêncio, oração e submissão a Maria e José, Jesus recebe o batismo de seu primo João Batista, onde nasce novamente, ali se inicia a missão para o qual o Pai lhe enviou.

Jesus poderia ido direto a Jerusalém, ter morrido por nós e pronto. Mas diante da experiência que fazia da humanidade, foi à caminho da Galiléia. Pelo convívio do sofrimento do povo Jesus passaria ali durante um tempo para dar ensinamentos de salvação, para dizer aquele povo que “Bem-aventurados os pobres de espírito, porque dele é o reino dos céus.” Mt 5,3

A vida pública de Jesus teve início após o batismo, onde o primeiro milagre realizado foi nas bodas de Caná.

Jesus vai revelando quem ele era, e diante dos discípulos que chamou era de grande significado realizar este milagre. Esta revelação era para que os discípulos vissem e acreditassem no que ele estava dizendo, mesmo que tenha falado a sua mãe, “Minha hora ainda não chegou- Jo 2,4”

Este milagre mudou a propriedade do vinho e quem poderia realizar esta grandiosidade? Ninguém consegue fazer isso, ele era apenas o filho do carpinteiro.

O mais importante é que Jesus se revelou e se revela a nós, e os discípulos creram, nós cremos e diante da peregrinação vamos ao encontro deste fato.

Escavações realizadas, comprovam que ali existia uma sinagoga, um mosaico e também foram encontradas as talhas que eram usadas naquela época. Os franciscanos fizeram as escavações antes da construção, da atual Igreja de Caná.

Provavelmente, sem comprovações, neste mesmo lugar a dois mil anos atrás tenha existido uma comunidade judeu-cristã primitiva. Eles utilizavam a sinagoga para realização dos cultos, até a construção de uma igreja.

Seguindo a Igreja de Caná, o sacerdote presente em peregrinação leva os peregrinos a rezar pelo seu matrimônio, abençoando as alianças e renovando as palavras ditas no dia do casamento.

Pois ali aconteceu um casamento e Jesus estava presente.

É muito lindo, é querer convidar Jesus a estar no seu casamento para realizar o milagre.

Convide-o a entrar em seu matrimônio e deixe que ele faça transformação que você precisa.

 

Até a próxima, Deus abençoe!

 

Durante anos os peregrinos são atraídos pelos lugares santos, por onde Jesus viveu e percorreu os seus caminhos na terra.

Em especial as visitas mais esperadas são aquelas por onde Jesus realizou milagres, como em Caná da Galileia. Uma cidade prospera para a época.

Este foi o primeiro milagre em público que Jesus realizou, pela intercessão de Maria. A água é transformada em vinho e o melhor, durante a festa de casamento.

As escavações revelam uma antiga sinagoga, encontramos um mosaico em seu chão, provavelmente com dois mil anos.

Foto da Igreja de Caná da Galileia

Foto do interior da Igreja de Caná da Galileia

Acredita-se que após a vinda de Jesus, tenha existido uma comunidade judeu-cristã primitiva que compartilhava esta sinagoga como um lugar de culto até serem construídas as igrejas.

Em todo os lugares encontramos as talhas e jarras que certamente foram usadas naquela época.

Os bizantinos e os cruzados construíram uma igreja ortodoxa grega, em 1551.

A Igreja franciscana de Caná que encontramos hoje, foi construída em 1881 e está sobre os restos do lugar de culto mais antiga de Caná.

Duas igrejas que recordam o primeiro milagre de Jesus, uma franciscana e outra ortodoxa grega.