Eu nasci numa família de nove irmãos. Perto da minha casa, morava um tio, que tinha quinze filhos. Um pouco mais longe, morava o senhor Guatura com seus 24 filhos e mais um adotivo. Era assim há uns cinquenta anos. E que festa era! Faltava bola para jogarmos futebol no quintal; então, fazíamos bolas de pano. More »

1. A quem me sirva, rezando diariamente meu Rosário, receberá qualquer graça que me peça.

2. Prometo minha especialíssima proteção e grandes benefícios a os que devotamente rezarem meu Rosário.

3. O Rosário será um fortíssimo escudo de defensa contra o inferno, destruirá os vícios, livrará dos pecados e exterminará as heresias. More »

Em nosso hino da Liberdade cantamos: “Ou ficar a pátria livre ou morrer pelo Brasil”. Mas o que é “ficar a pátria livre” hoje?

Não é mais vê-la livre das invasões por parte de outros povos; mas ver a pátria livre dos seus males. De onde vem a corrupção deslavada e institucionalizada? Vem sim dos saqueadores do erário público, mas também de cada um que aceita burlar as leis para tirar vantagens ilícitas. Sem construir o homem não é possível construir o mundo. More »

Antigamente se pensava que sim, embora a Igreja nunca tenha ensinado isso oficialmente; pois ela nunca disse o nome de um condenado. Hoje, com a ajuda da psicologia e psiquiatria, sabemos que a culpa do suicida pode ser muito diminuída devido a seu estado de alma.

Evidentemente que o suicídio é, objetivamente falando, um pecado muito grave, pois atenta contra a vida, o maior dom de Deus para nós. Infelizmente há países que chegam a facilitar e até mesmo estimular esta prática para pacientes que sofrem ou para doentes mentais. Na Suíça, por exemplo, uma decisão da Suprema Corte abriu o caminho para a legalização da assistência ao suicídio de pacientes mentalmente doentes. O país já permite legalmente o suicido assistido para outros tipos de pacientes com uma ampla faixa de doenças e incapacidades físicas. É o império da “cultura da morte” através da eutanásia. More »