tumblr_m07rz6gs8h1qa3od4o1_500_large

“Quão saborosas são para mim vossas palavras, mais doces que o mel à minha boca” (Sl 118, 103).

“Vossa palavra é um facho que ilumina meus passos. E uma luz em meu caminho” (Sl 118, 105).

A Igreja no Brasil dedica o mês de setembro a Bíblia. Sem dúvida é uma iniciativa muito importante. A motivação vem do fato da  Igreja celebrar em 30 de setembro a memória do grande santo e doutor da Igreja, São Jerônimo, que a pedido do Papa Dâmaso (366-384) preparou uma boa tradução da Bíblia em latim, a partir do hebraico e do grego; a chamada Vulgata. Foi um trabalho gigantesco que demandou cerca de 35 anos nas grutas de Belém, onde ele fazia esse oficio, vivendo uma austera vida de oração e penitência. São Jerônimo dizia que quem não conhece os Evangelhos não conhece Jesus. More »

bibliahomemNinguém prega em seu próprio nome, mas é enviado pela Igreja; então, o pregador precisa ser fiel à Igreja que representa.

Em suas homilias sobre os Evangelhos, São Gregório Magno (540-604), papa e doutor da Igreja, nos deixa uma profunda reflexão sobre a missão de todo pregador da Palavra de Deus. (Hom. 17,3.14: PL 76,1139-1140.1146).

Ele começa lembrando as palavras do Senhor: “A messe é grande, mas poucos os operários. Rogai, portanto, ao Senhor da messe que envie operários a seu campo. São poucos os operários para a grande messe” (Mt 9,37-38). More »

PalavrasVaziasAs nossas palavras de cada dia

Vamos começar esta meditação com duas frases da Bíblia. Uma é do Antigo Testamento, do livro dos Provérbios: Os lábios do homem bom dão alimento a muitos corações (Pr 10,21). A outra, do Novo, é um conselho de São Paulo aos colossenses: Que as vossas conversas sejam sempre amáveis, temperadas com sal, e sabei responder a cada um oportunamente (Cl 4,6).

More »

josemaria-escriva-81º dia – Trabalho, caminho de santidade

Reflexão: Palavras de São Josemaria Escrivá

Viemos chamar de novo a atenção para o exemplo de Jesus que, durante trinta anos, permaneceu em Nazaré trabalhando, desempenhando um ofício. Nas mãos de Jesus, o trabalho, e um trabalho profissional semelhante àquele que desenvolvem milhões de homens no mundo, converte-se em tarefa divina, em trabalho redentor, em caminho de salvação (Questões atuais do Cristianismo, n. 55).

More »

waves-205357_1280“Quem é atento à palavra encontra a felicidade” (Eclo 16,20)

Sócrates, o sábio filósofo grego, dizia que a eloquência é às vezes uma maneira de exaltar falsamente o que é pequeno e de diminuir o que é de fato grande. A palavra pode ser mal usada, mascarada e empregada para a dissimulação. É por isso que os sábios sempre ensinaram que só devemos falar alguma coisa “quando as nossas palavras forem mais valiosas que o nosso silêncio”. A razão é simples: nossas palavras têm poder para construir ou para destruir. Elas podem gerar a paz, a concórdia, o conforto, o consolo, mas podem também gerar ódio, ressentimento, angústia, tristeza e muito mais. “Mesmo o estulto , quando se cala, passa por sábio, por inteligente, aquele que fecha os lábios” (Pr 17,28).

O silêncio é valioso, sobretudo quando estamos em uma situação difícil, quando é preciso mais ouvir do que falar, mas pensar do que agir, mais meditar do que correr. Tanto a palavra quanto o silêncio revelam o nosso ser, a nossa alma, aquilo que vai dentro de nós. Jesus disse que “a boca fala daquilo que está cheio o coração” (Lc 6,45). Basta conversar por alguns minutos com uma pessoa que podemos conhecer o seu interior revelado em suas palavras; daí a importância de saber ouvir o outro com paciência para poder conhecer de verdade a sua alma. Sem isso corremos o risco de rotular rapidamente a pessoa com adjetivos negativos. More »