Conheça alguns ensinamentos da primeira santa do Brasil

A Igreja recorda no dia 9 de julho a memória litúrgica de Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, a primeira santa do Brasil.

Amábile Lucia Visintainer nasceu em Trento (norte da Itália) em 16 de dezembro de 1865. Seus pais Napoleão e Ana eram cristãos devotos, mas muito pobres. More »

Aqueles que já chegaram à perfeição da santidade nos ensinam que o caminho é “fazer a vontade de Deus”. Isto nos santifica porque nos conforma com Jesus, o modelo da santidade. É impressionante observar o zelo que Ele tinha em cumprir a vontade do Pai. A própria Encarnação foi a maneira que Jesus encontrou para, como Homem, fazer perfeitamente a vontade de Deus, que Adão não quis fazer. A Carta aos hebreus nos diz que Ele pediu ao Pai “um corpo”:

“Ao entrar no mundo, Cristo diz: Não quiseste sacrifício nem oblação, mas me formaste um corpo. Holocaustos e sacrifícios pelo pecado não te agradam. Então eu disse: Eis que venho (porque é de mim que está escrito no rolo do livro), venho, ó Deus, para fazer a tua vontade” (Hb 10,5-9). More »

Primeiro ponto – Considera que o Sagrado Coração de Jesus merece a nossa veneração, porque é o Coração de um Deus… No mistério da Encarnação, o Filho de Deus assumiu substancialmente a natureza humana, que foi, deste modo, sublimada e elevada ao trono da Divindade… A Humanidade de Jesus é, pois, a humanidade de Deus, o seu Corpo imaculado é o Corpo de um Deus, a sua Alma puríssima é a Alma de um Deus, o seu Coração é o Coração de um Deus.

Sendo de um Deus, o Coração de Jesus é Santo… Mas a sua santidade não é acidental, finita passageira, como a das criaturas; é substancial, infinita, imutável, – é a própria Santidade de Deus!… E como a Santidade de Deus é um centro que contém todas as perfeições, o Coração de Jesus é bom, é puro, é justo, é amável, é misericordioso; tem a bondade, a pureza, a justiça, a amabilidade, a misericórdia do próprio Deus… Oh! Como é adorável o Coração de Jesus!

More »

“Assim também aqueles que sofrem segundo a vontade de Deus encomendem as suas almas ao Criador fiel, praticando o bem” (1Pd 4,19)

Um dos momentos mais oportunos para fazermos bem a vontade de Deus é quando as provações, as cruzes da vida nos atingem. Se Deus permite que isso aconteça, certamente Ele saberá usá-las para o nosso bem e nos fortalecer para o combate espiritual. Por isso, os apóstolos sempre estimularam os fiéis a enfrentá-las com coragem. São Pedro diz: More »

É tão importante a celebração do Natal de Jesus, que se prolonga por oito dias em sua Oitava, para que possamos desfrutar de tão grandes graças. Como disse São Leão Magno: “Não pode haver tristeza no dia em que nasce a vida; uma vida que, dissipando o temor da morte, enche-nos de alegria com a promessa da eternidade”.

Mas agora precisamos assumir as suas consequências, para que esta Solenidade prolongada continue a dar em nós os seus frutos de santidade. More »