Qualidade de ser cristãoO título desse artigo não é meu, mas do empresário Philip Crosby. Ele faz parte de um grupo considerado como pais da qualidade empresarial.

Quero trazer essa frase para a nossa realidade de cristãos, pois, também podemos medir a qualidade do nosso ser-cristão pelo preço que nos custa não ser um bom cristão.

Se para você, descumprir os mandamentos da nossa Igreja, ou fazer com que os pedidos da nossa Igreja sejam moldados de acordo com sua vontade, ou ainda você peca conforme desejar e isso não lhe custa muito, então o nível de qualidade que você exige para consigo mesmo de ser cristão é bem baixo, pois lhe custa pouco descumprir os preceitos da Igreja.

Veja que essa regra também é aplicável a nós, cristãos.

Agora, se lhe custa muito pecar, dói em seu coração, quando você descumpre um mandamento ou ainda, se andar no pecado é como deixar de se alimentar diariamente, custa-lhe bastante ser cristão.

Essa é uma regra boa para, diante do Senhor, mostrarmo-nos como estamos em nossa fé e clamar, em especial nesse tempo que vivemos: “VEM, Ó ESPÍRITO SANTO, E DESCE SOBRE MIM”, pois nosso objetivo é 100% de qualidade, isto é, O CÉU!!!

Junior Alves

Comments closed.