Difícil de acreditar?

Estou lendo um livro, escrito por um jornalista, da vida de Santa Rita de Cássia.
Interessante ler um livro sobre a vida de uma santo, mas escrito por um não-cristão, pois ele sempre tenta provar as atitudes ou desmentir algumas verdades, nunca as aceita como são, pois parecem muito fora da “normalidade”, “normalidade” essa para o mundo.
Incrível ver o quanto a normalidade de Deus é inaceitável para o mundo e, por isso, tentam “esclarecer” os fatos, buscando tirar o sobrenatural ou, até mesmo, menosprezá-lo (I Cor 2, 12-16).
Não estou entrando no fato de ser falso ou verdadeiro o que disse a Igreja ou o que disse o jornalista, mas, sim, entrando no seguinte fato: se vou contar a história de alguém, vou contar a história e não tentar desmentí-la. Imagina se, contando a história de meu pai, tentar dizer que ele não teve 5 filhos, mas 3… dizer que ele não amava seus filhos, mas era sempre ausente. Por que desmentir fatos que eram mais que provados serem verdadeiros?
É… nossa Igreja Católica Apostólica Romana realmente incomoda… tem defeitos, sim, mas, como Instituição, é Santa e essa Santidade incomoda as pessoas que não a buscam, que não entendem. Fazendo uma analogia, guardando as devidas proporções, é semelhante ao incômodo causado por uma pessoa que fuma a uma pessoa que não fuma: o que não fuma, não entende como uma pessoa pode fumar e, para aquele que não fuma, não entender como pode uma pessoa fumar…
Bem, o fato é que precisamos conhecer sempre a Verdade, pois Ela liberta e a Verdade é Jesus(Jo 14,6). Não há outra. Qualquer coisa diferente da Verdade não trás uma Paz completa.

Tamu junto, galera!!!

Junior Alves, missionário da Comunidade Canção Nova
Missão Rio de Janeiro

Comments closed.