AbortoEsse é o título do artigo colocado pela Zenit, em seu portal. Nele a Dra. Renata Gusson, Farmacêutica-Bioquímica, especialista em Biologia Molecular e mestre em Ciências pela Coordenadoria de Controle de Doenças da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo relata as VERDADES sobre os dados divulgados por instituições pró-aborto que tentam difundir mentiras, além de falar sobre a tentativa de legalizarem o aborto no Brasil.

Para ler o artigo, clique aqui.

Junior Alves, missionário da Comunidade Canção Nova
Missão Rio de Janeiro

FamíliaEsse é o título do artigo escrito por Pe. Wladimir Porreca, assessor nacional da Pastoral Familiar da CNBB. Nesse artigo, Pe Wladimir reflete sobre as dificuldades familiares, entre elas o sofrimento, o limite e a morte, que fazem parte da nossa condição de criaturas. More »

Transcrevo abaixo uma entrevista dada pelo presidente da União dos Juristas Católicos de São Paulo,  o jurista Ives Gandra Martins, à Agência Portalum sobre o tema da anencefalia, na quarta-feira, 18 de abril:

– Como o STF não tem poder legislador, o julgamento da ADPF nº 54 pode ser considerado nulo por ser inconstitucional?
Ives Gandra – Na minha interpretação da lei maior, o Congresso Nacional pode anular a decisão do STF com base no artigo 49, inciso XI, assim redigido: “É da competência exclusiva do Congresso Nacional: XI – zelar pela preservação de sua competência legislativa em face da atribuição normativa dos outros Poderes”. O Supremo Tribunal Federal não tem poder de legislar, nem mesmo nas omissões inconstitucionais do Legislativo, isto é, quando a Constituição exige a produção de uma lei imediata e o Parlamento não a produz. E, à evidência, se há proibição do STF legislar em determinadas matérias, em que a desídia do Congresso é inequívoca, com muito mais razão não pode a Suprema Corte avocar-se no direito de legislar no lugar do Congresso naquelas matérias de legislação ordinária. Tal aspecto foi bem salientado pelo ministro Ricardo Lewandowsky em seu voto. More »

Nesse mundo onde tentam menosprezar o matrimônio e minimizar sua importância, os bispos do estado de Washington, Estados Unidos, se posicionaram fortementea favor desse sacramento, dizendo que o Matrimônio é o reconhecimento público de uma relação entre um homem e uma mulher com a implicação de certos direitos e responsabilidades por parte de ambos. Disseram ainda que não é somente isso. Que é muito mais. O casamento é considerado, a partir da fé e das tradições sociais, como o fundamento da civilização. É fato reconhecido há muito tempo que a estabilidade da sociedade depende da estabilidade da vida familiar, na qual um homem e uma mulher concebem e criam uma nova vida.

Com isso, o reconhecimento civil do matrimônio tem permitido a inúmeras gerações de crianças a incomparável vantagem de experimentar o amor de uma mãe e de um pai comprometidos um com o outro em uma união de vida. More »

Em Genebra, País não assina entendimento que garante transparência nas compras governamentais

GENEBRA – O Brasil ficou de fora do acordo de licitações públicas, considerado pela Organização Mundial do Comércio (OMC) como um tratado “anti-corrupção”. Países ricos assinaram nesta quinta-feira, 15, uma ampliação do entendimento que já tinham, garantindo abertura do mercado de compras governamentais e estabelecimento de regras para garantir a transparência nos contratos. More »

Pesquisadores descobriram ainda outra ligação entre a pílula anticoncepcional e o câncer – desta vez, um câncer que atinge os homens.

Um estudo conduzido no Hospital Princesa Margaret na cidade de Toronto que examinou 87 países constatou uma relação estatisticamente significativa entre o uso da pílula anticoncepcional e o câncer de próstata. More »

Em poucas semanas, os católicos da Califórnia poderão conhecer ao vivo o testemunho da Madre Dolores Hart, quem trocou sua ascendente carreira como atriz em Hollywood nos anos 60 por ingressar em um convento beneditino de clausura.

A Madre Dolores oferecerá a conferência central no Encontro Eucarístico Mariano da Califórnia a ser celebrado em Paso Robles nos dias 14 e 15 de janeiro do próximo ano. More »

Em 24 de dezembro de 1818, a canção “Stille Nacht” (“Noite Feliz”) foi ouvida pela primeira vez na aldeia de Oberndorf (Áustria). Foi na Missa de Galo na minúscula capelinha de São Nicolau.

Estavam presentes o pároco Pe José Mohr, o músico e compositor Franz Xaver Gruber com seu violão, e o pequeno coro da esquecida aldeia. No fim de cada estrofe, o coro repetia os dois últimos versos. More »

Felicidade está ligada a processos biológicos e fatores comportamentais

Um estudo publicado no Proceedings of the National Academy of Sciences revelou que a felicidade pode ser a chave para uma vida longa, ou pelo menos mais longa do que se teria sem ela. A análise foi liderada por um cientista da University College London, no Reino Unido. More »

Com a decisão do 18 de outubro, n º C-34/10, o Tribunal de Justiça da União Europeia afirmou a não patenteabilidade dos processos que, usando as células-tronco derivadas de um embrião humano, levam à destruição do próprio embrião.

A decisão dizia respeito à uma questão apresentada pelo Greenpeace, com relação à qual o Tribunal federal alemão em matéria de patente havia declarado a nulidade da patente de um pesquisador, em quanto que tinha como objeto procedimentos que consentem obter células progenitoras a partir das células estaminais embrionárias humanas. More »