A Comunidade Canção Nova esteve presente no  FEST (Festival da Juventude Salesiana) onde mais de 3.500 jovens se encontraram com o Reitor-Mor dos Salesianos o Padre Ángel Fernández Artime, 10º sucessor de Dom Bosco.

O dia iniciou com a Santa Missa que contou com a presença dos Padres Salesianos e dos jovens da  Articulação da Juventude Salesiana (AJS) que fazem parte da Inspetoria  Nossa Senhora Auxiliadora, de São Paulo.

Durante o dia os jovens puderam vivenciar um grande oratório festivo ao modelo de Dom Bosco, com músicas, esportes, danças, jovens partilhando no pátio, jogando futebol, demostrações circenses, confissões, estande vocacional da Família Salesiana onde estavam presentes: Salesianos de Dom Bosco, Maria Auxiliadora e Comunidade Canção Nova com a presenças dos missionários e vocacionados, entre outros.

O páteo estava totalmente festivo como Dom Bosco sempre sonhou, o Reitor Mor Padre Ángel pode sentir o calor do acolhimento dos jovens brasileiros. Todos puderem viver e reconhecer na presença do Reitor-Mor um dos desejos do Pai, e Mestre da Juventude quando disse:

                                                                                    Canção Nova e a Família Salesiana 

Fest 2017 Foto: arquivo CN – SP 

Familiaridade com os jovens especialmente no recreio, sem familiaridade não se demonstra afeto, e sem essa demonstração não pode haver confiança. Quem quer ser amado deve demonstrar que ama. O mestre visto apenas na cátedra é mestre e nada mais, mas, se está no recreio com os jovens torna-se irmão…

Os jovens vocacionados a Comunidade Canção Nova testemunharam como foi para eles esse momento de encontro com Reitor-Mor durante o Festival. 

”Para mim, foi uma graça imensa estar com o Reitor-Mor, vivi uma forte experiência com outros movimentos do carisma salesiano, estando nesse tempo de discernimento vocacional, junto a Canção Nova, pude sentir como um presente de Deus, para confirmar ainda mais esse chamado. Além disso estar no Colégio Santa Teresinha, me marcou muito , por eu ser muito devoto. A mensagem que ficou foi que ela também caminha com Dom Bosco. No momento não tive dimensão da graça que foi estar com o reitor, mas depois refletindo, pude ter a dimensão da bênção que foi estar com Dom bosco e poder abraçá-lo, na pessoa do Reitor. Guilherme Costa

Sobre vocacional na Canção Nova 

No encontro com o Reitor- Mor pude vivenciar a experiência de ser filho , acolhido realmente por Dom Bosco, a presença dele entre nós renovou em mim o ardor pela salvação das almas e a minha pertença como filho de Dom Bosco ! Vitor Hugo

Quando chegamos ao colégio, estava lotado de jovens, distribuídos entre quadra de vôlei, futebol e de dança, e entre eles havia um grupo de jovens em volta do Padre Angel tirando foto.Fiquei encantada como ele atendia a cada um recebendo-os com sorrisos e abraços, era como se conhecesse a todos e quando chegou nossa vez, ele acolheu um por um, eu me senti filha dele.Ele tem o olhar de Dom Bosco e uma presença alegre, foi uma experiência forte, foi Graça de Deus estar ali tão perto do Reitor-Mor, ainda mais como vocacionada da Canção Nova que é da Família Salesiana. Grazzy Câmara 

Dom Ángel deixou uma mensagem para a juventude do Brasil: Quero dizer duas coisas. A primeira, não tenha medo de seus sonhos e de seus desafios. A segunda, que deixe sempre que Senhor siga tocando seu coração, essa é a garantia da felicidade.”

Foto do Fest 2017 

(Transcrição e adaptação):  Simone Souza-CN 

Semana da Pátria
1º a 07 de setembro de 2017

07 de setembro – dia da Pátria: Vida em primeiro lugar
“A paz é o nome de Deus” (Papa Francisco)

”O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, reforçou a motivação para o Dia de Oração e Jejum pelo Brasil na carta enviada aos padres, diáconos, religiosos e leigos da Arquidiocese, na segunda-feira, 28. Na carta, Dom Odilo também recorda a celebração do aniversário da dedicação da Catedral da Sé no dia 5 de setembro.
. ”Peço que se organizem Missas e turnos de oração e adoração, na intenção posta; diáconos, ministros extraordinários da sagrada comunhão e equipes litúrgicas poderão ajudar. Para as Missas, oriento que se tomem as indicações do Missal Romano para as celebrações ‘pelo bem público’. As leituras poderão ser escolhidas de acordo com a circunstância”, orientou Dom Odilo.
Segundo o Arcebispo, será uma maneira diferente de se comemorar o Dia da Independência do Brasil. “E não esqueçamos de pedir a intercessão e a proteção de Nossa Senhora Aparecida pelo Brasil”, acrescentou.”

Acesse: Padre Jonas Orem em Línguas Brasil 

Diante do grave momento vivido por nosso país, dirijamos nossa oração a Deus, pedindo a bênção da paz para o Brasil.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vivemos um momento triste, marcado por injustiças e violência. Para construirmos a justiça e a paz, em nosso país, necessitamos muito do vosso amor misericordioso, que nunca se cansa de perdoar.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Estamos indignados, diante de tanta corrupção e violência que espalham morte e insegurança. Pedimos perdão e conversão. Nós cremos no vosso amor misericordioso que nos ajuda a vencer as causas dos graves problemas do País: injustiça e desigualdade, ambição de poder e ganância, exploração e desprezo pela vida humana.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Ajudai-nos a construir um país justo e fraterno. Que todos estejamos atentos às necessidades das pessoas mais fragilizadas e indefesas! Que o diálogo e o respeito vençam o ódio e os conflitos! Que as barreiras sejam superadas por meio do encontro e da reconciliação! Que a política esteja, de fato, a serviço da pessoa e da sociedade e não dos interesses pessoais, partidários e de grupos.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vosso Filho, Jesus, nos ensinou: “Pedi e recebereis”. Por isso, nós vos pedimos confiantes: fazei que nós, brasileiros e brasileiras, sejamos agentes da paz, iluminados pela Palavra e alimentados pela Eucaristia.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vosso filho Jesus está no meio de nós, trazendo-nos esperança e força para caminhar. A comunhão eucarística seja fonte de comunhão fraterna e de paz, em nossas comunidades, nas famílias e nas ruas.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Neste ano em que celebramos os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, queremos seguir o exemplo de Maria, permanecendo unidos a Jesus Cristo, que convosco vive, na unidade do Espírito Santo.

Amém!
(Pai nosso! Ave, Maria! Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo!)
“Refugiei-me no amor de Deus para sempre…” (Salmo 52 (51), 10)

Fonte: Arquidiocese São Paulo
: CNBB    

Pedido da CNBB é que prece seja feita pelos fiéis nas paróquias e comunidades católicas em 15 de junho, na Solenidade de Corpus Christi.

CNBB

A presidência da CNBB, atendendo ao pedido de seu Conselho Episcopal de Pastoral (Consep), reunido em 30 a 31 de maio, elaborou uma sugestão de oração pelo Brasil, recomendando que seja na Solenidade de Corpus Christi, em 15 de junho, os fiéis se unam em prece nesta intenção.

“Como o Santo Padre pediu que rezássemos pela paz no mundo, poderíamos pedir às nossas comunidades que rezem pelo Brasil. Diante de tantas incertezas, corrupção, violência, injustiças, elevemos juntos a nossa oração. No dia em que celebramos a presença singela, próxima, alimentadora, esperançada de Jesus entre nós na Eucaristia, prestemos esse serviço ao nosso país”, expressou em carta aos bispos, enviada junto com a oração, Dom Leonardo Ulrich Steiner, secretário-geral da CNBB

Abaixo, segue a íntegra da oração:

 

Jornada de Oração pelo Brasil

Dia de “Corpus Christi”

15 de junho de 2017

A verdadeira paz começa no seu coração

 

Diante do grave momento vivido por nosso país, dirijamos nossa oração a Deus, para que dê a paz ao Brasil e ao mundo inteiro. “Reconhecemos a necessidade de rezar constantemente pela paz, porque a oração protege o mundo e o ilumina. A paz é o nome de Deus”. (Papa Francisco)

 

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vivemos um momento triste, marcado por injustiças e violência. Necessitamos muito do vosso amor misericordioso, que nunca se cansa de perdoar, para nos ajudar a construir a justiça e a paz, em nosso país.

 

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Estamos indignados, diante de tanta corrupção e violência que espalham morte e insegurança. Pedimos perdão e conversão. Cremos no vosso amor misericordioso que nos ajuda a vencer as causas dos graves problemas do País: injustiça e desigualdade, ambição de poder e ganância, exploração e desprezo pela vida humana.

 

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Ajudai-nos a construir um país justo e fraterno. Que todos estejam atentos às necessidades das pessoas mais fragilizadas e indefesas! Que o diálogo e o respeito vençam o ódio e os conflitos! Que as barreiras sejam superadas por meio do encontro e da reconciliação! Que a política esteja, de fato, a serviço da pessoa e da sociedade e não dos interesses pessoais, partidários e de grupos!

 

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vosso Filho, Jesus, nos ensinou: “Pedi e recebereis”. Por isso, nós vos pedimos confiantes: fazei que nós, brasileiros e brasileiras, sejamos artesãos da paz, iluminados pela Palavra e alimentados pela Eucaristia.

 

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vosso filho Jesus está no meio de nós, no Santíssimo Sacramento, trazendo-nos esperança e força para caminhar. A comunhão eucarística seja fonte de comunhão fraterna e de paz, em nossas comunidades, nas famílias e nas ruas. Seguindo o exemplo de Maria, queremos permanecer unidos a Jesus Cristo, que convosco vive, na unidade do Espírito Santo. Amém!

 

(Pai nosso! Ave, Maria! Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo!)