Domingo de Ramos Ímpar

“Nesse Domingo de Ramos não vivamos como se Deus não existisse, tenhamos fé, não tenha medo!”

Domingo de Ramos ÍmparUm Domingo de Ramos ímpar! Quando que eu pensei um dia em viver em casa uma data tão significativa pra mim?
Hoje é o início da semana maior, da semana santa e tudo foi vivido aqui no escondimento de um lar.
Entretanto, foi o domingo de ramos com um sentido superior a todos que eu já vivi até aqui, eu pude me unir mais à Jesus.
Àquele que entra glorioso, exaltado em Jerusalém, mas, com seu coração sabendo da dor que depois enfrentaria ao carregar sua cruz e dar a sua vida!

Hoje pude tocar em uma centelha da ambiguidade dos sentimentos que foram vividos naquele dia, a alegria e a dor do sofrer.
“Jesus entra em Jerusalém para não voltar, ele só sairá de lá com a sua cruz às costas… Antes de entrar ele foi aclamado: #HOSANA ; que significa ‘Salva-nos agora, ó Tu que habitas nas maiores alturas’. Jesus entra em Jerusalém para que a vontade do Pai seja feita, Ele vai de livre e espontânea vontade. Jesus vai para nos livrar da escravidão, dizendo para si “vou dar a minha vida em salvação do meu povo, a porta do céu precisa se abrir!”
E como nós correspondemos a essa entrega?

Domingo de Ramos Ímpar“Não vivamos como se Deus não existisse, tenhamos fé, não tenha medo!”
“Tenha apenas o medo de perder a sua salvação, de pecar!”
Meu Deus como posso corresponder este amor que me alcança e não desiste de mim? Respondo a minha interrogação parafraseando um diálogo de Santa Tereza com Jesus: “Disse-lhe o Crucificado, consolando-a, que ele lhe dava todas as dores e sofrimentos de sua paixão e que ela os considerasse seus para oferecê-los ao Seu Pai”.

Eis o tempo oportuno!!! Que possamos oferecer todo nosso sofrer, e unirmos a nossa dor à paixão de Jesus, e assim possamos dar o verdadeiro sentido e valor à sua entrega de amor!
Em meio a esse cenário o “Domingo de Ramos” foi vivido de forma ímpar em nossa comunidade, buscando corresponder ao Amor gratuito de Jesus por nós, sem criar aglomeração, professamos a nossa fé iniciando uma Semana Santa única na história.
Domingo de Ramos Ímpar

   Somos Igreja, pedras vivas…“Achegai-vos a ele, pedra viva que os homens rejeitaram, mas escolhida e preciosa aos olhos de Deus; e quais outras pedras vivas, vós também vos tornais os materiais deste edifício espiritual, um sacerdócio santo, para oferecer vítimas espirituais, agradáveis a Deus, por Jesus Cristo.”(I Pe. 2, 4s).

 

 

Rafaela Rodrigues

Comunidade Canção Nova

Comments

comments