Este é o lago de Jesus, ficamos fascinados ao ver estas águas.

Vemos o mar da Galiléia da mesma forma que Jesus as viu, tocamos, da mesma forma que Jesus as tocou e mandou que a tempestade se acalmasse, navegamos da mesma forma que Jesus navegava.

Fazemos esta experiência em peregrinação à Terra Santa.

O mar da Galiléia mede 15km de um lado para o outro, Jesus foi enviado pelo Pai para realizar um plano de salvação. Iria à Jerusalém para ser pregado em uma cruz e morrer por nós, no terceiro dia ele ressuscita.

Antes de tudo isso Jesus se juntou aos pescadores, digamos que ao fazer uma experiência como ser humano ele decidiu fazer discípulos, espalhar o amor, fazer milagres, e confortar o coração daqueles que tinham uma vida sofrida.

Os irmãos Simão Pedro e André foram chamados por Jesus, “E Jesus, andando junto ao mar da Galiléia, viu a dois irmãos, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão, os quais lançavam as redes ao mar, porque eram pescadores; E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.” Mt 4,18-19

Por que Jesus escolhe pescadores?

Naquela época, os pescadores eram pessoas que tinham um nível superior de desenvolvimento. Eles sabiam localizar os peixes para a pesca, provavelmente Jesus pensou no povo que necessitava de alimento.

Não encontramos tantos peixes no mar da Galiléia como antigamente, mas viver a experiencia de discípulo de Jesus e pescador neste lugar, vale muito a pena.

O peixe de São Pedro é encontrado neste lago, a Tilápia, encontrados também na América, África e no Brasil.

Confira neste vídeo, como um barco do século I foi encontrado.

Em fevereiro de 1986, dois irmãos pescadores encontraram pregos e moedas da era romana e ao perceberem, estavam tocando em um material extenso de madeira.

Especialistas foram chamados para que o material encontrado não se desintegrasse, aos poucos foram percebendo que era um barco.

O mesmo foi coberto com uma espuma de poliuretano que o endureceu rapidamente por inteiro.

Depois da escavação o barco voltou a flutuar, após 2 mil anos. Ficando 2 mil anos coberto de lama , pesquisadores e cientistas afirmaram, foi um milagre científico.

O barco tem 8 metros de comprimento e 2,3 de largura, foi realmente uma operação de resgate.

Confira o vídeo:

 

Todas as pessoas que realizaram uma peregrinação, é porque foram atraídas pelos lugares santos e principalmente por aqueles que Jesus realizou os milagres.

Em especial, o primeiro milagre em Caná da Galiléia, onde Jesus transformou a água em vinho.

Após 30 anos em uma vida de escondimento, na cidade de Nazaré. No silêncio, oração e submissão a Maria e José, Jesus recebe o batismo de seu primo João Batista, onde nasce novamente, ali se inicia a missão para o qual o Pai lhe enviou.

Jesus poderia ido direto a Jerusalém, ter morrido por nós e pronto. Mas diante da experiência que fazia da humanidade, foi à caminho da Galiléia. Pelo convívio do sofrimento do povo Jesus passaria ali durante um tempo para dar ensinamentos de salvação, para dizer aquele povo que “Bem-aventurados os pobres de espírito, porque dele é o reino dos céus.” Mt 5,3

A vida pública de Jesus teve início após o batismo, onde o primeiro milagre realizado foi nas bodas de Caná.

Jesus vai revelando quem ele era, e diante dos discípulos que chamou era de grande significado realizar este milagre. Esta revelação era para que os discípulos vissem e acreditassem no que ele estava dizendo, mesmo que tenha falado a sua mãe, “Minha hora ainda não chegou- Jo 2,4”

Este milagre mudou a propriedade do vinho e quem poderia realizar esta grandiosidade? Ninguém consegue fazer isso, ele era apenas o filho do carpinteiro.

O mais importante é que Jesus se revelou e se revela a nós, e os discípulos creram, nós cremos e diante da peregrinação vamos ao encontro deste fato.

Escavações realizadas, comprovam que ali existia uma sinagoga, um mosaico e também foram encontradas as talhas que eram usadas naquela época. Os franciscanos fizeram as escavações antes da construção, da atual Igreja de Caná.

Provavelmente, sem comprovações, neste mesmo lugar a dois mil anos atrás tenha existido uma comunidade judeu-cristã primitiva. Eles utilizavam a sinagoga para realização dos cultos, até a construção de uma igreja.

Seguindo a Igreja de Caná, o sacerdote presente em peregrinação leva os peregrinos a rezar pelo seu matrimônio, abençoando as alianças e renovando as palavras ditas no dia do casamento.

Pois ali aconteceu um casamento e Jesus estava presente.

É muito lindo, é querer convidar Jesus a estar no seu casamento para realizar o milagre.

Convide-o a entrar em seu matrimônio e deixe que ele faça transformação que você precisa.

 

Até a próxima, Deus abençoe!

 

Um milagre em nossas vidas

Jesus foi convidado para ir em um casamento com sua mãe e os discípulos.

Faltando o vinho, Maria sua mãe intercedeu, pedindo para que Jesus realizasse um milagre.

Ela acreditava que Jesus poderia ajudar os noivos, como de costume os casamentos duravam dias e diante da tradição era uma vergonha se ele viesse a faltar.

Nossa Senhora se colocou no lugar da “noiva” ou até mesmo da própria “sogra” e por isso fez o pedido a seu Filho.

Mas porque Maria percebeu, antes mesmo do chefe dos serventes, que estava naquele lugar para experimentar os vinhos e servi-los?

Pode existir situações em nossas vidas em que nunca teremos conhecimento, pois ela é intercessora e passa na frente de todas as nossas dificuldades. Agindo desta forma para nos ajudar.

Foto da Igreja de Caná da Galileia

Foto da Igreja de Caná da Galileia

Por isso que o nosso papel é fazer como aqueles noivos, convida-la para estar em nosso meio em todos os momentos. Em nossas casas, pedindo para que ela caminhe nos cômodos, e de forma ativa que nos abençoe. Dê licença para que ela possa agir em sua vida de forma concreta. Jo 2,7-11

Segundo a Palavra, Jesus mandou que os serventes enchessem as talhas de água até em cima, elas são grandes e de pedra, encontradas até hoje em Caná da Galiléia, lugar onde é visitado em peregrinação.

Assim que Jesus realizou este milagre, mandou que levassem ao chefe dos serventes para que ele experimentasse. O vinho era diferente, com certeza muitos notaram, por ser mais saboroso e por isso ele foi diretamente falar com o noivo. Jo 2,7-11

Perceba que os serventes não experimentaram o vinho do milagre, quem testemunhou o seu sabor foi uma pessoa que não se envolveu no precedimento das talhas.

Podemos definir que estes serventes são anjos em nossas vidas e que sem perceber, o milagre age no dia a dia.

É por isso que precisamos louvar e agradecer a Deus por suas maravilhas, rezar quando entramos em um carro,ônibus, metrô porque não sabemos o que pode nos acontecer, rezar quando estamos em casa, em nossa cama onde podemos passar por uma noite tranquila e descansar no Senhor.

Sabe quando uma avalanche cai sobre as cabeças das pessoas e você diz poderia ser comigo!!

Devemos nos impulsionar e nos lançar a oração, não sabemos o que está acontecendo como os noivos, mas que de alguma forma com uma visão espiritual perceberemos o milagre.

Talvez seja este o caminho, talvez seja esta a iniciativa de Deus para que você possa ver em sinais o que Nossa Senhora está fazendo com sua intercessão.

Isso é lindo!

Jesus tem aqueles que administram os milagres.

Aqueles que experimentam o milagre.

E por último, o noivo que nem se quer soube do milagre.

Seja este administrador de milagres, tendo uma vida de oração, daquele que serve a Deus e que ouve a mãe dizer “fazei tudo quanto Ele vos disser”. Jo 2,5b

Somos chamado a ver coisas maiores que estas, estando na presença do Senhor e em sua intimidade, pois somente quem está nesta intimidade em servir a Deus que pode manusear as talhas e experimentar o milagre, mais saboroso que o vinho.

Este sabor não é encontrado em lugar nenhum.

A Canção Nova hoje quer lhe convidar a fazer a experiencia daquele que experimenta o milagre, a ser o chefe dos serventes.

Por isso, reze conosco!

Enquanto estivermos trabalhando e enchendo as talhas de água, venha beber o vinho novo!

Reserve um momento para estar com Deus, sintonize a nossa TV. Enquanto estamos trabalhando pela peregrinação, venha viajar conosco e realize um encontro pessoal com Deus na Terra Santa.

Rumine esta palavra de Deus em sua vida e faça dela um recomeçar.

Até a próxima, Deus abençoe!

Canção Nova na Sky – Canal 163

 

Bethânia era uma aldeia da antiga Judeia que fica a 3 km do Monte das Oliveiras.
O significado de Bethânia no Grego é “Casa de figos verdes” ou “Casa dos pobres”.
Esta era a casa de Maria, de Marta e Lázaro.
Segundo os costumes antigos de Israel, o homem tinha a sua renda, a sua casa e ele cuidava das mulheres, sejam elas, esposa, irmãs, filhas.
No caso de Lázaro ele tinha Marta e Maria como dependentes, e se ele viesse a falecer ou ficassem solteiras, as mesmas não teriam direito aos bens. Este era o costume daquele povo, por este motivo as mulheres precisavam se casar.
O sofrimento de Marta e Maria foi intenso, pelo motivo de ter perdido o seu irmão, Lázaro estava morto e cheirava mal. Mas podemos imaginar a angustia destas mulheres ao pensar que poderiam passar por alguma necessidade material, de perderem o lugar onde moravam.
Como iriam ser sustentadas?
É muito interessante, ir a Terra Santa e entrar nestas particularidades dos costumes dos israelitas, descobrir os detalhes que cada passagem bíblica nos apresenta.
Marta foi ao encontro de Jesus, porque acreditava que Ele faria algo.

“Marta disse a Jesus: Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido!
Mas sei também, agora, que tudo o que pedires a Deus, Deus to concederá.
Disse-lhe Jesus: Teu irmão ressurgirá. Respondeu-lhe Marta: Sei que há de ressurgir na ressurreição no último dia.
Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá.
E todo aquele que vive em mim, jamais morrerá.” Jo 11,21-26

Aprendemos que tudo tem um motivo e assim que Jesus chegou, rapidamente Lázaro foi ressuscitado.
Lázaro era amado por Jesus, eles eram amigos. Aquela casa acolhia Jesus todas as vezes que ele ia a Jerusalém.
Ali deveria ser a casa da partilha, da acolhida, da alegria, pois todos “se alegram no Senhor” – Filipenses 4.
Este foi o maior milagre que Jesus realizou, ressuscitando Lázaro.

A Igreja de Bethânia, lembra uma tumba e faz todo o sentido, pois Lázaro morreu.

Uma Igreja belíssima que nos leva a refletir sobre a morte e as amizades, a acolhida das pessoas em nosso lar.

Encontramos vários significados da nossa fé e da Palavra de Deus na Terra Santa.
Deixe aqui o seu comentário.
Até a próxima, Deus abençoe!

O sítio do Batismo é chamado de Yardenit.

A água que desce do degelo do Monte Hermon alimenta o Mar Morto e o Rio Jordão.

O Rio Jordão é um dos rios mais conhecidos do mundo, pois é o rio que Jesus foi batizado.

Em uma peregrinação à Terra Santa, temos o privilégio de realizar a renovação do batismo no Rio Jordão.

João também batizava neste rio onde pregava “Eu vos batizo na água, mas eis que vem outro mais poderoso do que eu, a quem não sou digno de lhe desatar a correi das sandálias; ele vos batizará no Espírito Santo e no fogo” Lc 3,16 .

Neste sítio muitas denominações se encontram, são cristãos de diversas partes do mundo que celebram o batismo.

Uma das principais visitas realizadas na Terra Santa é ao Rio Jordão. Não tem como ir em peregrinação e não passar por esta passagem bíblica e fazer parte das águas que Jesus foi batizado.

Neste local em que o Jordão deixa o Mar da Galiléia, Yardenit foi construído e em nossa geração. Este local é novo e espera atrair muitos peregrinos.

Venha fazer a experiência de peregrinar e realizar a renovação do batismo no Jordão.

Realizamos peregrinações à Terra Santa durante todos os meses doa ano.

Deus abençoe e até a próxima!

23. agosto 2016 · Write a comment · Categories: Artigo · Tags:

Pompeia é uma cidade da Itália, que foi destruída com uma erupção vulcânica em 79.
A lama espalhada por toda a cidade transformou-se em rocha onde a cidade foi totalmente destruída.
Foram encontrados os corpos das vítimas atingidas pela erupção, de formas impactantes, como também ossos de animais e plantas.
Em 1748 a cidade foi reencontrada e por meio de escavações possibilitou que todos conhecessem e visitassem Pompeia e sua história.
Ela é considerada patrimônio da UNESCO onde tornou-se atração turística.
A cidade ficou praticamente intacta e por isso conservada como era, pareceu estar congelada, por isso os arqueólogos conseguiram ter clareza de como era o seu dia a dia.
Foram descobertos que os espaços ocos com restos humanos, eram vítimas da erupção, por isso começaram a injetar gesso demonstrando o formato de cada corpo.

 

Jesus visitou Jerusalém antes da Páscoa, antes de sua morte de cruz.

Eles estava indo à Jerusalém para ensinar e curar. Nos Tanques de Betesda Jesus curou, mandando os coxos tomar o seu leito e andar, num dia de sábado onde era proibido trabalhar.

Mas Jesus respondeu: “Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só violava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.” Jo 5,17-18

Quando visitamos os Tanques de Betesda  vemos conforme esta foto, um lugar de passagem, onde mais adiante iniciamos a Via Sacra.

Nos sentamos próximos ao local onde o Padre, Diretor Espiritual nos fala sobre o Evangelho.

As ruínas do tanque de Betesda foram descobertas pelos Frades Carmelitas durante as escavações no recinto da Igreja de Santa Ana.

O maior é de 105 m de comprimento, 60 m de largura e 13 m de profundidade.

Tanques de Betesda

Tanques de Betesda

Nas peregrinações caminhamos o dia todo, visitamos muitos lugares e por isso precisamos levar um calçado confortável. Os nossos pés precisam de um cuidado especial.

Além do tênis podemos levar sandália e sapato sem salto.
Sem esquecer do chinelo para que os nossos pés descansem, chegando aos hotéis.

Levar calça jeans para a peregrinação é uma boa opção, são práticas e confortáveis.

Não é permitida nas visitas aos lugares santos, usar roupas curtas e com ombros descobertos.

Geralmente as mulheres colocam um lenço sobre os ombros, para entrarem as Igrejas e basílicas.

Camisetas também são ótimas opções. Você poderá optar por malhas bem frescas nas estações de calor.

Para uma peregrinação de 10 dias, vou dar como exemplo, levamos uma camiseta para cada dia e mais quatro sobressalentes.

É necessário levar bermudas a baixo dos joelhos, dependendo do clima da região e se preferir para ficar a vontade nos hotéis. Aproveite para descansar e se refrescar.

Espero ter dado algumas dicas, de como fazer uma mala para viajar em peregrinação. Lembrando que o mais importante é curtir a viagem e fazer um encontro com Deus.

Deus abençoe!

02. agosto 2016 · Comentários desativados em Cafarnaun e seus milagres · Categories: Informações · Tags:


Cafarnaun - Israel

Em Cafarnaun, Jesus realizou muitos milagres. Ele começou a censurar as cidades, onde tinha feito grande número de seus milagres, por terem recusado arrepender-se. Mt 11,20

Encontramos no Evangelho de São Marcos, Jesus ensinando na sinagoga quando um homem possesso de um espírito imundo gritou, mas Ele intimou-o dizendo “Cala-te, sei deste homem!” Mc 1,21-23
Ao saírem da sinagoga, a sogra de Pedro estava com febre. Jesus aproximando, tomou-a pela mão e levantou-a. Imediatamente a febre deixou-a. Mc 1,29-30

Aproximou-se dele um leproso e Jesus compadeceu-se dele, estendeu a mão tocou-o e disse “Eu quero, sê curado”. Mc 1,40

O povo experimentou muito destes milagres que Jesus realizou.

Infelizmente, as pessoas não acreditaram Nele, e por isso Jesus amaldiçoa esta cidade.

Nesta cidade não existe mais nada, somente pedras. Tudo foi destruído.

01. agosto 2016 · Comentários desativados em De malas prontas para peregrinação · Categories: Dicas de viagem · Tags:

Arrumando as malas para a peregrinação

Para maior comodidade do peregrino convém levar uma mala com rodinhas. Dependendo da peregrinação podemos mudar de hotel algumas vezes.

A dica é, não levar coisas desnecessárias. Leve somente o que realmente for usar, pois a mala precisa ter espaço para as lembrancinhas. As companhias aérea disponibilizam um certo limite de peso para as malas, se excederem haverá uma taxa para o envio das mesmas. Se a peregrinação for de dez dias, leve uma camiseta para cada dia e mais 4 sobressalente. Será bom levar três calças jeans, duas bermudas e etc.

Perfumes, shampoo, condicionador, desodorante enfim, tudo que for relacionado a líquido deverá ir dentro da mala.
Na bolsa de mão, levar documentos, remédios e uma peça de roupa e roupa intima (caso a mala se extravie 1 dia).
Como saímos do hotel para a peregrinação pela manhã e retornamos após às 18h, aconselhamos levar uma mochila ou bolsa, que seja leve para colocar uma garrafa de água, máquina fotográfica, bíblia e se preferir um caderno para anotar os ensinamentos do padre e guia turístico do local.
Levamos também o passaporte, ele é muito importante para a peregrinação.
Apesar de ser longa, a viagem é super tranquila e agradável.
Para aqueles que irão a próxima peregrinação, boa viagem!