Neste mês de Julho em alguns Cinemas já estreou o novo filme de Harry Potter, por isso republico este artigo, na intenção de que todos os cristãos sejam alertados sobre o mesmo!

O filme vem com o titulo de: “Harry Potter e as relíquias da morte 2.”

E com certeza começará novamente as polemicas sobre todo o conteúdo do filme e de seus livros devido à ideologia apresentada, que, para alguns não passam de pequenos efeitos e historinhas de magicas; enquanto para especialistas no assunto se trata verdadeiramente de uma obra na qual se tem por assinatura e inspiração, Satanás!

Não quero aqui detalhar cenas do filme ou os rituais que são feitos no mesmo, e que de maneira muito clara mostram que não é um simples filme sem efeito nenhum para aqueles que estão assistindo, e se tornam até mesmo fãs e seguidores de Harry Potter, talvez  para um outro momento eu possa detalha – lo, mas agora a minha intenção é que você leia o que falou um dos maiores, se não o maior exorcista dos nossos tempos atuais, Padre Gabriele Amorth, que é o Exorcista confiado pelo papa à Diocese de Roma, e também o que nos disse o então Cardeal Ratzinger, hoje Papa Bento XVI no ano de 2003 sobre Harry Potter.

Em uma entrevista a uma Agencia Italiana Ansa, o Padre Gabriele Amorth disse: “Por detrás de Harry Potter se esconde a assinatura do rei das trevas, o diabo!”

Com suas décadas de experiência em exorcismos e na luta direta com o Mal, Padre Gabriele Amorth diz que nos livros de Harry Potter contêm inúmeras referencias positivas à magia e a “arte satânica”, ainda notou que os livros tentam fazer uma falsa distinção entre a Magia Negra e Magia Branca, quando na verdade a distinção “não existe, porque a magia é sempre uma volta para o diabo.”

Em Março de 2006 (lifesitenews.com) Padre Gabriele Amorth diz: “Você começa com Harry Potter, que aparece como um Mago simpático, mas você acaba com o Diabo. Não há duvidas que a assinatura do Príncipe das trevas esta claramente dentro destes livros.”…..e Padre Amorth continua: “Lendo Harry Potter uma jovem criança será arrastada para a magia e a partir dai, é um simples passo para o Satanismo e o Diabo.”

Já o Cardeal Ratzinger – hoje Papa Bento XVI – escreveu em 2003 para o mais conhecido critico de Harry Potter, Gabriele Kuby, e disse: “É bom que você esclareça as pessoas sobre Harry Potter, porque estas são seduções subtis, que agem despercebidas e por isso distorcem profundamente o cristianismo na alma, antes mesmo que possa crescer adequadamente.”, considerando assim que as obras são voltadas potencialmente para o público infantil e juvenil.

O critico, Gabriele Kuby, faz uma consideração que penso ser de fundamental importância sobre Harry Potter: “Os livros de Harry Potter corrompem os corações dos jovens, e não lhes permite desenvolver um adequado sentido do bem e do mal, danificando assim a sua relação com Deus durante os anos de infância.”

Com isso tudo gostaria de chamar a sua atenção que mundialmente já foram vendidos mais de 400 milhões de exemplares de seus livros, em mais de 67 línguas.

E agora com este futuro lançamento, mais uma vez as nossas crianças e jovens estarão se entretendo com algo que para eles parece ser tão inocente quanto inofensivo, mas que na verdade como vimos está repleto de práticas de magia e ocultismo!

E por que o lançamento no mês de férias escolar? Exatamente para que possa alcançar o maior numero de crianças e jovens possíveis!

Como cristãos que somos não podemos nos omitir e nos calar diante de tudo isso que o Maligno esta fazendo. Precisamos alertar uns aos outros e não permitir que nossos filhos compactuem com estes tipos de conteúdo tão maléficos à nossa alma!

Creio que tenha ficado muito claro os danos que estes materiais podem nos fazer, e fazer as nossas famílias.

Estas críticas não foram escritas por pessoas desprovidas de conhecimento e causa, e não estão  somente falando por falar. Estamos falando de Padre Gabriele Amorth, o exorcista responsável pela diocese de Roma, e estamos falando de ninguém mais que o nosso pastor Papa Bento XVI.

Portanto estejamos atentos e não desanimemos em nossas orações e creiamos na Palavra de Deus que nos diz: “Em breve, o Deus da paz esmagará Satanás sob os vossos pés.”(Rm 16, 20)

Siga-me no Twitter

Deus abençoe você!

Leia também:

1. Existe contaminação espiritual?

Satanás é um puro espirito. Somos nós que, para imaginá – lo damos uma representação física a ele; quando aparece, assume um aspecto sensível. Por mais feio que o possamos representar, é sempre imensamente mais feio; não se trata de feiura física, mas de perfídia e afastamento de Deus, o sumo bem e o cume de toda beleza. Penso que a representação com chifres, rabo e asas de morcego quer significar a degradação a que chegou este ser espiritual que, criado bom e esplendoroso se tornou arrepiante e pérfido. Deste modo, nós, consoante a nossa mentalidade, vamos imaginando – o um pouco como um homem, que foi mortificado ao nível animal (cornos, cascos, rabo, asas…). Mas trata – se da nossa imaginação. Como também o demônio, quando quer se tornar visivelmente presente, assume aspecto sensível, falso, mas é para se mostrar: poderia ser um cavalheiro elegante; varia segundo o efeito que quer provocar: de medo ou atração.

Quanto aos cheiros (enxofre, queimado, estrume…), trata – se de fenômenos que o demônio pode provocar, como também pode provocar fenômenos físicos sobre a matéria e males físicos no corpo humano.

Pode ainda agir na nossa psique através de sonhos, pensamentos e fantasias; e podem nos transmitir os seus sentimentos: ódio e desespero.

São tudo fenômenos que se verificam nas pessoas atingidas por males satânicos e, sobretudo, nos casos de possessão. Mas a verdadeira feiura deste ser espiritual é superior a qualquer imaginação humana e a qualquer possibilidade de representação. (Novos Relatos de um Exorcista – Pe. Gabrielle Amorth)

Acesse também o artigo: “Passos para a Cura Interior” – Pe. Rufus Pereira

“É inegavél que há diferença entre os exorcistas. Depende de fatores de índole espiritual (a intensidade da oração, de união com Deus, de sacrificios; ouso dizer, depende da santidade) e de fatores humanos como a experiencia, a inteligencia, a cultura especifica, a intuição…Contudo, não é facil avaliar estes fatores e seria errado pretender fazer comparações porque só Deus é juiz. A propósito, um exorcista francês, respondendo ao seu bispo esta mesma pergunta, apresentou – lhe a lista das coisas novas que tinha aprendido, ano após ano, durante o exercício deste ministerio. Em suma, ele quis dizer: só posso comparar – me comigo mesmo e vi que tenho sempre que aprender, mas também vi as vantagens da experiência.

Além disso, não podemos nos esquecer de que, neste setor, influenciam muitos outros fatores: o desempenho da fé e da oração da pessoa atingida e dos seus familiares; a fé na Intercessão da Igreja e, consequentemente, a exigência de ver, no exorcista, um instrumento de Deus, designado pelo bispo. Também notei que há exorcistas que são mais eficazes com determinados tipos de malefícios e outros com outro tipo de males. Mas depois, é o Senhor quem decide concede – como quer – a graça do resultado a um e ao outro, para que só a Ele se dê graças.” (Pe. Gabrielle Amorth – Novos Relatos de um Exorcista)

Acesse também neste BLOG a coluna: “Perguntas e Respostas”

Foi exatamente com este titulo que o Padre Gabriele Amorth escreveu por muitos meses para uma coluna na revista mensal chamada Eco de Medjugorje. E foi assim que eu quis também dar o titulo a este POST, pois lendo um dos livros do Padre Gabriele Amorth, deixou – me surpreso um testemunho na qual ele conta sobre dois padres Italianos que relatam o que o demônio foi obrigado a dizer sobre a Virgem Maria durante um exorcismo.

A motivação para que o Padre Gabriele Amorth nos contasse este testemunho estava baseado em duas perguntas que ele se fazia:

- Por que é que Maria é tão poderosa contra o demônio? Por que que o maligno treme e foge diante da Virgem?

Abaixo transcrevo então um trecho do Livro do padre Gabriele Amorth, Novos Relatos de um Exorcista, na qual conta a experiência destes dois padres:

“Em 1823, em Ariano Irpino (Avelino, Itália), dois celebres pregadores dominicanos, os padres Cassiti e Pignataro, foram convidados a exorcizar um rapaz. Nessa época, discutia – se entre os teólogos sobre a verdade da Imaculada Conceição, que haveria de ser proclamada dogma de fé, trinta e um ano depois, em 1854. Pois bem, dois frades impuseram ao demônio que demonstrasse que Maria era Imaculada, obrigando – o a fazê – lo através de um soneto: uma poesia de catorze versos hendecassílabos com rima própria. Note – se que o endemoninhado era um menino analfabeto de doze anos. Imediatamente Satanás pronunciou estes verso:

Vera Mãe sou de um Deus que é Filho

e sou filha d’Ele, embora sua Mãe.

Ab eterno Ele nasceu e é meu Filho

No tempo nasci eu que sou a Mãe.

Ele é o meu Criador e é meu Filho;

Eu sou sua criatura e sua Mãe.

Prodígio divino foi ser meu Filho

Um Deus eterno, e me ter por Mãe.

O ser é quase comum entre Mãe e Filho

Porque o ser do Filho teve a Mãe

E o ser da Mãe teve também o Filho.

Ora, se o ser do Filho foi também da Mãe

Ou se dirá que foi manchado o Filho

Ou sem mácula se há de dizer a Mãe.

Pio IX comoveu – se quando, depois de ter proclamado o dogma da Imaculada Conceição, leu este soneto que lhe foi apresentado naquela ocasião.”

Agora fica mais claro para cada um de nós a força da Virgem Maria no combate contra as forças do Mal.

Por isso recorramos sempre a esta Mãe que esta pronta a nos ajudar e socorrer em todas as nossas necessidades.

Deus abençoe você!

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com