Papa Francisco concede o título de Monsenhor a dois sacerdotes da Arquidiocese de São Paulo.

Durante a celebração da Missa do Crisma na Quinta-feira Santa, todos os sacerdotes da Região Sé entre eles  o Cônego José Paine e o Padre Antônio Fussari  que receberam das mãos do Dom Odilo o reconhecimento da Santa Sé pelos serviços prestados à Igreja em São Paulo.

Dom Odilo destacou em sua homília:

Lembramos em primeiro lugar que na Igreja existe um único Sacerdote, existe Jesus Cristo Sacerdote, Ele é o verdadeiro Sumo Sacerdote.

O nosso sacerdócio está relacionado a Jesus Cristo e com à Igreja, por isso, se exerce em comunhão com à Igreja e na íntima e sintonia comunhão com Jesus Cristo, Ele é o Sacerdote que dá sentido, força e vigor. Esse sacerdócio que é vivido no meio do povo de Deus, por homens que Ele escolhe, chama, consagra e unge com os Dons do Espírito Santo. Jesus Cristo quer continuar a anunciar a Palavra com liberdade, credibilidade e serviço para todos que creem e para os não creem.

Por meio dos sacerdotes Jesus Cristo quer continuar a santificar e a congregar seu povo em torno da mesa do altar, na celebração da Eucaristia que é Sacramento Dele e da Igreja, Ele quer continuar exercer a sua Verdade e a sua Misericórdia para com povo.

Que poderei retribuir ao Senhor Deus, por tão grande Graça que de nossa parte não merecemos, mas, recebemos por pura bondade e Misericórdia? Nós somos levados a retribuir a tão grande dádiva a tão grande Dom através do nosso serviço Sacerdotal, dedicado, generoso e alegre, Dom feito para toda Igreja e humanidade. Peço a todos as orações pelas vocações para que na Igreja não faltem sacerdotes que no futuro despertem boas e santas vocações.

Transcrição e adaptação: Simone Nunes (missionária Canção Nova)