Em alguns carros de empresas lemos esta frase acima. Hoje me faço a mesma pergunta. Como estou dirigindo?

Às vezes quando estou dirigindo e acontece algo no trânsito que me desagrada, me vem uma vontade de xingar e soltar alguns palavrões. Porém, como cristão, tenho que ser o primeiro a dar testemunho e resposta diferentes neste mundo em todas as situações.

De um modo especial no trânsito, devo deixar passar o que passa. Se alguém me deu uma “fechada”, me deu uma “buzinada” e etc. Devo contar até dez, bem devagarinho, ir engolindo os palavrões, maldições, maledicências, deixa o sujeito passar, ir embora e seguir o meu caminho…

Sou o primeiro que deve viver tudo isto que escrevi…

Dá-me têmpera, Senhor! Amém…

Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *