Atos dos Apóstolos > Leitura #449

Cura do aleijado no templo

A cura do aleijado teve uma repercussão inesperada. Para os apóstolos, a ação de Deus ordinária, mas para o povo, um grande sinal.

by Getty Images / sedmak

“Todo povo viu o homem andando e louvando a Deus. Reconheceram então que era ele que pedia esmolas, sentado à Porta Formosa do templo.”

Aquele homem aleijado esperava receber algo dos apóstolos, certamente esmolas. Mas eles tinham algo bem melhor para oferecer, muito superior às suas expectativas. Eles tinham a cura de Deus para a vida daquele homem. Na cura de sua enfermidade estava a cura de seu coração, que ansiava por um milagre ansiava por poder entrar no templo com dignidade como todos os outros Judeus.

E assim que ele foi curado, começou a louvar a Deus no templo com voz forte, por causa da maravilha de Deus em sua vida. Muito mais do que sair da rua andando para sua casa era ter devolvida em sua vida a benção de Deus. Pois acreditava-se que um aleijado estava nesta condição por causa de alguma maldição ou pecado. Se era assim, agora ele já não era mais um amaldiçoado, mas abençoado.

Leia o trecho em At 3, 1-10

Na Bíblia cnbb página 1345

Título: Cura do aleijado no templo

Ordens

At 3, 4-6

Pedro, com João, olhou bem para ele e disse: Olha para nós! O homem ficou olhando para eles, esperando receber alguma coisa. Pedro então disse: Não tenho ouro nem prata, mas o que tenho eu te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda.”

Qual a mensagem de Deus para mim hoje?

Quando recebemos uma cura de Deus, ela é sempre mais do que as aparências e realiza sempre mais do que algo físico ou externo. A gratidão do coração humano revela então a nossa consciência diante da ação de Deus.

Como posso pôr isso em prática?

Saber agradecer, dar graças a Deus a todo momento por seus benefícios é sabedoria e respeito por aquele que tudo nos dá por amor.