São Lucas, evangelista e patrono dos pintores e médicos, ele é o autor do terceiro livro dos evangelhos que tem o seu nome e do Atos dos Apóstolos. More »

Jesus sentado perante o templo de Jerusalém fala a seus discípulos da total destruição deste (24,1-2). Sobre esta destruição a maioria dos exegetas estão de acordo em que Jesus se referia historicamente à destruição de Jerusalém ocorrida no ano 70 d.C. Mas, esta destruição é figura profética da consumação dos tempos.

Perante este anúncio, os discípulos perguntam: quando sucederá? More »

O Catecismo da Igreja afirma com segurança: “A Igreja defende firmemente que os quatro Evangelhos, cuja historicidade afirma sem hesitação, transmitem fielmente aquilo que Jesus, Filho de Deus, ao viver entre os homens, realmente fez e ensinou para a eterna salvação deles, até ao dia que foi elevado” (§ 126; Dei Verbum 19).

Como já vimos há mais de 5000 manuscritos (cópias) do texto original grego do Novo Testamento, comprovados como autênticos pelos especialistas. São 81 papiros; 266 códices maiúsculos; 2754 códices minúsculos e 2135 lecionários. Os papiros são os mais antigos testemunhos do texto do Novo Testamento. Estão nos EUA, na Itália, Áustria, Paris, Londres, Moscou, Alemanha… e datam do dos séculos II a VI. Existem 76 papiros do texto original do Novo Testamento. Acham-se ainda em Leningrado (p11, p68), no Cairo (p15, p16), em Oxford (p19), em Cambridge (p27), em Heidelberg (p40), em Nova York (p59, p60, p61), em Gênova (p72, p74, p75),… Desses papiros alguns são do ano 200. É, por exemplo, do ano 200 aproximadamente, o papiro 67, guardado em Barcelona. Continue lendo…

Sabemos que os originais (autógrafos) dos Evangelhos, tais como saíram das mãos Mateus, Marcos, Lucas e João, se perderam, dada a fragilidade do material usado (pele de ovelha ou papiro), mas isto não impede que a História prove a sua existência.

Ficaram-nos as cópias (manuscritos) antigas desses originais, que são os papiros, os códices unciais (escritos em caracteres maiúsculos sobre pergaminho), os códices minúsculos (escritos mais tarde em caracteres minúsculos) e os lecionários (textos para uso litúrgico).

Conhecem-se cerca de 5236 manuscritos (cópias) do texto original grego do Novo Testamento, comprovados como autênticos pelos especialistas. Estão assim distribuídos: 81 papiros; 266 códices maiúsculos; 2754 códices minúsculos e 2135 lecionários. Continua lendo…

Aprendendo amar as Leis de Deus

Não há lei melhor que a que Deus nos deu. Ele nos criou por amor e para o amor, “para participar de sua vida bem-aventurada” (Cat.§1), nos deu leis sábias e santas para chegarmos a essa felicidade.

Ou será que alguém é melhor do que Deus e pode nos dar leis e preceitos melhor para viver? Não. Ninguém é melhor do que Deus; ninguém é mais sábio, douto e santo do que Ele. E mais, ninguém aceitou enfrentar a cruz para nos salvar da morte eterna. Continue lendo…