10 Pensamentos de Santo Afonso de Ligório, Doutor da Igreja, fundador da Congregação dos Padres Redentoristas:

1. Se estivermos unidos à vontade divina em todas as tributações, é certo, vamos nos tornar santos e seremos os mais felizes do mundo. More »

capaConheça aqui 20 ensinamentos de Santo Afonso de Ligório que lhe ajudarão a se aproximar mais de Deus

1. Eu desejaria que todos os pregadores nada recomendassem tanto aos seus ouvintes como a oração.

2. Devemos rezar para saber o que Deus quer de nós e lhe pedir sua ajuda para cumprir a sua vontade. More »

Por ter sido escolhida para ser a Mãe do Verbo humanado, a Virgem Maria foi concebida sem o pecado original. A Mãe do Filho de Deus não poderia ter pecado nenhum, pois ela é a mulher saudada pelo Anjo como “a cheia de graça” (gratia plena); nela tudo é graça.

Os padres da Igreja chamam a Mãe de Deus de “a toda santa” (“Pan-hagia”); celebram-na como “imune de toda mancha de pecado, tendo sido plasmada pelo Espírito Santo, e formada como uma nova criatura” (LG 56). “Bendita és tu entre as mulheres…”(Lc 1,42). O Concílio de Trento confessou que:

“Foi ela que, primeiro e de uma forma única, se beneficiou da vitória sobre o pecado conquistada por Cristo: ela foi preservada de toda mancha do pecado original e durante toda a vida terrestre, por uma graça especial de Deus, não cometeu nenhuma espécie de pecado” (DS 1573). Veja o vídeo…

No céu os Santos sabem, através da comunhão com Deus, de nossas condições aqui na terra. A sua felicidade no céu consiste em compreender a Deus. Eles participam da comunhão e do interesse de Deus por nós. Deus não é indiferente ao que está acontecendo aos seus filhos da terra por ele criados. Os Santos, que tanto se assemelham a Deus no seu amoroso interesse por nós, também acompanham as nossas lutas. Continue lendo…

Tudo o que respira louve o Senhor (Sl 150)

A Igreja nos ensina que na eternidade em Deus nossa atividade será louvá-Lo, sem cessar. Citando santo Inácio de Loyola, o Catecismo sempre ensinou que este será o gozo da nossa alma . Na oração Sacerdotal , antes de sofrer a Paixão, Jesus orou assim: “A vida eterna consiste em que Te conheçam a Ti, um só Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo que enviaste.” (Jo 17,3). Então, a vida eterna consiste em “conhecer” e “louvar” a Deus.

Não é possível louvar a Deus sem conhecê-Lo. Mas este conhecimento de Deus não é apenas teológico, mas principalmente pela comunhão e participação de sua vida divina. Continue lendo…