Em um tempo não muito distante, um homem se tornou conhecido por denunciar, que mesmo numa estrada bem pavimentada, existe o perigo das curvas e que não se pode relaxar porque existem sempre as estratégias do inimigo de Cristo para nos fazer derrapar e até morrer.

Foto: Wallace Andrade

Alertava católicos batizados e não evangelizados, adeptos de outras religiões e seguidores de ceitas, ateus e todos aqueles que eram seduzidos e muitas vezes levados a trilhar caminhos que ofendiam a Deus ao dizerem sim quando deviam dizer não e ao dizerem não quando deviam dizer sim.  Era esse homem o farol no meio de uma madrugada escura, a iluminar e mostrar as pedras e até mesmo icebergs, capazes de rasgar o casco de embarcações desorientadas no agitado mar desse mundo. Ele denunciava todo o tipo de mal que contaminava nossas vidas e todos ao ouvirem seus alertas, decidiam mudar a rota de seus barcos e seguir em frente, mudando o rumo de suas vidas.  Quantas pessoas foram capazes de deixar todo o erro, todo o pecado, pra ser aquilo que Deus queria e ainda quer! Só que o tempo também passa para todos e esse mesmo tempo revela que dizer não ao mal e persistir no sim ao bem são verbos que só podem ser conjugados por homens que tiveram a força e a graça de serem lapidados pela dureza da vida, temperados no desejo de não voltarem ao que era destrutivo e provados por longos períodos de carestia.  Mas principalmente, por serem homens atentos e dispostos a não perderem a memória da experiência que tiveram, pessoalmente, com Jesus Cristo. E que tiveram naquele encontro, o coração gravado e sempre que são tentados às novidades atraentes do inimigo de Cristo, lembram que o Caminho, a Verdade e a Vida, estão muito acima de qualquer conquista material, qualquer reconhecimento humano, qualquer título ou condecoração.  E num tempo onde os títulos, os rótulos, a nobreza e o poder, são disputados a facadas, ranger de dentes e hipocrisias, esse homem, que agora é silencioso e reflexivo, não faz novos 

Foto: Wallace Andrade

alertas. Não mais rasga e invade os corações, como costumava a fazer. E nem todos que o ouviram um dia e decidiram mudar de vida, conseguem ficar nesse barco em alto mar.  E o desejo de pular desse barco tem ligação direta com interesses e conquistas pessoais, como num despertar para uma nova vida, feita de pequenas ou grandes facilidades, de reconhecimentos mínimos ou máximos e até mesmo longas zonas de conforto e bem estar. Afinal tem sempre alguém pra te dizer que você merece!  E esse homem, que um dia foi chamado de radical pelos amigos do inimigo e de ungido e profeta pelos amigos de Cristo, agora vê muitos caírem em armadilhas, simplesmente porque se esqueceram de buscar o essencial e de viver com uma única certeza no coração. A de precisar ser sempre do Precioso!

 

Deus abençoe!

Wallace Andrade
Jornalista e Escritor
Comunidade Canção Nova


Jornalista, missionário da Comunidade Canção Nova, escritor, casado com Valeria Martins Andrade e pai de Davi Andrade, natural de Campos dos Goytacazes-RJ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *