Que marcas você trás?

“Veja minhas mãos e meus pés, sou Eu mesmo!” (Lucas 35-48)

Após Jesus ter completado seu 3º ano de vida pública, realizando sua missão de formando seus discípulos, e anunciar o reino dos céus, com milagres e prodígios, revelado a Vontade do Pai. Chegou ao cume da sua missão: Jesus entrega a Sua vida para nos salvar, vai até ao Getsêmani, depois é preso, julgado, flagelado, crucificado, morto, sepultado e ressuscita no 3º dia. 

Após sua Ressurreição, Jesus começou aparecer com o seu corpo glorioso, às mulheres e aos seus discípulos para reconquistá-los e reacender neles a fé em seus corações. A princípio, os discípulos tiveram grande dificuldade de acreditar no que estava acontecendo. Mas, Jesus aparece para eles, deseja a paz e mostra-lhes as mãos e os pés. A partir daí, eles vê, O reconhece e o acolhe com alegria! 

Quando os discípulos viram as marcas da crucificação que Jesus trazia em seu corpo, eles creram n’Ele. Veja, Jesus  carregava em seu corpo glorioso, as marcas dos cravos que o fixaram na cruz. Estas marcas, Jesus trouxe consigo após sua ressurreição, como sinal de vitória. Deixam de ser marcas dolorosas e passam a ser marcas gloriosas.

Ao passar dos dias, durante nossa vida, recebemos muitas marcas, que causaram feridas profundas em nós: rejeições, medos, sofrimentos, incompreensões, etc… 

Imagem by google

Cada um de nós traz em si marcas positivas e negativas.

Todos nós carregamos as marcas de Cristo! A maior delas é sacramento do batismo que recebemos quando a consciência ainda nos faltava. Mas é a marca fundamental e indelével, a marca de filha(o) amada(o) de Deus. E a partir deste recebemos os demais sacramentos e visitas de Deus.

Quem está em Cristo recebe uma marca nova! Somos banhados e resgatados pelo Seu amor misericordioso que nos envolve e nos dá a graça de adentrar em nossas dores, sofrimentos, mas com a graça de Deus e na presença de Jesus, nossas feridas dolorosas vão sendo transformadas em marcas gloriosas.

Entenda bem, Jesus é reconhecido pelos seus discípulos pelas marcas que Ele trazia em seu corpo glorioso.

É justamente este convite que faço para você hoje, quais são as feridas que você carrega consigo, estas são dolorosas ou gloriosas? Se são dolorosas ainda, tenha a coragem de entregar cada uma delas a Jesus. Somente Ele é capaz de transformar a dor em redenção, as marcas dolorosas em marcas gloriosas.

 

Que Deus te abençoe!

 

Mariana Lazarin Gabriel

Missionária Comunidade Canção Nova

 

Leia também:

De frente com o espelho

Não sofra sozinha!

Entrar dentro de si para encontrar o senhor

O passo de hoje!