Print Friendly

Gratidão a Nossa Senhora por me gerar como missionária

Há 8 anos sou missionária e atualmente moro na frente de missão da Canção Nova dos EUA.

Tive a graça de morar em algumas cidades onde a Comunidade Canção Nova está presente e me fizeram ser mais de Deus. Estar em missão é fazer a experiência que Jesus fez de ir ao encontro com o outro, de tocar e se deixar tocar, de olhar e ser olhado, de amar e ser amado.

Eu tive a graça de morar na missão de Cuiabá/MT por 4 anos e 6 meses. Morei em Teixeira de Freitas/BA apenas 4 meses. Também tive a graça de morar na nossa casa mãe em Cachoeira Paulista/SP por 6 meses e um tempo tão especial na Casa de Maria em Queluz/SP.

Hoje escrevo em especial do tempo em que vivi no Santuário do Carisma Canção Nova, em Queluz. Digo com toda verdade: na Casa de Maria aprendi ser missionária.

Providencialmente eu morei nessa casa por 9 meses. Nove meses é muito significativo, pois é o tempo em que um bebê passa dentro do ventre de sua mãe sendo gerado, formado, alimentado, para depois dali nascer e enfrentar todos os desafios da vida, chamado assim de período gestacional.

A minha vida na Casa de Maria foi exatamente isso, essa gestão. Foram 9 meses onde eu fui gerada no Carisma Canção Nova. A Casa de Maria é esse útero onde eu fui gerada, recebi toda a formação, o alimento para ir para as missões que o Senhor me confia.

Nesse ventre, na Casa de Maria, eu aprendi a rezar, a pregar, a cantar, a ouvir as pessoas. Eu me alimentei da Eucaristia, da Palavra de Deus, da oração. Durante a gestão alguns bebês acabam passando por algum probleminha, comigo não foi diferente. Esse trabalho ainda não acabou, mas dentro do ventre de Maria, eu pude ser envolta pelo Espírito Santo e ali receber todos os cuidados para viver uma profunda cura interior.

O ventre de Maria é envolto do Espírito Santo, que nos dá força. Ele nos fortalece nesse processo de gestão.

Na Casa de Maria eu pude aprender a ouvir a voz do fundador Monsenhor Jonas Abib e estar atenta na vivência daquilo que é do próprio do nosso Carisma. Dentro desse ventre materno eu pude chegar mais perto de Deus, mais perto do céu. Recebi o carinho da Mãe que cuida do seu filho. E por Ela, a mãe da Canção Nova, fui cuidada. Ela foi quem providenciou tudo para mim e continua fazendo isso até hoje.

Aquela mesma mãe que me acolheu em seu ventre na Casa de Maria, que me gerou e me formou, continua me guiando até hoje, me ensinando a dar passos, me formando.

Tudo o que hoje eu sou, como pessoa, como filha de Deus, como missionária eu posso dizer que foi Maria Quem me ensinou. Sinto que foi O Próprio Deus Quem me formou dentro do ventre d’Ela.

E hoje como filha missionária, sempre posso voltar na Casa de Maria, para nesse ventre, para ser cuidada quando preciso, para matar as saudades, para me sentir amada, para me reabastecer e me fortalecer.

Sou grata por Deus ter me dado a oportunidade de poder ser gerada nesse ventre, a casa de Maria!

.

Priscilla Rodrigues
fb.com/Priscilla.RodriguesCN | @who_loves_wait
Missionária da Canção Nova atualmente nos Estados Unidos

Veja também:

.: WebRadio Canção Nova nos EUA – www.cnusa.com

.: Outros missionários da Canção Nova nos EUA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *