Canção Nova proporciona momentos de intimidade com a Palavra de Deus na Catedral da Sé.,

Durante a Quaresma, os católicos que forem à Catedral da Sé podem participar de um momento especial de Lectio Divina, que é a leitura orante da Palavra de Deus. A meditação da Palavra será conduzida por missionários da Comunidade Canção Nova de segunda a sábado, das 11h30 às 11h55 na Capela do Santíssimo.

                                               

  Arquidiocese de São Paulo  

Este ano, o roteiro para as meditações é baseado no livro Retiro Popular da Editora Canção Nova. Trata-se de um roteiro de vivência quaresmal escrito pelo arcebispo de Belém, PA, Dom Alberto Taveira. O livro propõe diariamente leitura orante leituraleitura orante da Palavra de Deus, textos dos santos, leituras espirituais, roteiros de práticas de piedade, como a Via – Sacra e o Rosário.

 

O Retiro popular de 2018 vem com o tema “Eis me aqui” fazendo a formação para a preparação dos 40 dias de quaresma. Evidenciando o ano da juventude e lembrando a vocação do ano Laicato.

 

Participe com a Canção Nova deste momento especial de preparação para a Páscoa!

Por, Rodrigo Luiz
Canção Nova – SP 

No dia em que a Igreja celebra a Conversão de São Paulo, o Arcebispo De São Paulo, Cardeal Odilo Scherer, presidiu a missa solene na Catedral da Sé.

Em sua homilia, o Cardeal recordou o encontro pessoal com Cristo de Paulo no caminho de Damasco. Tal encontro transformou toda a vida, convertendo-o de perseguidor Saulo a Paulo Apóstolo.

Simone Nunes/CN

Dom Odilo relatou ainda aspectos históricos da cidade que completa 464 anos. Afirmou que a Catedral de Sé começou pequena e humilde graças a evangelização dos Jesuítas. A capital paulista foi fundada por São José de Anchieta.

Comentando o Sínodo Arquidiocesano, Scherer pediu que as igrejas sejam casa da Palavra. Orientou os católicos a buscarem criatividade no anúncio de Evangelho.

No final, rezou para que a cidade de São Paulo ofereça condições mais dignas para toda população. Na celebração, estavam presentes autoridades políticas e religiosas.

O Sistema Canção Nova de Comunicação transmitiu a missa com âncoras de abertura e encerramento amém de reportagem com entrevistas no Telejornal da emissora.

 

Papa Francisco concede o título de Monsenhor a dois sacerdotes da Arquidiocese de São Paulo.

Durante a celebração da Missa do Crisma na Quinta-feira Santa, todos os sacerdotes da Região Sé entre eles  o Cônego José Paine e o Padre Antônio Fussari  que receberam das mãos do Dom Odilo o reconhecimento da Santa Sé pelos serviços prestados à Igreja em São Paulo.

Dom Odilo destacou em sua homília:

Lembramos em primeiro lugar que na Igreja existe um único Sacerdote, existe Jesus Cristo Sacerdote, Ele é o verdadeiro Sumo Sacerdote.

O nosso sacerdócio está relacionado a Jesus Cristo e com à Igreja, por isso, se exerce em comunhão com à Igreja e na íntima e sintonia comunhão com Jesus Cristo, Ele é o Sacerdote que dá sentido, força e vigor. Esse sacerdócio que é vivido no meio do povo de Deus, por homens que Ele escolhe, chama, consagra e unge com os Dons do Espírito Santo. Jesus Cristo quer continuar a anunciar a Palavra com liberdade, credibilidade e serviço para todos que creem e para os não creem.

Por meio dos sacerdotes Jesus Cristo quer continuar a santificar e a congregar seu povo em torno da mesa do altar, na celebração da Eucaristia que é Sacramento Dele e da Igreja, Ele quer continuar exercer a sua Verdade e a sua Misericórdia para com povo.

Que poderei retribuir ao Senhor Deus, por tão grande Graça que de nossa parte não merecemos, mas, recebemos por pura bondade e Misericórdia? Nós somos levados a retribuir a tão grande dádiva a tão grande Dom através do nosso serviço Sacerdotal, dedicado, generoso e alegre, Dom feito para toda Igreja e humanidade. Peço a todos as orações pelas vocações para que na Igreja não faltem sacerdotes que no futuro despertem boas e santas vocações.

Transcrição e adaptação: Simone Nunes (missionária Canção Nova)