Arte como meio de santificação

Quando Deus faz um Artista, Ele escolhe a Arte como meio de santificação para essa pessoa. Quando descobri isso, parece que uma chave virou dentro do meu coração!

Olá! Eu me chamo Sarah Sabará e sou missionária da Comunidade Canção Nova no modo de pertença do 2º Elo. Ah sim, e sou Artista. Sou filha de músicos e missionários; então, desde minha concepção, a arte em casa é a regra e não a exceção.

Com 2 anos de idade, comecei a fazer ballet; aos 7, a cantar nas missas; aos 15 anos, comecei a escrever histórias e poesias; aos 17, a atuar no grupo de oração. Aos 20 anos de idade, comecei a pintar quadros de natureza. Hoje, com 23, estou como responsável de Artes do Ministério Jovem Canção Nova.

Deus fez comigo um caminho para que eu descobrisse que a arte em mim não era algo meramente humano, mas sim uma graça de expressar, através desses dons, a Beleza de Deus, a verdade do Evangelho e a Cura que a Misericórdia de Deus tem para cada um, a começar de mim.

Por mais que eu tenha crescido com a música, eu nunca – sério! –, nunca quis ter uma carreira de cantora. Queria sim, quando criança, fazer shows etc., mas não queria que fosse meu trabalho (já era o coração missionário adiantando o que viria a acontecer).

Não sei se você já reparou, mas a Canção Nova tem arte no nome. Pois é, e por isso eu me encaixo tão bem! Desde que entrei na comunidade, não me faltaram oportunidades de cantar e expressar o que Deus coloca em meu coração através da música. Confesso que ainda é difícil para mim ouvir alguém dizer “ela é uma artista”, porque a palavra “artista” se esvaziou tanto com as más referências de artistas no mundo. Então, quando ouço, tenho a sensação de que estão me julgando, como alguém que quer se destacar num palco e menosprezar os que não tem esse dom. Mas, no meu coração, é tudo ao contrário!

:. https://blog.cancaonova.com/vocacional/lancamento-do-clipe-tudo-pelo-tudo/

Quanto mais eu tento me esconder, tento utilizar meus dons só dentro do meu quarto, o Senhor me impulsiona e me leva a colocar pra fora. E por quê? Porque os dons e talentos não são para o artista, são para servir a Deus e aos irmãos.

Por isso não sou uma cantora, eu sou ministra de música. Não sou só uma artista, sou uma ministra de arte. A diferença está no fato de que o centro não é a minha arte, mas Quem ela expressa.

Monsenhor Jonas Abib, fundador da Comunidade Canção Nova, é um artista! Ele canta, toca, é maestro, entre tantos outros dons; e não é à toa que a comunidade se chama Canção Nova, porque é com a nossa vida que entoamos este canto novo a Deus todos os dias. Logo, isso quer dizer que todo mundo na Canção Nova é artista!

A Arte é a expressão do belo, do bom e verdadeiro. É isso que buscamos viver e expressar: a Beleza do Evangelho, a Bondade de Cristo e a Verdade sobre a eternidade.

Descobri minha vocação colocando meus dons a serviço, e nesta disposição tenho me tornado mais missionária.

Dentro do chamado vocacional, Deus vai revelando, aos poucos, o “para que” de cada dom que temos. Como notas musicais que vão se complementando para formar um acorde, assim é nossa descoberta vocacional, disposição, busca e revelação de como estar afinado com a Voz de Deus.

Descobri que é uma via de mão dupla. Quanto mais artista for, mas de Deus serei; e quanto mais de Deus eu for, mais artista serei.

Entendi enfim que para a minha santidade, eu preciso ser a artista que Deus sonha, ser a Canção Nova que o Espírito Santo inspirou, e ser veículo da cura que Jesus quer conceder. E você, querido leitor? Já encontrou onde Deus o chama a cantar uma Canção Nova?

 

 

 

Sarah dos Santos Sabará é brasileira. Nascida em 8 de julho de 1998, em São José dos Campos (SP), ela é missionária na Comunidade Canção Nova, desde 2020, no modo de compromisso do Segundo Elo. Atualmente, faz parte da missão de Cachoeira Paulista (SP).