Os chamados ao celibato têm o seu lugar na Canção Nova.

O Celibato é um dom. A iniciativa é de Deus que cria a pessoa para este estado de vida (Mons. Jonas Abib).

Pelos sinais dos acontecimentos, a pessoa se descobre assim chamada por Deus. Dócil à descoberta feita, a pessoa assume com generosidade. O celibato não é e, portanto, não pode ser assumido como resultado de frustração ou fuga, nem como indefinição ou impossibilidade de viver outro estado de vida. Os chamados ao celibato têm o seu lugar na Canção Nova (Mons. Jonas Abib)

Confira o testemunho do Tiago Marcon sobre a sua vocação celibatária: 

 

Equipe Vocacional

Comunidade Canção Nova